5 de Fevereiro de 2014
por esmael
16 Comentários

Professor Galdino, aquele que acredita ser uma ave, pode ser cassado pela Justiça Eleitoral

via Bandnews FM
O vereador Professor Galdino (PSDB), de Curitiba, pode perder o mandato. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não aceitou o recurso, apresentado em habeas corpus pelos advogados Guilherme Brenner Lucchesi e Celso da Silva Labres, contra um pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) de cassação do mandato. Portanto, a decisão anterior está mantida. Segundo o MPE, Galdino estava com os direitos políticos suspensos por causa de uma condenação por crime eleitoral e não poderia ter sido diplomado.

O caso é de desacato à  autoridade, que ocorreu em julho de 2011, quando o parlamentar fazia campanha no município de Bituruna, no sul do Paraná. Assim como a campanha realizada em nome próprio e buscando a eleição para vereador, Galdino buscava chamar a atenção dos eleitores para o candidato a prefeito do município, Rodrigo Rossoni, filho do deputado estadual Valdir Rossoni, com uma bicicleta e som alto. A denúncia contra o vereador foi protocolada pelo Ministério Público Eleitoral porque Galdino teria se recusado a atender um pedido do chefe do cartório eleitoral da cidade.

O vereador foi condenado a 3 meses e 15 dias de detenção em regime aberto, mas teve a pena substituída por prestações de serviços à  comunidade. Além disso, teve que pagar multa que corresponde a menos de um décimo do salário mínimo.

O vereador Professor Galdino não foi encontrado para dar entrevista.

O Tribunal Regional Eleitoral e o Ministério Público Eleitoral foram procurados pela reportagem da BandNews e devem confirmar os próximos prazos do processo.