1 de setembro de 2014
por esmael
24 Comentários

Marcelo Araújo: Assassinaram um agente de trânsito. Culpa de quem?

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda-feira, lamenta a morte do agente de trânsito Reinaldo Lopes, de 50 anos, executado na última sexta-feira (29) com quatro tiros no bairro CIC; "O prefeito Gustavo Fruet esteve com os agentes demonstrando sua solidariedade e lamentar o ocorrido. Justo, mas insuficiente. Já falei anteriormente, esse é o papel de soldado, não de comandante", critica o colunista, que reivindica concurso na Secretaria de Trânsito e o emprego de membros da Guarda Municipal para atuarem como agentes de trânsito; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda-feira, lamenta a morte do agente de trânsito Reinaldo Lopes, de 50 anos, executado na última sexta-feira (29) com quatro tiros no bairro CIC; “O prefeito Gustavo Fruet esteve com os agentes demonstrando sua solidariedade e lamentar o ocorrido. Justo, mas insuficiente. Já falei anteriormente, esse é o papel de soldado, não de comandante”, critica o colunista, que reivindica concurso na Secretaria de Trânsito e o emprego de membros da Guarda Municipal para atuarem como agentes de trânsito; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo*

Na última sexta-feira dia 29, à s 21h40h, recebo a notícia com imagem de que um agente da Setran havia sido executado na CIC com 4 tiros. Antes que alguém conclua que o comentário de hoje é oportunista com a tragédia, importante é que se conheça minha relação com os agentes. Ela começou de forma mais próxima em meados de 2008, quando ministrei treinamento para 6 grupos de 50, totalizando os 300 da época, criando uma proximidade muito saudável. Leia mais