19 de novembro de 2015
por admin
2 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: Beto Richa governa como se fosse uma biruta de aeroporto

Reinaldo de Almeida César*

O arrependimento, desde que sincero, é uma atitude nobre.

Está no Livro dos Livros, em Romanos 2:4 que “a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento”.

Eu mesmo – e estou certo que os leitores também – vejo-me flagrado em instantes de arrependimento ao longo da vida. Meus implacáveis botões tem prodigiosa memória e não me deixam esquecer das decisões errôneas e das companhias pouco recomendáveis a que me submeti.

Se para o indivíduo comum este dolorido sentimento é recorrente, para os governos, então, isso passa a ser regra, a começar pelo chamado “princípio da autotutela”, pelo qual a administração pública tem o poder/dever de rever ou revogar seus próprios atos.

Ainda mais quando tais atos ainda não tomaram forma, mesmo que anunciados oficialmente.

Registre-se, porém, que o o governo estadual parece estar tomando gosto disso, transformando o arrependimento – não se sabe, contudo, se sincero – numa prática de gestão.

Anuncia um ato de governo e, horas ou dias depois, muda radicalmente de posição, abandonando a ideia antes anunciada, como se em algum recôndito no Palácio Iguaçu estivesse cravada uma “manga de vento” ou, como conhecida no Brasil, uma “biruta” de aeroporto.

A sensação que fica é que, anunciada uma decisão mal pensada, soa um alarme na sala dos marqueteiros a relembrar dos danos para a imagem do governador, com inevitáveis reflexos na sonhada eleição para o Senado.

Então, sem mais dizer, o governo dá meia-volta, e numa manobra de 180 graus, descarta a medida.

Tome-se o exemplo da absurda decisão de se fechar escolas ou, agora, de se surrupiar os recursos do Fundo da Criança e da Adolescência (FIA).

Neste segundo caso, foi preciso a voz firme e sempre eloquente do procurador Olimpio de Sá Sottomaior Neto para que o governo recuasse.

Tenho enorme consideração e amizade pelo procurador Olympio de Sá Sottomaior Neto.

Com ele já convergi e também já divergi em teses, mas nunca deixei de registrar minha admiração pelo seu idealismo e sua devoção na intransigente defesa que faz dos valores da cidadania e dos mais altos princípios que iluminam a proteção dos direitos humanos e, em particular, das crianças e adolescentes, hipossuficientes e desafortunados.

Lamento apenas que o comando das forças de segurança não tenham a mesma plena autonomia e força institucional para lutar pela restauração Leia mais

27 de março de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Delegado da PF Almeida César vai escrever às quartas no Blog do Esmael

Novo colunista é crítico da política de segurança pública do governo Beto Richa, do qual foi o primeiro titular da pasta; recentemente, Almeida César criticou a estratégia de Fernando Francischini, o Batman, de colocar deputados governistas dentro do "Caveirão do Chorume" para votar projetos contra professores; delegado da PF vai escrever todas às quartas-feiras.

Novo colunista é crítico da política de segurança do governo Richa, do qual foi o primeiro titular da pasta; recentemente, Almeida César criticou a estratégia de Fernando Francischini, o Batman, de colocar deputados governistas dentro do “Caveirão do Chorume” para votar projetos contra professores; delegado da PF vai escrever todas às quartas-feiras.

O delegado da Polícia Federal Reinaldo de Almeida César Sobrinho vai escrever todas as quartas-feiras no Blog do Esmael. Ele estreará como colunista no próximo dia 1º abordando o tema “Segurança Pública e Cidadania”. ... 

Leia mais