26 de agosto de 2014
por esmael
5 Comentários

Em nota oficial, Pango contesta coluna de Marcelo Araújo

Recebemos uma nota da! empresa Pango Mobile Parking contestando a coluna de Marcelo Araújo publicada na última segunda feira. Publicamos seu inteiro teor a seguir:

Nota Oficial

A Pango Mobile Parking informa que as afirmações publicadas no blog do Esmael Morais, na coluna do advogado Marcelo Araújo, nesta última segunda-feira (25), não retratam a veracidade dos fatos e os reais objetivos do teste da solução de pagamento eletrônico de estacionamento rotativo Pango Mobile Parking.

A Pango Mobile Parking é uma empresa multinacional privada, presente em mais de 50 cidades do mundo, e utiliza verba própria para a realização dos testes e procedimentos operacionais nos locais de interesse, não constando em seu escopo de atuação ou estratégica a busca por investidores para alavancar suas operações. A Pango Mobile Parking também não compactua e jamais se alinharia a uma operação direcionada ou ao chamado balcão de negócios, conforme o colunista afirma.

A Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) está desenvolvendo um projeto de modernização do sistema de controle do estacionamento regulamentado, respaldado por portaria divulgada em Diário Oficial !“ onde convida empresas a apresentar suas tecnologias !“, e ainda por uma comissão avaliadora multidisciplinar de técnicos do executivo municipal e diversos acadêmicos das renomadas Universidade Federal do Paraná e Universidade Positivo.

Com relação à s acusações de utilização do mobiliário urbano, as placas acopladas à  sinalização do EstaR, são apenas para indicar que as vagas fazem parte do teste regulamentado pela administração municipal. Vale ressaltar, ainda, que a realização do referido teste não onera em nada ao município e os usuários, que estão tendo a oportunidade de conhecer uma das melhores tecnologias desenvolvidas e utilizadas há quase uma década em importantes cidades do mundo.

12 de Maio de 2014
por esmael
36 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: Multa de trânsito agora passa pela lotérica em Curitiba. Fruet é cego ou tapado?

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, critica convênio entre Prefeitura de Curitiba e Caixa Econômica Federal que, a partir de hoje, passa a vender talões de regularização de estacionamento EstaR; "... entidade que não tem nenhuma relação com o Sistema Nacional de Trânsito, muito menos é órgão executivo de trânsito para firmar convênio para evitar multas de trânsito", aponta o especialista em multas; "Essa importante função poderia ser delegada até aos

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, critica convênio entre Prefeitura de Curitiba e Caixa Econômica Federal que, a partir de hoje, passa a vender talões de regularização de estacionamento EstaR; “… entidade que não tem nenhuma relação com o Sistema Nacional de Trânsito, muito menos é órgão executivo de trânsito para firmar convênio para evitar multas de trânsito”, aponta o especialista em multas; “Essa importante função poderia ser delegada até aos “flanelinhas”, pois, como agora os agentes não poderão vender os talões, os próprios “flanelinhas” estarão mais disponíveis que antes para fazer as vezes e evitar que o motorista tenha que sair correndo à  procura de uma das 160 lotéricas. “, ironiza o colunista, que ainda crava essa: “ou o prefeito Gustavo Fruet está cego ou tapado”.

Marcelo Araújo*

A partir de segunda-feira (12), tanto a venda de talões como a regularização de avisos do Estacionamento Regulamentado (EstaR) – com código de barras – serão realizadas apenas nas 160 agências lotéricas de Curitiba ligadas à  Caixa Econômica Federal. São dois tipos de talões disponíveis: o atual para venda, com dez folhas, ao preço de R$ 15; e outro com capa vermelha, para regularização, com dez folhas, ao preço de R$ 16,50.! Este parágrafo foi extraído fielmente do site oficial da Prefeitura de Curitiba. Leia mais