7 de agosto de 2015
por esmael
16 Comentários

“Nota Paraná” nasce com os mesmo vícios e problemas do “Nota Paulista”. Calote à vista?

Corrupção consome de forma fantástica as arrecadações nos governo Richa e Alckmin, ambos do PSDB; secretário Mauro Ricardo Costa, interventor tucano nas finanças do Paraná, importou campanha de arrecadação de São Paulo; lá o governo paulista começou a dar calote nas premiações prometidas aos consumidores, que acreditaram na propaganda do rádio e da TV.

Corrupção consome de forma fantástica as arrecadações nos governo Richa e Alckmin, ambos do PSDB; secretário Mauro Ricardo Costa, interventor tucano nas finanças do Paraná, importou campanha de arrecadação de São Paulo; lá o governo paulista começou a dar calote nas premiações prometidas aos consumidores, que acreditaram na propaganda do rádio e da TV.

O recém-lançado programa “Nota Paraná”, idealizado pelo secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, deve fracassar. Irmão bastardo do programa “Nota Paulista”, criado pelo mesmo Mauro Ricardo, porém quando este era secretário da fazenda do Estado de São Paulo. Tudo exatamente igual: 30% de reembolso, sorteio de prêmios, propaganda a dar com pau e um estado tão quebrado por conta dos desfalques causados pela corrupção quanto São Paulo. Leia mais