21 de julho de 2015
por Esmael Morais
23 Comentários

Onda contrária a aumentos nos salários e número de vereadores se espalha pelo Paraná

vereadores

A mobilização popular que forçou os vereadores de Santo Antônio da Platina, Norte Pioneiro, a desistirem de um gordo reajuste nos próprios salários para um valor próximo do mínimo (R$ 970,00) e ainda recuarem do aumento do número de cadeiras na casa de 9 para 13 está influenciando outros municípios do Paraná.

A reviravolta acabou dando espaço a uma nova liderança. A comerciante Adriana Lemes de Oliveira virou celebridade nacional ao questionar os vereadores sobre a imoralidade do aumento de 100% nos salários e do número de cadeiras.

Um vídeo mostrando a discussão da empresária com vereadores viralizou na internet e ela é a nova liderança política da cidade. Adriana poderá disputar a prefeitura com o atual mandatário Pedro Claro (DEM).

Em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, os vereadores estão discutindo reduzir o número de vagas na Câmara Municipal. Atualmente, a cidade tem 23 vereadores. Há propostas de redução para 19, 15 e até nove cadeiras. Em Fazenda Rio Grande e Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, os prefeitos vetaram reajustes nos salários aprovados pelos vereadores.

Vereadores de Cornélio Procópio, Ibaiti e Siqueira Campos, todas no Norte Pioneiro, também desistiram de tentar aumentar os próprios salários. Na contramão ficaram Araucária e Jacarezinho, que mesmo com a pressão popular, aumentaram o número de vereadores. A primeira passa de 11 para 15 e a segunda de 9 para 13 edis. Leia mais

12 de agosto de 2014
por Esmael Morais
3 Comentários

Câmara de Ponta Grossa discute redução do número de vereadores

via Blog do Johnny

Encabeçado pelo vereador Doutor Pascoal Adura (PMDB), os vereadores voltam a discutir a redução do número de cadeiras na Câmara Municipal. O projeto de Emenda à  Lei Orgânica do Município foi protocolado ontem e reduz quatro cadeiras do Legislativo, passando de 23 atuais para 19 o número de vereadores no Município a partir da próxima legislatura (2017 !“ 2020).

Com exceção do vereador Márcio Schirlo (PSB) !“ que já se manifestou contrário à  proposta !“, todos os demais vereadores assinaram o projeto. A proposta será lida na sessão de amanhã e encaminhada para pareceres das comissões internas da Câmara Municipal. Para Adura, a proposta tem o apoio popular e reduzirá as despesas da Câmara Municipal. Pelo menos R$ 900 mil por ano será economizado. Esse dinheiro poderá ser aplicado na saúde do Município!, defende o parlamentar.

Ele também rebate a argumentação de que com a redução do número de vereadores irá diminuir a representatividade política no Legislativo. Isso será superado pelo desempenho dos 19 vereadores. Caberá à  população eleger um colegiado de vereadores de qualidade!, acredita Adura.

O vereador Márcio Schirlo, que não assinou e se posiciona contrário à  proposta, acredita que a redução diminui a representatividade dos bairros da cidade na Câmara Municipal. Ele lembrou que na última discussão da matéria também se posicionou contrário à  medida.

Em 2013 os vereadores rejeitaram projeto que reduzia de 23 para 15 vereadores. Na época, uma emenda propunha 19 cadeiras, mas sequer foi analisada devido à  rejeição do projeto. O aumento no número de cadeiras foi aprovado em 2011, passando de 15 na legislatura anterior para as 23 cadeiras atuais.

Leia mais