27 de março de 2014
por Esmael Morais
37 Comentários

Ibope: aprovação do governo Dilma despenca 7 pontos; Lula vem aí?

com Brasil 247 O índice de aprovação ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT) caiu para 36%, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira 27 pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que encomendou o levantamento ao Ibope.

Em dezembro passado, 43% dos entrevistados aprovavam a gestão da petista, uma queda de sete pontos percentuais. A mostra revela a avaliação da população brasileira em relação ao governo da presidente e a atuação de Dilma Rousseff.

A aprovação à  maneira de governar da presidente também caiu, de 56% para 51%, assim como o índice de confiança em Dilma Rousseff, de 52% para 48% – uma queda no limite da margem de erro.

A forte queda na aprovação de Dilma, com certeza, reanimará o movimento dentro do PT pelo “Volta, Lula”.

Abaixo, notícia da Reuters sobre a pesquisa:

Aprovação do governo Dilma tem primeira queda desde julho, diz CNI/Ibope

BRASàLIA, 27 Mar (Reuters) – A aprovação do governo da presidente Dilma Rousseff caiu 7 pontos percentuais em março, na primeira queda desde julho do ano passado, mostrou pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira.

O percentual dos que consideram o governo Dilma ótimo ou bom caiu para 36 por cento em março, ante 43 por cento em novembro do ano passado.

A aprovação pessoal de Dilma e a confiança na presidente também registraram a primeira queda desde julho de 2013, após a onda de manifestações que tomou as ruas do país, mostrou a pesquisa encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O percentual dos que avaliam o governo como ruim ou péssimo subiu para 27 por cento, ante 20 por cento em novembro. Os que consideram o governo regular ficou em 36 por cento, ante 35 por cento.

O levantamento apontou ainda que 48 por cento dos entrevistados confiam na presidente, contra 52 por cento na pesquisa anterior.

A aprovação pessoal de Dilma ficou em 51 por cento, ante 56 por cento em novembro, ao passo que os que desaprovam a presidente somam agora 43 por cento, contra 36 por cento.

De acordo com o CNI/Ibope, em todas as áreas do governo pesquisadas houve piora na Leia mais