27 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Força Sindical pede fim de privilégio bilionário para o Sistema S

Força Sindical pede fim de privilégio bilionário para o Sistema S

A reforma trabalhista acabou com a contribuição sindical compulsória para entidades de trabalhadores, mas manteve intacta a arrecadação de R$ 20 bilhões para as patronais ligadas ao Sistema S. E é contra este privilégio que a Força Sindical se insurgiu nesta sexta-feira (27). ... 

Leia mais

14 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

‘Ministros do STF que recebem auxílio-moradia burlam a norma constitucional’, diz Requião

O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou em seu relatório provisório que põe “fim” ao auxílio-moradia, nesta quarta (14), que ministros do STF têm burlado permanentemente a normal constitucional para receber o benefício de R$ 4,3 mil por mês. ... 

Leia mais

9 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
3 Comentários

Requião será relator do fim do auxílio-moradia de R$ 4,3 mil para o judiciário

O senador Roberto Requião (MDB-PR) será o relator no Senado do fim do auxílio-moradia de R$ 4,3 mil para juízes, procuradores, promotores, conselheiros de contas, dentre outros servidores com carreira no Estado. O Blog do Esmael apurou que o parlamentar será ‘tão duro’ no relatório ‘quanto o juiz Sérgio Moro na lava jato.’ ... 

Leia mais

6 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
10 Comentários

Mídia pressiona “pai do auxílio-moradia” pela punição de Lula no TSE

A Folha prevê o “endurecimento” de Luiz Fux, novo presidente do TSE, na aplicação da Lei da Ficha Limpa. Na prática, o jornalão afirma que o “pai do auxílio-moradia” vai deixar inelegível o ex-presidente Lula. ... 

Leia mais

6 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
11 Comentários

O privilégio do auxílio-moradia é verdadeiro, mas o debate é falso

Concedi entrevista na manhã desta terça-feira (6) para Wellington Calasans e Romulus Maya, do programa Duplo Expresso, n’O Cafezinho. A eles, que estão baseados na Suécia e na Suíça, respectivamente, eu disse que o privilégio do auxílio-moradia é verdadeiro, mas o debate é fake (falso) porque se trata de chantagem da velha mídia para mostrar ao judiciário que manda na relação. ... 

Leia mais

5 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
23 Comentários

‘Eles não têm auxílio-moradia’

“Sem auxílio-moradia, sem emprego e sem apoio fraterno de uma sociedade egoísta”, escreveu esta noite (5) o senador Roberto Requião (MDB-PR), ao legendar uma foto de vários moradores em situação de rua dormindo debaixo de uma marquise. ... 

Leia mais

5 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
37 Comentários

A reforma da previdência subiu no telhado, reconhece Rodrigo Maia

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) reconhece que a reforma da previdência dançou, subiu no telhado, pois o governo Michel Temer não tem votos suficientes para votar a matéria na volta do recesso parlamentar. Para aprovar o fim das aposentadorias são necessários 308 votos na Câmara. Pelas contas, o Palácio do Planalto consegue reunir no máximo 240. ... 

Leia mais

2 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
40 Comentários

Temer não consegue provar que está vivo e tem aposentadoria de R$ 45 mil suspensa

Michel Temer não conseguiu provar que está vivo — por falta de tempo, segundo ele — e por isso teve suspensa uma das aposentadorias a que tem direito, a de governador de São Paulo, no valor de R$ 45 mil mensais. Ele também se aposentou aos 55 anos, com salário de R$ 33 mil mensais, como procurador do Estado de São Paulo. ... 

Leia mais

29 de novembro de 2013
por Esmael Morais
36 Comentários

Barbosa concede a Jefferson privilégio negado a Genoino. Por quê?

do Brasil 247O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, deu a Roberto Jefferson, delator do chamado “mensalão”, um benefício não concedido a José Genoino. Antes de decidir se ele irá ou não para a prisão, uma junta médica irá examiná-lo. Leia abaixo o noticiário da Agência Brasil:

André Richter
Repórter da Agência Brasil

Brasília !“ O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, determinou hoje (29) que uma junta médica avalie o estado de saúde do presidente licenciado do PTB, Roberto Jefferson. Ele foi condenado a sete anos e 14 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em regime semiaberto, na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Uma junta médica do Instituto Nacional do Câncer, do Rio de Janeiro, deve ser composta em 24 horas. Segundo Barbosa, os médicos deverão esclarecer se Jefferson pode cumprir a pena em uma penitenciária ou deve cumprir prisão domiciliar. No ano passado, Jefferson passou por cirurgia para a retirada de um tumor no pâncreas.

Segundo Barbosa, o regime domiciliar pode ser concedido ao condenado, mas ele deverá provar a gravidade da doença. Considerando o relatório médico apresentado pelo sentenciado nos embargos de declaração, que dá conta de tratamento por neoplasia maligna da cabeça do pâncreas!, à  qual se seguiram incremento de deficiência nutricional crônica de que era portador! e episódios intermitentes de febre aferida!, mostra-se condizente com as finalidades da execução penal o pronto exame do pedido feito pelo sentenciado Roberto Jefferson, antes de da Leia mais