Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

22 de setembro de 2015
por admin
29 Comentários

Surge frente suprapartidária contra venda da Copel e Sanepar

Um artigo maroto inserido nas entrelinhas no “pacotaço” enviado pelo governador Beto Richa (PSDB) à Assembleia Legislativa, que prevê a venda de ações da Copel e da Sanepar, fez com que deputados de diferentes partidos se reunissem esta semana com representantes de sindicatos e movimentos sociais. Eles lançaram a Frente Parlamentar em Defesa em Defesa das Empresas Públicas paranaenses.

A reunião organizada pelo deputado Requião Filho (PMDB) trouxe à tona uma série de denúncias de má gestão nas empresas, além de maquiagens nos resultados como forma de justificar suas privatizações e a necessidade de uso destes recursos para ajudar a cobrir o rombo nas contas do Estado. O dinheiro arrecadado com a venda dos ativos das estatais seriam para engordar o Caixa Único (CU) do governo do estado.

Os deputados presentes lembraram que o Secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, chegou a anunciar pela imprensa tal intenção do governo estadual no mês de maio, mas foi desmentido logo depois pelo próprio governador, após grande polêmica se formar naquele momento.

“Agora o assunto volta à pauta, escondido nas entrelinhas de um projeto que reúne 14 medidas diferentes umas das outras, num único pacote de maldades, recheado de pegadinhas. Não vamos deixar que isto aconteça e comprometer ainda mais o bolso e o patrimônio dos paranaenses”, protestou Requião Filho.

Representantes dos sindicatos e entidades presentes e anunciaram a realização de um manifesto público no próximo dia 3 de outubro, em todo estado, para mobilizar a população. Já o polêmico Projeto de Lei 662/2015 deve entrar em votação nas próximas sessões, porém já recebeu emendas e teve alguns artigos retirados.

“Eles falaram que iriam retirar este artigo referente à venda das ações das empresas públicas, mas a gente pode esperar que volte a qualquer momento. Este é um governo sem palavra e precisamos estar preparados”, acrescentou o deputado.

Estiveram presentes na reunião: o deputado federal João Arruda (PMDB); e os deputados estaduais: Requião Filho (PMDB), Tadeu Veneri (PT), Evandro Araújo (PSC), Márcio Pacheco (PPL), Tercílio Turini (PPS), Ademir Bier (PMDB), Palozi (PSC) e Nelson Luersen (PDT). Além de representantes da CUT, Fetraf-PR, Fetec-PR, Sindaen, STEEM, Sinel, Sinefi, Sintec e Senge.

4 de setembro de 2015
por esmael
8 Comentários

“Pacote de Maldades 3” do governo Beto Richa prevê maracutaia de R$ 6 bilhões com recebíveis

richa_recebiveisRecentemente, estupefato, o site Livre.Jor anotou que o governo do Paraná criara uma nova empresa denominada Companhia Paranaense de Securitização (PRSEC). Dentre os sócios consta Mauro Ricardo Costa, secretário Estado da Fazenda, interventor nacional do PSDB nas finanças do estado, cujo currículo invejaria até Al Capone. Leia mais

20 de maio de 2015
por esmael
21 Comentários

Copel despenca 17 posições no ranking de continuidade do serviço, diz Aneel

richa_copelA Copel Distribuição perdeu 17 posições no ranking nacional de continuidade do serviço. A empresa paranaense estava na quinta posição, em 2011, e apareceu na vergonhosa 22ª posição no ano passado, conforme nota técnica da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Em 2011, a empresa tinha registrado os menores índices de desligamentos não programados em toda a sua história.

A piora do desempenho no ranking que mede a qualidade de distribuição de energia coincide com terceirizações de mão de obra na Copel e aumento na tarifa e rateio de lucros entre os sócios privados.

A Copel voltou ser notícia nacional esta semana por conta de declaração “supersincera” do secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, segunda qual o governo do Paraná pretende vender fatias da energética e da Sanepar – a companhia de água e esgoto do estado.

20 de maio de 2015
por esmael
20 Comentários

Deputados governistas reunidos com o ‘Comitê Anticrise’ de Beto Richa

mauro_appO anúncio do apoio da bancada do PSC de Ratinho Júnior, a maior da Assembleia Legislativa, feita ontem (19) pelo líder Hussein Bakri, ao índice de 8,17% de reajuste na data-base dos servidores públicos do Paraná acendeu a luz vermelha no governo Beto Richa (PSDB).

Diante da iminente derrota no parlamento, o tucanato convocou às pressas dos deputados governistas ao ‘Comitê Anticrise’, que funciona no Palácio das Araucárias. Desde as 9 horas de hoje (20), os deputados encostam contra a parede o secretário da Fazenda Mauro Ricardo Costa.