26 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
33 Comentários

‘Investigações de Sérgio Moro alavancam desemprego no país’, aponta lobby das empreiteiras

moro_desemprego_empreiteiros.jpgA taxa de desemprego no país, no mês de janeiro, bateu a casa dos 5,3%. Não é pouca coisa, pois é o maior patamar registrado em dois anos (desde setembro de 2013). O lobby das empreiteiras, sobretudo as investigadas pelo juiz paranaense Sérgio Moro, atribui à  Operação Lava Jato a decadência dos postos de trabalho.

Os estrategistas dos empreiteiros presos pela Lava Jato disseminam a ideia de que a economia será devastada pela falência de empresas investigadas, tais como as gigantes Engevix, Camargo Correia, Mendes Júnior, UTC, Odebrecht, dentre outras.

Esse lobby também vende a tese segundo qual, além da eliminação de empregos, a inadimplência das construtoras atingirá em breve o sistema financeiro.

Será que o juiz Sérgio Moro é realmente o culpado pelo crescimento do desemprego no país? Há, como diz o lobby dos empreiteiros, uma sacralização do magistrado pela mídia?

Acerca do desemprego Leia mais

26 de setembro de 2013
por Esmael Morais
2 Comentários

Pleno emprego no Brasil: taxa cai para 5,3% em agosto

da Agência BrasilA taxa de desemprego caiu para 5,3% em agosto deste ano, depois de ficar em 5,6% em julho. Em relação a agosto de 2012, no entanto, a taxa manteve-se estável. O dado foi divulgado hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em sua Pesquisa Mensal de Emprego (PME). à‰ a menor taxa desde dezembro, que havia sido 4,6%.

Segundo o IBGE, a população desocupada caiu 6% em relação a julho, alcançando 1,3 milhão de pessoas nas seis regiões metropolitanas pesquisadas. Já a população ocupada manteve-se estável em 23,2 milhões de pessoas, o que mostra que não houve aumento na geração de postos de trabalho entre os dois meses. Em relação a agosto de 2012, no entanto, foram criados 273 mil empregos.

O número de trabalhadores com carteira assinada ficou em 11,7 milhões, o mesmo de julho, e 3,1% maior do que agosto do ano passado.

Leia mais