1 de maio de 2016
por admin
5 Comentários

Salário mínimo e CLT em risco

minimo

Enquanto o salário mínimo regional é novamente reajustado, seguindo a política de valorização, o salário mínimo nacional e os direitos trabalhistas estão em risco com a possibilidade de Michel Temer (PMDB) assumir a Presidência da República. É o que diz o deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PSB), em sua coluna semanal excepcionalmente publicada neste domingo, 1º de Maio. Romanelli foi secretário do Trabalho e até hoje lidera a iniciativa de valorização do piso regional. Leia e ouça a seguir.  Leia mais

4 de maio de 2015
por Esmael Morais
65 Comentários

Coluna do Luiz Cláudio Romanelli: Salário mínimo regional como instrumento de inclusão social

romanelli_ctpLuiz Cláudio Romanelli*

O novo piso do salário mínimo regional, que entrou em vigor no dia 1º de maio, vai ampliar o poder aquisitivo dos trabalhadores, aumentar o consumo e induzir o crescimento da economia paranaense. O piso do salário mínimo regional do Paraná é o maior do país, e contempla quatro categorias de trabalhadores que vão receber os valores de R$ 1.032,02 (agropecuária), R$ 1.070,33 (domésticos, comércio e serviços), R$ 1.111,04 (atividades industriais) e R$ 1.192,45 ( técnicos de nível médio).

Os critérios para o reajuste foram definidos pela Lei 18.059/2014 – que fixa os valores do Piso Salarial do Estado do Paraná e sua Política de valorização – assegurando para 2015, um ganho real para os trabalhadores. O aumento do piso regional no Paraná foi de 8,8%.

O percentual de aumento concedido neste ano é fruto de uma política bienal, 2014/2015, e, portanto, serve de referência para reajustes de outras categorias de trabalhadores. O piso regional é um instrumento para regulamentar o salário de categorias profissionais que não têm convenção ou acordo coletivo de trabalho, ou seja, para os que não estão protegidos por sindicatos que os representem em negociações. Leia mais