12 de Março de 2014
por esmael
14 Comentários

“Comunismo padrão Fifa”: ex-líder de movimento estudantil assume como deputada no Chile

do Brasil 247

Musa chilena, a comunista Camila Vallejo assumiu na manhã desta terça-feira o cargo de no Congresso e se converteu na representante mais jovem da Câmara; ela integrará a Comissão de Educação; em passagem no ano passado por Santiago, o ex-presidente Lula disse que ela  representa um novo pensamento para a política latino-americana.

Musa chilena, a comunista Camila Vallejo assumiu na manhã desta terça-feira o cargo de no Congresso e se converteu na representante mais jovem da Câmara; ela integrará a Comissão de Educação; em passagem no ano passado por Santiago, o ex-presidente Lula disse que ela representa um novo pensamento para a política latino-americana.

Musa chilena e ex-líder de movimentos estudantis, a comunista Camila Vallejo assumiu na manhã desta terça-feira o cargo de deputada no Congresso do Chile e se converteu na representante mais jovem da Câmara. Leia mais

21 de dezembro de 2013
por esmael
16 Comentários

Coluna do Ricardo Gomyde: “No país da Copa, educação e saúde avançam para o padrão Fifa”

Ricardo Gomyde, em sua coluna derradeira do ano, neste sábado, desmistifica com números suposto ônus! que a Copa do Mundo estaria acarretando aos brasileiros; segundo o diretor de Futebol do Ministério do Esporte, a educação e a saúde no país da Copa avança a passos largos para o padrão Fifa!, como pediram os manifestantes nas jornadas de junho de 2013; Investimentos da União em educação quase triplicaram e os destinados à  saúde mais que dobraram. A educação recebeu R$ 311,6 bilhões. A saúde, R$ 447 bilhões!, revela com exclusividade o colunista; Gomyde vai mais além: o país do futebol para gerar 3,6 milhões de empregos !“ o equivalente a população inteira do vizinho Uruguai; à‰ muito grande o legado que a Copa deixará ao Brasil!; diz; leia o texto.

Ricardo Gomyde, em sua coluna derradeira do ano, neste sábado, desmistifica com números suposto ônus! que a Copa do Mundo estaria acarretando aos brasileiros; segundo o diretor de Futebol do Ministério do Esporte, a educação e a saúde no país da Copa avança a passos largos para o padrão Fifa!, como pediram os manifestantes nas jornadas de junho de 2013; Investimentos da União em educação quase triplicaram e os destinados à  saúde mais que dobraram. A educação recebeu R$ 311,6 bilhões. A saúde, R$ 447 bilhões!, revela com exclusividade o colunista; Gomyde vai mais além: o país do futebol para gerar 3,6 milhões de empregos !“ o equivalente a população inteira do vizinho Uruguai; à‰ muito grande o legado que a Copa deixará ao Brasil!; diz; leia o texto.

por Ricardo Gomyde*

O país-sede nem sempre, como já vimos, vence a Copa do Mundo dentro do campo. Mas uma coisa é certa: a população festeja um desenvolvimento que deixa em seu rastro um legado incomensurável. O megaevento esportivo mais cobiçado e acompanhado do planeta é um motor de progresso e farol de projeção geopolítica. Leia mais