30 de setembro de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Lula, a voz da experiência: “Essa é a semana da mentira na imprensa”

do Brasil 247
Durante ato do PT em São Paulo, ao lado da presidente Dilma Rousseff e do candidato petista ao governo do Estado, Alexandre Padilha, o ex-presidente Lula fez um alerta aos eleitores:

“Essa semana agora é a semana das mentiras. Vocês vão ver quantas mentiras vão ser contadas na imprensa. Vocês não têm que acreditar porque todas as vezes que aparece um candidato que tenta fazer as coisas para o povo mais humilde, ele é achincalhado pela elite brasileira que não quer que a gente faça”, afirmou.

Acompanhado por uma plateia de cerca de 10 mil militantes, ele também rechaçou as comparações com a presidenciável Marina Silva (PSB), que foi ministra do Meio Ambiente durante o seu governo.

“As pessoas dizem que a Marina é tão parecida com o Lula, tão amiga do Lula, é fundadora do PT e por que o Lula não está apoiando ela? Eu estou apoiando a Dilma e fiz a Dilma minha sucessora porque é como chamar alguém para ser padrinho dos nossos filhos. Quando vai escolher padrinho é alguém que na nossa ausência essa pessoa possa tomar conta dos nossos filhos. Quando escolhi a Dilma foi pela competência”, completou.

Leia mais

30 de janeiro de 2014
por Esmael Morais
6 Comentários

Dilma confirma Mercadante e saída de Gleisi da Casa Civil

com informações do o Blog do Planalto
A presidenta Dilma Rousseff anunciou, nesta quinta-feira (30), a saída dos ministros da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e da Saúde, Alexandre Padilha. A transmissão de cargos ocorrerá na segunda-feira, dia 3, à s 11 horas, no Palácio do Planalto.

Gleisi se afastará da Casa Civil para dedicar-se à  campanha pelo governo do Paraná e Padilha também vai disputar o governo de São Paulo. A ministra retornar ao Senado na terça, dia 4.

Confira a íntegra da nota:

NOTA OFICIAL

A presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje mudanças no seu ministério. A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, deixarão seus cargos.

Para a chefia da Casa Civil, a presidenta indicou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. O novo ministro da Saúde será o médico Arthur Chioro. O novo ministro da Educação será José Henrique Paim Fernandes, atual secretário-executivo do Ministério.

A posse dos novos ministros será na segunda-feira, à s 11 horas, no Palácio do Planalto. As transmissões ocorrerão nos seus respectivos ministérios na segunda-feira à  tarde.

Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Leia mais

30 de janeiro de 2014
por Esmael Morais
8 Comentários

Candidata ao governo do PR, Gleisi Hoffmann deixa Casa Civil na segunda

do Brasil 247

Apenas dois nomes são dados como certos até agora; saída oficial de Alexandre Padilha, do Ministério da Saúde, foi adiada por pronunciamento; titular da pasta e pré-candidato ao governo de São Paulo entrou em cadeia nacional na noite desta quarta-feira para informar início da vacinação contra HPV; posse de Arthur Chioro está agendada para a próxima semana; na Casa Civil, Aloizio Mercadante assume no lugar de Gleisi Hoffmann, pré-candidata ao governo do Paraná.

Apenas dois nomes são dados como certos até agora; saída oficial de Alexandre Padilha, do Ministério da Saúde, foi adiada por pronunciamento; titular da pasta e pré-candidato ao governo de São Paulo entrou em cadeia nacional na noite desta quarta-feira para informar início da vacinação contra HPV; posse de Arthur Chioro está agendada para a próxima semana; na Casa Civil, Aloizio Mercadante assume no lugar de Gleisi Hoffmann, pré-candidata ao governo do Paraná.

A aguardada reforma ministerial pode ser anunciada oficialmente nesta quinta-feira. Apenas dois nomes foram confirmados até agora e as posses foram agendadas para a próxima segunda-feira: Aloizio Mercadante, na Casa Civil, no lugar de Gleisi Hoffmann, pré-candidata ao governo do Paraná; e Arthur Chioro, na Saúde, no lugar de Alexandre Padilha, candidato do PT ao governo de São Paulo. ... 

Leia mais

18 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
7 Comentários

Dilma só vai liberar Gleisi e Padilha na reforma ministerial de março

da Agência Brasil

Este blog registrou com exclusividade em 24 de outubro que Dilma Rousseff faria substituições estratégicas em seu ministério somente em março; com vistas ao pleito de 2014, a presidente confirmou hoje, em entrevista no Palácio do Planalto, que a reforma ministerial começará na metade de janeiro, ocupará fevereiro e avançará em março em decorrência das candidaturas dos ministros nos estados; Vou fazer a reforma ministerial e vai ter um período. Pretendo fazer da segunda metade de janeiro até o carnaval", disse; devem deixar o governo, na última etapa da reforma, Alexandre Padilha (Saúde) para disputar o governo de São Paulo; Fernando Pimentel (Desenvolvimento), que se candidata em Minas; e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), no Paraná.

Este blog registrou com exclusividade em 24 de outubro que Dilma Rousseff faria substituições estratégicas em seu ministério somente em março; com vistas ao pleito de 2014, a presidente confirmou hoje, em entrevista no Palácio do Planalto, que a reforma ministerial começará na metade de janeiro, ocupará fevereiro e avançará em março em decorrência das candidaturas dos ministros nos estados; Vou fazer a reforma ministerial e vai ter um período. Pretendo fazer da segunda metade de janeiro até o carnaval”, disse; devem deixar o governo, na última etapa da reforma, Alexandre Padilha (Saúde) para disputar o governo de São Paulo; Fernando Pimentel (Desenvolvimento), que se candidata em Minas; e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), no Paraná.

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (18) que a reforma ministerial do governo vai começar na segunda metade de janeiro. A substituição de ministros estará concluída até o carnaval, em março, segundo a presidenta. Vários ministros da equipe de Dilma que pretendem se candidatar nas eleições de outubro de 2014 devem deixar o governo e ser substituídos. ... 

Leia mais

5 de novembro de 2013
por Esmael Morais
3 Comentários

Dilma confirma reforma ministerial em dezembro

Ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), candidatos aos governos de São Paulo e Paraná, respectivamente, deverão deixar os cargos em dezembro; recado foi dado pela presidenta Dilma no último sábado (2).

Ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), candidatos aos governos de São Paulo e Paraná, respectivamente, deverão deixar os cargos em dezembro; recado foi dado pela presidenta Dilma no último sábado (2).

A presidenta Dilma Rousseff confirmou na reunião realizada no último sábado (2), em Brasília, a intenção de realizar reforma na equipe em dezembro próximo. O recado foi dado na reunião de sete horas, no Palácio da Alvorada, que contou com a presença de 15 ministros. ... 

Leia mais