31 de maio de 2014
por esmael
30 Comentários

Black Blocs planejam invadir Arena da Baixada no jogo Irã x Nigéria

O grupo de extrema-direita Black Blocs está organizando um novo protesto em Curitiba, no dia 16 de junho, durante a realização do jogo Irã x Nigéria, na Arena da Baixada, pela Copa do Mundo.

Os Black Blocs estão marcando a concentração para as 16 horas na Boca Maldita, centro nervoso da política na capital paranaense e local de concentração de históricas mobilizações democráticas como ‘Diretas Já’ e ‘impeachment de Collor’. Pelo Facebook (clique aqui), 1,6 mil pessoas confirmaram presença.

Pelas características violentas do movimento em todo o país, não está descartada uma marcha dos manifestantes anti-Copa até a Arena da Baixada.

Nunca é demais lembrar que os Black Blocs conseguiram em fevereiro deste ano um cadáver: o cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, atingido por um rojão na cabeça enquanto fazia a cobertura de um protesto contra o aumento da passagem de ônibus no Rio (clique aqui).

O estádio do Clube Atlético Paraná (CAP) já foi alvo de tentativa de invasão em junho de 2013, durante as manifestações contra o aumento da tarifa do ônibus. Entretanto, naquela jornada, a torcida atleticana chamada ‘Os Fanáticos’ defendeu o patrimônio do time e pôs os Black Blocs para correr (clique aqui).

A seguir, leia a íntegra do manifesto lançado pelo grupo extrema-direita Black Blocs, divulgado no Facebook:

Neste ano, o Brasil receberá a Copa do Mundo da FIFA, mas a população – que em momento algum foi consultada – é quem vai pagar por isso. E se engana quem pensa que pagaremos apenas com o nosso dinheiro: milhares de famílias foram despejadas de suas casas, direitos constitucionais foram silenciados pela Lei Geral da Copa e outras imposições da FIFA e até mesmo nove vidas foram tiradas nas obras de estádios que sediarão jogos do campeonato (três em São Paulo, quatro em Manaus, uma em Brasília e uma em Cuiabá).

Este é um momento decisivo para o povo: Ou somos coniventes ou somos combatentes quanto à  Copa do Mundo no Brasil. Ou nos opomos à s remoções forçadas, à  violação de direitos humanos e civis, à  criação de projetos de leis que impõe uma mordaça na população, ao desvio de capital, ao superfaturamento de obras, à  utilização da máquina de segurança pública para fins truculentos e repressivos, ao repasse de dinheiro público à  iniciativa privada, à  consagração da segregação e da política de higienização pública das grandes cidades, à  prostituição infantil e a tantos outros abusos; ou colaboramos com o financiamento de tudo isso, garantindo o lucro bilionário da FIFA e de seus patrocinadores.

Se posicionar contra a Copa é se posicionar contra a influência do poder econômico nas decisões políticas, que deveriam levar em consideração, antes de mais nada, os interesses do povo. à‰ instruir a população a uma democracia de verdade, direta e participativa, na qual todos também governam e não são governados por supostos representantes.

O Brasil não precisa de uma Copa do Mundo e muito menos de tanto dinheiro Leia mais

3 de maio de 2014
por esmael
21 Comentários

Black Blocs saem à s ruas no dia que Curitiba recebe taça da Fifa; assista ao vivo

Movimento "Não Vai Ter Copa", originado com os Black Blocs, volta à s ruas de Curitiba neste sábado (3) contra a Copa do Mundo; protesto transmitido ao vivo pelo Blog do Esmael mostra insatisfação do grupo ligado ao PSOL, PSTU, DEM e PSDB com os jogos na Arena da Baixada; hoje, também na capital paranaense, o troféu da Fifa permanece em exposição até as 21 horas no Park Shopping Barigui; assista ao vivo a manifestação.

Movimento “Não Vai Ter Copa”, originado com os Black Blocs, volta à s ruas de Curitiba neste sábado (3) contra a Copa do Mundo; protesto transmitido ao vivo pelo Blog do Esmael mostra insatisfação do grupo ligado ao PSOL, PSTU, DEM e PSDB com os jogos na Arena da Baixada; hoje, também na capital paranaense, o troféu da Fifa permanece em exposição até as 21 horas no Park Shopping Barigui; assista ao vivo a manifestação.

O Blog do Esmael transmite ao vivo, direto do Centro de Curitiba, protesto dos Black Blocs contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. O movimento rebatizado como “Não Vai Ter Copa” tem simpatia do PSOL, PSTU, DEM e PSDB. ... 

Leia mais

2 de maio de 2014
por esmael
28 Comentários

Black Blocs testam neste sábado, em Curitiba, segurança da Arena da Baixada com protesto contra a Copa

Os Black Blocs curitibanos prometem "tentar a sorte" com protesto neste sábado (3), a partir das 17 horas, contra a realização da Copa na Arena da Baixada;  movimento rebatizado de "Não Vai Ter Copa" agora mira no presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, a quem acusa de conivência com desapropriações forçadas pela Lei Geral da Copa e pelo dinheiro público "exorbitante" utilizado para a construção da Arena da Baixada; será que os BlacK Blocs perderam o medo e o respeito pela torcida organizada Os Fanáticos!?

Os Black Blocs curitibanos prometem “tentar a sorte” com protesto neste sábado (3), a partir das 17 horas, contra a realização da Copa na Arena da Baixada; movimento rebatizado de “Não Vai Ter Copa” agora mira no presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, a quem acusa de conivência com desapropriações forçadas pela Lei Geral da Copa e pelo dinheiro público “exorbitante” utilizado para a construção da Arena da Baixada; será que os BlacK Blocs perderam o medo e o respeito pela torcida organizada Os Fanáticos!?

O movimento “Black Bloc” promete voltar à s ruas amanhã, sábado (3), em Curitiba, para testar a eficiência da segurança na Arena da Baixada. Repaginado e rebatizado como “Não Vai Ter Copa”, os manifestantes miram agora no presidente do Clube Atlético Paranaense (CAP), Marcio Celso Petraglia, que teria sido conivente com desapropriações forçadas pela Lei Geral da Copa e pelo dinheiro público “exorbitante” utilizado para a construção da Arena da Baixada. ... 

Leia mais