Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

17 de setembro de 2015
por esmael
13 Comentários

Osmar Dias inicia sábado pelo Sudoeste caminhada rumo a 2018

osmar_cartilha13.jpgO vice-presidente do Banco do Brasil, Osmar Dias, presidente estadual licenciado do PDT, escolheu o município de Francisco Beltrão, região Sudoeste, para neste sábado (19) dar a largada rumo ao Palácio Iguaçu. Leia mais

30 de março de 2015
por esmael
10 Comentários

Oposição consegue mais uma assinatura para a CPI da Receita

“De grão em grão a galinha enche o papo”, disse nesta segunda-feira (30) o deputado Requião Filho, vice-líder do PMDB, ao comemorar mais uma assinatura em apoio à criação de uma comissão de investigação da corrupção na Receita Estadual de Londrina.

O deputado Nelson Luersen, líder do PDT, é o dono da nona assinatura favorável à investigação dos escândalos no órgão de gestão fiscal do estado. Estima-se que os prejuízos ao erário cheguem a R$ 1 bilhão, em virtude da ação da quadrilha na Receita.

Segundo o autor da proposta da CPI, Requião Filho, até quarta-feira mais dois parlamentares vão anunciar apoio às investigações de corrupção. Ele não quis antecipar os nomes, mas a proposta de comissão de inquérito começará a Páscoa com 11 assinaturas.

O deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), líder do governo na Assembleia, luta no outro polo contra a CPI da Receita Estadual. “Pela minha experiência parlamentar, eu confio mais no Gaeco do que numa CPI”, desconversou o governista.

Para o líder do PMDB, Nereu Moura, é uma vergonha a Assembleia seguir a reboque da imprensa que todos os dias veicula mais escândalos acerca de corrupção no governo estadual. O deputado se referiu às recentes notícias sobre as digitais do primo do governador, o lobista Luiz Abi Antoun, na arrecadação de dinheiro para a campanha de Richa (clique aqui).

Ao falar sobre a necessidade da CPI da Receita, Requião Filho ainda fustigou a fila com seis CPIs laranjas. Ele disse que só faz sentido a “CPI da Violência contra a Mulher” se houver investigação os crimes contra meninas vítimas de pedofilia em Londrina.

“Vamos trazer à Casa as vítimas do fotógrafo tatuado. Vamos perguntar quem abusou delas em Londrina”, sugeriu o vice-líder peemedebista.

Assista ao vídeo com o discurso de Requião Filho:

7 de fevereiro de 2015
por esmael
28 Comentários

Deputado Luersen, líder do PDT: “Sou contra o pacotaço de Beto Richa”

Nelson Luersen, líder do PDT, afirmou ao Blog do Esmael que já está trabalhado para fechar questão na bancada favorável aos direitos dos trabalhadores. "Sou contra o pacotaço de Beto Richa e contra a extinção do Fundo de Previdência", disse neste sábado (7).

Nelson Luersen, líder do PDT, afirmou ao Blog do Esmael que já está trabalhado para fechar questão na bancada favorável aos direitos dos trabalhadores. “Sou contra o pacotaço de Beto Richa e contra a extinção do Fundo de Previdência”, disse neste sábado (7).

O deputado estadual Nelson Luersen, líder do PDT na Assembleia Legislativa do Paraná, nesta tarde (7), em contato com o Blog do Esmael, assegurou que vai lutar para que a bancada do partido derrube na segunda-feira (9) o pacote de maldades do governador Beto Richa (PSDB). Leia mais

15 de abril de 2014
por esmael
29 Comentários

Apagões no governo Richa fizeram Copel despencar 11 posições no ranking nacional da ANEEL

O deputado estadual Nelson Luersen (PDT), nesta terça (15), subiu à  tribuna da Assembleia para denunciar sistemáticos apagões durante o governo Beto Richa (PSDB). Segundo o parlamentar, a Companhia Paranaense de Energia (Copel), outrora a melhor empresa de energia do país, perdeu onze posições em ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Em 2012, na Nota Técnica n!º 0054, de 25 de abril, a Copel ocupava a 5!ª posição no mesmo ranking de eficiência na das Concessionárias de Distribuição de Energia Elétrica do Brasil.

A energética registrou lucro líquido de R$ 1,072 bilhão em 2013, alta de 53,0% sobre o lucro líquido de R$ 700,688 milhões de 2012. O diabo é que a apropriação do resultado tem sido cada vez mais privado ao invés de investido na melhoria dos serviços. Por isso a decadência e os apagões constantes.

A Copel vem deixando a desejar com apagões constantes, cortes de energia e falta de pessoal para reestabelecer a distribuição normal de energia!, denunciou o pedetista, alarmado com a queda brusca em apenas um ano.

Luersen disse que há mais de um ano vem pedindo a elaboração de uma Política de Eletrificação Rural no Paraná.

Em recente discurso em plenário, Luersen lembrou que o setor rural tem enfrentado prejuízos por conta dos apagões que chegam durar 14 horas no Sudoeste, região dependente de energia em virtude da avicultura.

No Litoral, não são raros os casos de falta de energia em temporada.

O deputado do PDT também ressaltou que a estatal energética desmontou o acervo técnico ao estimular a terceirização e o programa de demissão voluntário.

“O incentivo à  aposentadoria dos atuais quadros funcionais para reduzir despesas, corte de benefícios aos servidores com a retirada de horas extras e a redução de investimentos nas linhas de distribuição de energia de todo o Paraná” contribuíram para que a Copel despencasse no ranking nacional.

28 de março de 2014
por esmael
14 Comentários

E agora, CPI do Pedágio vai indiciar políticos que receberam dinheiro para campanhas eleitorais?

Deputado Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, cuja comissão terá a dura missão de ajudar produzir relatório final nos próximos dias, tem fato novo:  MPF afirma que políticos receberam dinheiro das concessionárias, dentre os quais Valdir Rossoni, que chegou arquivar requerimento de investigação; de 1998 para cá, ainda segundo os promotores de Justiça, obras previstas em contratos não foram realizadas; terá coragem a CPI do Pedágio de indiciar os políticos acima ou assumirá seu papel de laranja?

Deputado Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, cuja comissão terá a dura missão de ajudar produzir relatório final nos próximos dias, tem fato novo: MPF afirma que políticos receberam dinheiro das concessionárias, dentre os quais Valdir Rossoni, que chegou arquivar requerimento de investigação; de 1998 para cá, ainda segundo os promotores de Justiça, obras previstas em contratos não foram realizadas; terá coragem a CPI do Pedágio de indiciar os políticos acima ou assumirá seu papel de laranja?

Certa feita o deputado Cleiton Kielse (PMDB), da tribuna, denunciou que havia uma forte bancada atuando pelos interesses do pedágio na Assembleia Legislativa do Paraná. A turma do deixa-disso entrou em ação e colocou “panos quentes” na grave acusação. Leia mais

19 de fevereiro de 2014
por esmael
20 Comentários

Osmar Dias define dia 15 de março candidatura ao governo do Paraná

Lideranças pedetistas sonham reeditar campanha de 2010 com candidatura de Osmar Dias; atual vice-presidente do Banco do Brasil pediu ao PDT até o dia 15 de março para definir-se; caso refugue a disputa, o ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald, garante que topa o desafio; deputado Nelson Luersen não vê o "sumiço" de Osmar como problema; "Ele mergulhou no trabalho, deixou o Beto à  vontade, não atrapalhou em nada, portanto, se preservou. Mas agora é a vez dele", disse o parlamentar da sigla, o homem da CPI do Pedágio.

Lideranças pedetistas sonham reeditar campanha de 2010 com candidatura de Osmar Dias; atual vice-presidente do Banco do Brasil pediu ao PDT até o dia 15 de março para definir-se; caso refugue a disputa, o ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald, garante que topa o desafio; deputado Nelson Luersen não vê o “sumiço” de Osmar como problema; “Ele mergulhou no trabalho, deixou o Beto à  vontade, não atrapalhou em nada, portanto, se preservou. Mas agora é a vez dele”, disse o parlamentar da sigla, o homem da CPI do Pedágio.

O deputado estadual Nelson Luersen, do PDT, ao blog, afirmou nesta quarta (19) acreditar que o presidente licenciado do partido, Osmar Dias, atual vice-presidente do Banco do Brasil, aceitará o desafio de disputar o governo do Paraná pela terceira vez. Na primeira vez que concorreu ao Palácio Iguaçu, em 2006, contra o então governador Roberto Requião (PMDB), que buscava a reeleição, perdeu por apenas 10 mil votos. Em 2010, contra o atual governador Beto Richa (PSDB), fez 45,63% dos votos válidos. Leia mais

20 de novembro de 2013
por esmael
21 Comentários

CPI do Pedágio afrouxa o sutião de vez: ‘sem quebra de sigilos’

Xerifes da CPI do Pedágio não veem necessidade de quebrar sigilos das pedagiadoras, que, de acordo com estudo técnico do Crea, vêm roubando há 15 anos os usuários das rodovias privatizadas; no final deste ano, segundo um parlamentar ouvido pelo blog, haverá uma grande pizza para comemorar o resultado das "investigações"; script seria parecido com o de 1998, quando Lerner "baixou" a tarifa para reajustá-la depois de reeleito; para se dizer séria CPI precisaria colocar em seu relatório final a proposta de encampação da administração de suas estradas pelo Estado.

Xerifes da CPI do Pedágio não veem necessidade de quebrar sigilos das pedagiadoras, que, de acordo com estudo técnico do Crea, vêm roubando há 15 anos os usuários das rodovias privatizadas; no final deste ano, segundo um parlamentar ouvido pelo blog, haverá uma grande pizza para comemorar o resultado das “investigações”; script seria parecido com o de 1998, quando Lerner “baixou” a tarifa para reajustá-la depois de reeleito; para se dizer séria CPI precisaria colocar em seu relatório final a proposta de encampação da administração de suas estradas pelo Estado.

O presidente da CPI do Pedágio, deputado Nelson Luersen (PDT), afirmou que não vê motivos para pedir a quebra dos sigilos fiscal, telefônico e bancários das concessionárias que exploram 27 praças de pedágio nas rodovias do estado. Leia mais

4 de novembro de 2013
por esmael
18 Comentários

Lucro do pedágio faz inveja ao narcotráfico: “1000% em dez anos”, diz Nelson Luersen

Deputado Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, diz que o lucro da concessionária Econorte, na praça de Jacarezinho, no Norte Pioneiro,  aumentou 1000% entre 2002 e 2012; audiências públicas realizadas pela comissão de investigação da Assembleia Legislativa do Paraná, no interior do estado, ficou a impressão de que o lucro das concessionárias faz inveja ao narcotráfico; nesta terça (5), a partir das 9 horas, deputados vão tomar depoimento do empresário Evandro Viana, diretor para a Região Sul da Ecocataratas e superintendente da Ecovia.

Deputado Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, diz que o lucro da concessionária Econorte, na praça de Jacarezinho, no Norte Pioneiro, aumentou 1000% entre 2002 e 2012; audiências públicas realizadas pela comissão de investigação da Assembleia Legislativa do Paraná, no interior do estado, ficou a impressão de que o lucro das concessionárias faz inveja ao narcotráfico; nesta terça (5), a partir das 9 horas, deputados vão tomar depoimento do empresário Evandro Viana, diretor para a Região Sul da Ecocataratas e superintendente da Ecovia.

O presidente da CPI do Pedágio, Nelson Luersen (PDT), apresentou números que demonstram que na praça de pedágio de Jacarezinho, no Norte Pioneiro, o lucro da concessionária Econorte aumentou 1000% entre 2002 e 2012. Leia mais

1 de outubro de 2013
por esmael
22 Comentários

Lerner dá “olé” na CPI do Pedágio

Ex-governador Jaime Lerner deu "olé" nos membros da CPI do Pedágio nesta terça; "Não discordamos de se ter pedágio. O que discordamos é do preço abusivo do pedágio e das obras que não foram feitas", aliviou o deputado Nelson Luersen, presidente da comissão de investigação; concessionárias buscam novo acordo para reduzir tarifas em 10% e alongar contratos para mais 10 anos.

Ex-governador Jaime Lerner deu “olé” nos membros da CPI do Pedágio nesta terça; “Não discordamos de se ter pedágio. O que discordamos é do preço abusivo do pedágio e das obras que não foram feitas”, aliviou o deputado Nelson Luersen, presidente da comissão de investigação; concessionárias buscam novo acordo para reduzir tarifas em 10% e alongar contratos para mais 10 anos.

O ex-governador Jaime Lerner colocou no “bolso” os membros da CPI do Pedágio, nesta terça (1), durante depoimento como convidado na Assembleia Legislativa do Paraná. Leia mais

1 de outubro de 2013
por esmael
11 Comentários

Jaime Lerner depõe na CPI do Pedágio

Ex-governador Jaime Lerner, que instituiu a concessão das rodovias paranaenses, está depondo nesta terça na CPI do Pedágio na Assembleia Legislativa; comissão quer detalhes de aditivos nos contratos; parlamentares estudam sugerir que o Estado encampe as 27 praças de cobrança no Paraná. Foto: Aniele Nascimento/Agência de Notícias Gazeta do Povo e divulgação (praça de pedágio).

Ex-governador Jaime Lerner, que instituiu a concessão das rodovias paranaenses, está depondo nesta terça na CPI do Pedágio na Assembleia Legislativa; comissão quer detalhes de aditivos nos contratos; parlamentares estudam sugerir que o Estado encampe as 27 praças de cobrança no Paraná. Foto: Aniele Nascimento/Agência de Notícias Gazeta do Povo e divulgação (praça de pedágio).

O ex-governador Jaime Lerner está depondo na manhã desta terça (1) na CPI do Pedágio na Assembleia Legislativa do Paraná. Leia mais

30 de setembro de 2013
por esmael
14 Comentários

CPI do Pedágio acredita que Lerner vá depor amanhã. E você, o que acha disso?

Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, acredita que Jaime Lerner vai comparecer amanhã para depor na Assembleia sobre contratos com as concessionárias nas rodovias paranaenses; boa parte da frente política não acredita que o pai do pedágio! dará o ar da graça na comissão de investigação; e você, acredita que ex-governador sentará na cadeira da CPI?; opine.

Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, acredita que Jaime Lerner vai comparecer amanhã para depor na Assembleia sobre contratos com as concessionárias nas rodovias paranaenses; boa parte da frente política não acredita que o pai do pedágio! dará o ar da graça na comissão de investigação; e você, acredita que ex-governador sentará na cadeira da CPI?; opine.

O presidente da CPI do Pedágio, Nelson Luersen (PDT), acredita que o ex-governador Jaime Lerner comparecerá amanhã, dia 1!º, à s 9 horas, para depor na Assembleia Legislativa do Paraná sobre os contratos de concessão das rodovias paranaenses. Leia mais

26 de setembro de 2013
por esmael
11 Comentários

Presidente da CPI do Pedágio diz que documentos das concessionárias mostram lucros exorbitantes!

por Denise Mello, via portal Banda B
O presidente da CPI dos Pedágios, deputado Nelson Luersen (PDT), começou a analisar junto com técnicos os 150 quilos de documentos entregues pela Associação das Concessionárias de Pedágio na última sexta-feira (20). Os documentos, segundo as concessionárias, trazem respostas para 15 questões elaboradas pelos parlamentares em agosto, como balanços patrimoniais, orçamentos de obras, funcionários terceirizados e passagem de veículos por cancela, além dos contratos assinados com o governo do estado. E já nas primeiras análises, o presidente da CPI encontrou dados que, segundo ele, comprovam o lucro exorbitante das concessionárias no Paraná.

Um exemplo é o da Ecocatarata. De 2001 a 2012, houve um aumento de 317% sobre o valor arrecadado em dinheiro, sendo que o IPCA deste período teve um aumento de 112%. Também nestes 12 anos, foi registrado um aumento de 87% no número de veículos nas cancelas; ou seja, é um lucro exorbitante, com uma margem muito acima do previsto e do razoável. Só um dado assim justifica a redução no preço do pedágio!, afirmou Luersen à  Banda B.

O deputado tem certeza ainda que esta mesma prévia vista nas análises da Ecocataratas, vai se repetir nas outras concessionárias. Segundo o parlamentar, todos os dados serão divulgados e não haverá como as concessionárias contestarem os próprios números. Não vamos trabalhar com suposições, mas com documentos recebidos das próprias concessionárias, só documentos verídicos. E como elas irão contestar os próprios números?!, disse.

Sem circo

Luersen reforçou também que a CPI não vai se transformar em um circo e nem deputados vão conseguir aparecer a qualquer custo, para depois a situação ficar do mesmo jeito. Não teremos deputados atirando para todos os lados, falando pelo cotovelo, sem nada mudar. Vamos trabalhar com dados oficiais para provar que os valores devem baixar nos pedágios e as obras podem ser realizadas!.

Sobre a rigidez dos contratos, Luersen diz que há como quebrar estes acordos em nome do interesse público. Existe um interesse maior que é o interesse público, que deve prevalecer segundo a Constituição. Ter lucro é normal, o que não é possível são estes lucros exorbitantes. Enquanto isso, o consumidor fica sem opção, não tem por onde passar!, completou.

Uma equipe técnica formada por engenheiros e advogados, além dos deputados, está analisando os documentos. O presidente da CPI acredita que em 20 dias será possível colocar na internet as primeiras informações.