3 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Carnaval de São Paulo também manda Bolsonaro tomar ‘naquele lugar’ que não bate Sol

Carnaval de São Paulo também manda Bolsonaro tomar ‘naquele lugar’ que não bate Sol

A politização já é a principal marca deste carnaval. Depois de foliões mineiros, agora foi a vez dos paulistas mandarem o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tomar ‘naquele lugar’ que não bate Sol. ... 

Leia mais

30 de maio de 2016
por Esmael Morais
16 Comentários

Maldição do golpe pegou mais um parlamentar pró-Temer; assista ao vídeo

caio_narcio_psdb

A maldição do golpe de Estado pegou mais parlamentar pró-governo provisório de Michel Temer (PMDB). Desta vez a “vítima” foi o deputado Caio Narcio (PSDB-MG), que havia dedicado o voto pelo impeachment na Câmara, em abril, ao seu pai, que foi preso hoje (30) pela Polícia Militar em uma operação que investiga o desvio de recursos públicos.

“Por um Brasil onde meu pai e meu avô diziam que decência e honestidade não eram possibilidade, eram obrigação; por um Brasil onde os brasileiros tenham decência e honestidade”, disse Caio, referindo-se ao pai e ex-deputado Narcio Rodrigues.

O diabo é que não foi Caio que dedicou o voto no impeachment para alguém que, logo após, foi preso por corrupção. Abaixo, assista ao vídeo: Leia mais

19 de março de 2015
por Esmael Morais
29 Comentários

PT pede ao procurador Janot a inclusão de Aécio na Lava Jato; ou tucano não pode ser investigado?

do Brasil 247
janot_furnas_aecioNo dia em que o senador Aécio Neves (PSDB) apresentou um projeto de lei com o objetivo de cassar o registro do PT, os deputados Padre João (federal) e Rogério Correia (estadual), ambos petistas, anunciaram, nesta quarta-feira (18), que terão encontro com o procurador Rodrigo Janot, para pedir a reabertura do inquérito do tucano na Operação Lava Jato. ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
27 Comentários

Quem é Mauro Ricardo Costa, virtual secretário da Fazenda de Beto Richa?

mrc.jpg

Para tentar diminuir a crise financeira, o governador Beto Richa (PSDB) deverá importar Mauro Ricardo Costa para assumir a Secretaria de Estado da Fazenda e tentar melhorar a arrecadação e as finanças do governo.

Segundo fontes do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu, Costa teria condicionado o convite à  reforma administrativa, taxação dos aposentados e aumento de impostos. Ele seria o “pai” da malvadeza contra os paranaenses.

O possível novo secretário ocuparia o cargo que hoje é do discreto Luiz Eduardo Sebastiani, que voltaria à  diretoria financeira da Copel.

Mauro Ricardo iniciou como auditor fiscal da Receita Federal e, desde o início dos anos 90, tem uma longa ficha de serviços prestados a governantes do PSDB e do DEM. Por onde passa recebe elogios de aliados, mas também costuma deixar um rastro de denúncias de irregularidades e desvios.

Irregularidades

Em 1999, na gestão de José Serra como ministro da Saúde, Mauro Ricardo foi presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Por irregularidades apuradas o Ministério Público ofereceu denúncia contra Mauro por crime de improbidade administrativa em um “esquema” que teria desviado R$ 56 milhões da Funasa, por meio da contratação de mão de obra terceirizada, inclusive para atendimento a “finalidades políticas”.

Em 2011, no posto de secretário Municipal de Finanças em São Paulo, na gestão Gilberto Kassab, Mauro Ricardo recebeu e arquivou a denúncia contra os fiscais que viriam a ser presos na administração de Fernando Haddad (PT).

Depois de uma passagem por Salvador, onde atuou como secretário de Finanças para o prefeito ACM Neto (DEM), agora Mauro Ricardo Costa poderá desembarcar no Paraná para tentar tirar o governo do estado da penúria.

Segundo Beto Richa, o melhor está por vir! (imagine o pior, caro leitor…).

Portanto, recomenda-se abrir bem os olhos com o forasteiro tucano!

Ligações com FHC, Serra e Aécio Leia mais

11 de outubro de 2014
por Esmael Morais
29 Comentários

Dilma declara guerra total a Aécio: “Aeroporto imoral”

do Brasil 247
A presidente Dilma Rousseff, do PT, decidiu adotar um tom mais duro em relação ao adversário Aécio Neves. Hoje, em Contagem (MG), ela bateu duro no caso do aeroporto de Cláudio (MG) e também insinuou que Aécio não pode criticar o aparelhamento da máquina pública, por ter sido nomeado vice-presidente da Caixa Econômica Federal aos 25 anos, no governo de José Sarney.

“Eu não faço mau uso do dinheiro público. Eu jamais desapropriei um pedaço da fazenda de algum familiar meu. Jamais construí um aeroporto nessa fazenda e jamais peguei a chave desse aeroporto e entreguei pra ser gerido por um familiar meu”, disse ela, referindo-se ao caso do aeroporto construído em terras próximas à s de uma fazenda da família Neves. “Não é só uma questão de ser legal ou ilegal, mas não é moral”, afirmou.

Ela também insinuou que Aécio não pode criticar o aparelhamento da máquina pública. “Eu nunca virei vice-presidente da Caixa Econômica aos 25 anos de idade. Todos os cargos que tive foram pelos meus méritos e não por indicação de ninguém”, disse ela. No governo Sarney, Aécio ocupou a diretoria de loterias da Caixa Econômica Federal, nos anos 1980, por indicação do tio Francisco Dornelles.

Leia mais

2 de agosto de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

Dilma: ‘Fizemos aeroportos, mas ninguém ficou com a chave’

do Brasil 247
A presidente Dilma Rousseff ironizou, durante evento do PT em Montes Claros (MG), a construção, pelo adversário Aécio Neves (PSDB), de um aeroporto em propriedade que pertenceu à  sua família quando era governador de Minas Gerais. Na noite desta sexta-feira 1!º, Dilma lembrou que, em seu governo, ela construiu e aumentou a capacidade dos aeroportos, mas “não ficou com a chave” deles.

“Disseram que não ia ter aeroporto [na Copa]. Nós aumentamos a capacidade dos aeroportos em 67 milhões [de passageiros] e ninguém ficou com a chave desses aeroportos”, afirmou a presidente, pela primeira vez ao lado do ex-presidente Lula desde o início oficial da campanha. O evento lançou o empresário Josué Alencar (PMDB), filho do ex-vice-presidente José Alencar, morto em 2011, ao Senado.

De acordo com denúncia da Folha de S. Paulo, o presidenciável tucano construiu um aeródromo em uma propriedade que pertenceu ao seu tio-avô no município de Cláudio (MG), no final de seu mandato como governador mineiro. Na quinta-feira 31, Aécio admitiu ter usado a pista, segundo ele “inadvertidamente”, mesmo sem ter sido homologada pela Anac. O PT entrou ontem com ação criminal contra o candidato na Procuradoria-Geral da República.

Em outra referência ao adversário, Dilma declarou que evitará ao máximo a adoção de medidas “impopulares” ou “antipopulares” ao combater os efeitos da crise econômica em um eventual segundo mandato. A frase fez alusão ao discurso de Aécio feito em abril a empresários, quando afirmou que estaria disposto a tomar qualquer tipo de medida, mesmo “impopulares”, para que o País retomasse o rumo do crescimento. Posteriormente, ele mudou o discurso dizendo que quem toma medidas impopulares é o governo atual, do PT.

Dilma afirmou que trabalhará “sistematicamente” para não tomar decisões que prejudiquem a maioria da população. “Vamos enfrentar aqueles que acham que mudar é voltar atrás, é retroceder naquilo que havia de pior, aumentando o desemprego, fazendo com que quem paga o pato diante da crise seja o trabalhador, o pequeno empreendedor, a maioria da população”, declarou, a uma plateia de prefeitos do Norte de Minas.

Leia mais

31 de julho de 2014
por Esmael Morais
29 Comentários

Globo esconde Ibope: Dilma bate Aécio em São Paulo e Rio, e perde em Minas

do Brasil 247
Após uma rodada de pesquisas estaduais IBOPE/Globo, com resultados divulgados ontem, vazaram números sobre a disputa presidencial nos três maiores colégios eleitorais e no Distrito Federal. Eles foram divulgados pela colunista Cristiana Lôbo, da Globo News, ainda na noite da quarta-feira 30, na conta dela no twitter. Pelo resultado desta fotografia, a presidente Dilma Rousseff, do PT, continua em vantagem sobre o senador Aécio Neves, do PSDB. Não se entendeu, porém, porque a Globo, dona do levantamento, não divulgou os resultados integrais da pesquisa.

Pelos números obtidos pela colunista, que não foram desmentidos pelo Ibope, o quadro é o seguinte:

No Estado de São Paulo, de acordo com os dados apurados pelo instituto, Dilma está em vantagem sobre Aécio, com 30% das intenções de voto contra 25% para o tucano. Disposto a tirar a liderança da adversária no maior colégio eleitoral do País, o senador mineiro tem passado um dia de cada semana no Estado, onde conta com o apoio do governador Geraldo Alckmin.

A presidente também aparece em vantagem no Rio de Janeiro. Neste que é o terceiro maior colégio eleitoral do Pais, Dilma teria, neste momento, de acordo com o instituto, 35% de intenções, contra 15% para o adversário tucano. Ali, a presidente conta com o apoio do governador Luiz Fernando Pezão, mas o PMDB local, partido do governador, está trabalhando no eleitorado a chamada chapa Aezão, pedindo o voto para a reeleição de Pezão, mas para Aécio como candidato a presidente.

No Estado em que Aécio foi governador duas vezes e obteve seu atual mandato de senador, a liderança é dele, com 41% das intenções, mas Dilma marca 31%. Ela tem o apoio do candidato a governador pelo PT, seu ex-ministro Fernando Pimentel, que aparece na frente em todos os levantamentos.

Por fim, no Distrito Federal, a situação entre os dois candidatos é de empate técnico, com um ponto a mais para Aécio, que marcou 26% contra 25% para Dilma. Governada pelo petista Agnelo Queiroz, Brasília e seu entorno vivem uma acirrada disputa em torno da reeleição ou não do governador.

Abaixo, notícia do portal Infomoney a respeito:

Por Lara Rizério

SàƒO PAULO – O Ibope mostra a presidente Dilma Rousseff liderando as pesquisas de intenção de voto em Leia mais

20 de julho de 2014
por Esmael Morais
26 Comentários

Olha o aviãozinho: Aécio contesta denúncia da Folha pelo Facebook

do Brasil 247
O senador Aécio Neves (PSDB-MG), que passou os últimos dias comemorando duas pesquisas eleitorais, do Datafolha e da parceria Istoé/Sensus, que mostravam seu fortalecimento num eventual segundo turno contra a presidente Dilma Rousseff, enfrentou, neste domingo, a primeira crise de sua campanha. O motivo foi a denúncia feita pela Folha de S. Paulo de que ele, quando governador de Minais Gerais, teria construído um aeroporto na fazenda de um tio, na cidade de Claudio (MG), usando R$ 14 milhões em recursos públicos (leia aqui).

Nesta manhã, ele publicou uma longa de nota de esclarecimento sobre o caso, na qual alega que o aeroporto foi construído em área pertencente ao estado, “não havendo portanto o investimento publico em área privada afirmado no título da reportagem”. Seu tio seria o ex-proprietário do terreno, que, segundo a nota, até hoje, não teria sido indenizado pelo estado. “De forma incompreensível, o ex-proprietário da área é tratado na reportagem como dono do terreno”.

Na sua explicação, Aécio também anexou uma correspondência trocada entre a Secretaria de Transportes do governo de Minas e a Agência Nacional de Aviação Civil, tratando da jurisdição da pista de pouso.

Leia, abaixo, a nota divulgada nesta manhã pelo tucano:

ESCLARECIMENTOS

O jornal Folha de S. Paulo publicou, hoje, a matéria Governo de Minas fez aeroporto em terra de tio de Aécio!, que apresenta diversos equívocos, envolvendo o nome de Aécio Neves. A Coligação Muda Brasil lamenta e esclarece que:

Ao contrário do que foi publicado, “o Governo do Estado não construiu aeroporto em terra de tio de Aécio”. O aeroporto foi construído em área pertencente ao Estado, não havendo portanto o investimento publico em área privada afirmado no título da reportagem.

De forma incompreensível, o ex-proprietário da área é tratado na reportagem como dono do terreno.

Não se trata também de construção de um novo aeroporto, mas de melhorias realizadas em pista de pouso que existia há mais de 20 anos no local, realizadas por meio do ProAero, programa criado no governo Aécio Neves e que garantiu investimentos em inúmeros aeroportos do Estado.

O senador Aécio Neves não é proprietário da fazenda da Mata, no município de Cláudio, em Minas Gerais. O imóvel é de propriedade do espólio da avó da Aécio, Risoleta Neves !”portanto, pertence aos três filhos dela. A fazenda está há cinco gerações na família. A bisavó do senador nasceu no local.

A documentação para homologação do aeroporto foi enviada à  Anac em 22 de julho de 2011. Assim como vários outros aeroportos no Estado, aguarda a conclusão do processo.

Todos os aeroportos do país pertencem à  Secretaria Nacional de Aviação Civil. Em maio de 2014, a Secretaria assinou convênio com o governo de Minas transferindo a jurisdição do aeroporto para o Estado.

Não houve nenhum tipo de favorecimento na implantação das melhorias na pist Leia mais

18 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
7 Comentários

Dilma só vai liberar Gleisi e Padilha na reforma ministerial de março

da Agência Brasil

Este blog registrou com exclusividade em 24 de outubro que Dilma Rousseff faria substituições estratégicas em seu ministério somente em março; com vistas ao pleito de 2014, a presidente confirmou hoje, em entrevista no Palácio do Planalto, que a reforma ministerial começará na metade de janeiro, ocupará fevereiro e avançará em março em decorrência das candidaturas dos ministros nos estados; Vou fazer a reforma ministerial e vai ter um período. Pretendo fazer da segunda metade de janeiro até o carnaval", disse; devem deixar o governo, na última etapa da reforma, Alexandre Padilha (Saúde) para disputar o governo de São Paulo; Fernando Pimentel (Desenvolvimento), que se candidata em Minas; e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), no Paraná.

Este blog registrou com exclusividade em 24 de outubro que Dilma Rousseff faria substituições estratégicas em seu ministério somente em março; com vistas ao pleito de 2014, a presidente confirmou hoje, em entrevista no Palácio do Planalto, que a reforma ministerial começará na metade de janeiro, ocupará fevereiro e avançará em março em decorrência das candidaturas dos ministros nos estados; Vou fazer a reforma ministerial e vai ter um período. Pretendo fazer da segunda metade de janeiro até o carnaval”, disse; devem deixar o governo, na última etapa da reforma, Alexandre Padilha (Saúde) para disputar o governo de São Paulo; Fernando Pimentel (Desenvolvimento), que se candidata em Minas; e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), no Paraná.

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (18) que a reforma ministerial do governo vai começar na segunda metade de janeiro. A substituição de ministros estará concluída até o carnaval, em março, segundo a presidenta. Vários ministros da equipe de Dilma que pretendem se candidatar nas eleições de outubro de 2014 devem deixar o governo e ser substituídos. ... 

Leia mais

14 de outubro de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

Dilma vai a Minas, fala como mineira e divide Aécio

do Brasil 247
A partir de Minas Gerais, o Brasil acaba de dar mais um passo para o seu desenvolvimento. Foi o que discursou nesta manhã a presidente Dilma Rousseff, que voltou a cumprir agenda no reduto do adversário tucano Aécio Neves. Ao lado do governador mineiro Antonio Anastasia (PSDB), aliado do presidenciável do PSDB, Dilma inaugurou a fábrica de transformadores Balteau no município de Itajubá, sul do Estado.

“Nenhum mineiro imaginaria que o sul do Estado abrigaria um polo industrial. O sul de Minas mostra que, com os instrumentos adequados, com as iniciativas dos empresários, com investimento em educação !“ a Unifei está fazendo 100 anos e é sem dúvida uma das faculdades de maior qualidade em nosso País !“ aqui no sul de Minas o Brasil dá mais um passo e entra numa nova fase de seu desenvolvimento”, declarou a presidente, sendo aplaudida.

A fábrica, que recebeu investimentos de R$ 50 milhões em sua construção, conta com 11 mil m!² de área construída e passa a fabricar, além de produtos de baixa e média tensão, transformadores de corrente e de potencial até 550 kV. à‰ a única fabricante no Brasil de transformadores de instrumentos de alta tensão com capital 100% brasileiro. A planta terá capacidade produtiva anual de 50 mil peças de baixa e média tensão e 2,3 mil peças de alta tensão.

Em entrevista a emissoras de rádio mineiras, antes do evento, Dilma também afirmou: “Acho que a nossa maior contribuição para o desenvolvimento da região e do Sul de Minas Gerais é dar suporte para o parque industrial da região, em especial em áreas de alto conteúdo tecnológico, como a indústria da informação, design house, e também eletroeletrônica, aeroespacial e de transportes”.

Segundo Dilma, “ser parceira da indústria nacional no seu desenvolvimento é um dos grandes objetivos do governo”. “Expressamos aqui um compromisso da parceria entre o setor produtivo e os diferentes níveis de governo para acelerar a inovação no país. Essa parceria permite que nós ampliemos a produtividade da indústri Leia mais