14 de abril de 2015
por Esmael Morais
22 Comentários

PSDB pede ao jurista Reali Jr. parecer pró-golpe contra presidenta Dilma

do Brasil 247
golpe_reale_psdb

O PSDB, de Aécio Neves, pediu que Miguel Reale Júnior, ministro da Justiça no governo FHC, elabore uma ação penal contra Dilma Rousseff em busca de viabilidade jurídica para pedido de impeachment.

Segundo a colunista Vera Magalhães, o partido quer embasar a ação em pareceres de auditores e do Ministério Público junto ao TCU que apontam que o governo descumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal ao adiar repasses a bancos públicos para melhorar as contas em 2014.

Os tucanos decidiram surfar na onda da pesquisa Datafolha que mostrou que 63% apoiam a abertura de processo contra Dilma.

Em artigo recente, o advogado Miguel Reali Jr. propôs uma saída inusitada para a crise política: as renúncias da presidente Dilma Rousseff, do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); “Renúncia já: a única via em busca de pacto sério para reconstrução do País”, diz ele (saiba mais).

O líder da oposição na Câmara Federal, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), disse ontem que quer que o partido acelere a formalização de um pedido de afastamento da presidente. O parlamentar disse que deverá levar o sentimento da bancada ao presidente da legenda, o senador Aécio neves (PSDB-MG), durante a reunião que a cúpula da sigla realizará nesta terça-feira 14, em Brasília, e diz estar “confiante” que o senador ouvirá os tucanos. Leia mais