3 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
17 Comentários

Gaeco faz megaoperação contra corrupção no governo Beto Richa

publicanoO Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) iniciou na manhã desta quinta-feira (3) a quarta fase da Operação Publicano, que investiga corrupção no governo Beto Richa (PSDB), cumprindo 47 mandados de prisão e 62 de condução coercitiva para depoimentos.

O Gaeco, que é o braço policial do Ministério Público do Paraná (MP), cumpre a incrível quantia de 109 mandados judiciais. Ou seja, a 4ª fase da Publicana pode ser considerada uma das maiores operações contra corrupção que esse país já viu.

Os mandados estão sendo cumpridos em Londrina, onde a operação é sediada, e em Curitiba, onde parece estar o centro nervoso do esquema. Há quem afirme que o comando da quadrilha fique mesmo dentro o Palácio Iguaçu. Leia mais

27 de novembro de 2015
por Esmael Morais
26 Comentários

Beto Richa na 500 Milhas de Londrina

Desde ontem (27), o governador Beto Richa (PSDB) encontra-se em Londrina. O tucano participará da 24ª edição corrida automobilística das 500 Milhas.

Coincidentemente à presença de Richa na cidade, os treinos também começaram ontem.

Segundo Garganta Profunda de Londrina, principal informante do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu, “o governador playboy estará em Londrina onde vai no autódromo escondido para correr e treinar e provar banco do carro de corrida e mais, vem de jato da Helisul, e ficará na região escondido até sábado no dia da corrida”.

Infelizmente, a cidade do Norte do Paraná ficou famosa no país depois de deflagrada a Operação Lava Jato e dos casos de pedofilia e corrupção na Receita Estadual.

Felizmente — e paralelamente — Londrina também tem o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que comanda investigações nas operações Publicano e Voldemort.

Como recordar é viver, numa é demais lembrar que Beto Richa tinha como copiloto nas 500 Milhas o ex-inspetor geral da Receita Estadual Márcio Albuquerque Lima, que esteve preso justamente por comandar esquema de cobrança de propina no órgão.

Leia mais

9 de outubro de 2015
por Esmael Morais
22 Comentários

Ladrão de $ público preso no Paraná: “O Beto tá com a gente”

O ex-inspetor geral de Fiscalização na Receita Estadual, Márcio de Albuquerque Lima, preso em maio pela Operação Publicano, teria afirmado ao chegar à Penitenciária Estadual de Londrina (PEL), que o governador Beto Richa (PSDB) estava com eles [fiscais presos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco)].

“O Beto tá com a gente”, teria dito espontaneamente o então copiloto do governador nas corridas de 500 Milhas ao fiscal Luiz Antônio de Souza.

A informação é da repórter Catarina Scortecci, na edição desta sexta-feira (9) do jornal Gazeta do Povo.

A revelação sugere envolvimento direto de Richa com a máfia no órgão fazendário.

Segundo Souza, que virou delator na Publicano, o parceiro de corrida do governador bateu no peito e disse na prisão: “o Beto tá com a gente, hein, não esquece não”.

A Operação Publicano investiga corrupção e propinas na Receita Estadual. Segundo o Ministério Público do Paraná, parte do dinheiro obtido com corrupção seria destinado à campanha de reeleição de Beto Richa.

Leia mais

20 de julho de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: Beto Richa comemora o ‘Dia do Amigo’

richa_dia_do_amigoO governador Beto Richa (PSDB) não deixou passar em branco o “Dia do Amigo”, nesta segunda-feira (20). Recebeu alguns em Palácio Iguaçu, outros não, como se era de esperar. ... 

Leia mais

16 de julho de 2015
por Esmael Morais
23 Comentários

Piada pronta: Governador Beto Richa propõe “lei anticorrupção” no Paraná

O ex-inspetor-geral de fiscalização Márcio Albuquerque Lima, copiloto de Beto Richa nas corridas de 500 Milhas de Londrina, e Luiz Abi Antoun, primo do governador estão entre os denunciados por corrupção na Receita Estadual.

O ex-inspetor-geral de fiscalização Márcio Albuquerque Lima, copiloto de Beto Richa nas corridas de 500 Milhas de Londrina, e Luiz Abi Antoun, primo do governador estão entre os denunciados por corrupção na Receita Estadual.

Apontado pelo auditor fiscal Luiz Antônio de Souza, delator na Operação Publicano, como beneficiário de parte das propinas coletadas na Receita Estadual, o governador Beto Richa (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (16) um “pacote anticorrupção” no órgão fazendário. ... 

Leia mais

19 de junho de 2015
por Esmael Morais
14 Comentários

STJ solta 28 auditores, mas mantém preso primo de Beto Richa

abi_marcio_richaO Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a soltura, nesta sexta-feira (19), de mais 28 presos, a maioria auditores fiscais, acusados de corrupção na Receita Estadual. No entanto, o órgão manteve o lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), apontado como líder da quadrilha. ... 

Leia mais

11 de junho de 2015
por Esmael Morais
8 Comentários

Richa, primo, copiloto e fotógrafo viram ‘meme’ na internet

quadrilha_gaeco_richaEm tempos de festa junina e de desbaratamento de quadrilhas pelo Gaeco, o governador Beto Richa (PSDB), amigos e parentes viraram ‘meme’ nas redes sociais. ... 

Leia mais

10 de junho de 2015
por Esmael Morais
26 Comentários

Primo do governador Beto Richa era quem mandava na Receita Estadual

O auditor fiscal Luiz Antônio de Souza, delator na Operação Publicano, que investiga esquema de propina na Receita Estadual do Paraná, afirmou que quem mandava no órgão era o primo do governador Beto Richa (PSDB), o lobista Luiz Abi Antoun, foragido da Justiça desde a manhã desta quarta-feira (10).

Segundo jornalista Fábio Silveira, do blog Baixo Clero, no Jornal de Londrina, o parente do governador tucano seria o “verdadeiro gestor” da Receita Estadual.

De acordo com investigações do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), Luiz Abi Antoun “exerce inegável influência na administração pública, a despeito de não ocupar formalmente nenhum cargo público ou político”.

Cerca de 50 pessoas foram presas em dez cidades do Paraná. Foi preciso um ônibus para transportar os presos até a Penitenciária Estadual de Londrina II (PEL II).

Em entrevista à CartaCapital, o governador disse que não sabia da atuação de seu primo Luiz Abi na Receita Estadual. “Não. Jamais soube disso”, jurou o tucano, que também negou relação com o ex-inspetor-geral da Receita, Márcio Albuquerque Lima, que era seu copiloto nas corridas de 500 Milhas.

Leia mais

16 de maio de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Propinoduto na Receita Estadual para campanha de Richa ressuscita tese da ‘CPI da Corrupção’ na Assembleia

cpi_corrupcaoA Assembleia Legislativa do Paraná retoma os trabalhados, na segunda-feira (18), acuada pela denúncia de que a Receita Estadual foi roubada para financiar a campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB). O parlamento volta acuado porque terá de decidir ao menos duas pautas quentes: 1- a instalação da CPI da Corrupção; e 2- votar a mensagem governamental que parcela o aumento de 5% ao funcionalismo.

Leia mais sobre o assalto à Receita Estadual:

Até a Globo mostra propina na reeleição do tucano Beto Richa; assista

Garganta Profunda: “A casa caiu”

R$ 2 milhões roubados da Receita Estadual pagaram a reeleição de Richa

Na verdade estarão acuados os 31 deputados considerados da base governista, que votaram a favor do confisco da poupança previdenciária dos servidores públicos no fatídico dia 29 de abril. Vinte parlamentares, que foram contra o “roubo” da Paranáprevidência sentir-se-ão mais leves, livres e soltos. Eles tendem migrar para a oposição.

Para instalar uma comissão de investigação são necessárias 18 assinaturas de deputados. Leia mais

15 de maio de 2015
por Esmael Morais
34 Comentários

Até a Globo mostra propina na reeleição do tucano Beto Richa; assista

richa_vergonha_jnO telejornal mostrou esta noite que propina de R$ 2 milhões na Receita Estadual foi usada na campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

15 de maio de 2015
por Esmael Morais
45 Comentários

R$ 2 milhões roubados da Receita Estadual pagaram a reeleição de Richa

richa_sefa_abiO governador Beto Richa (PSDB) recebeu R$ 2 milhões para campanha de reeleição cuja origem era roubada da Receita Estadual. A informação foi obtida pelo Ministério Público por meio de delação premiada do auditor Luiz Antônio de Souza, preso em março pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). ... 

Leia mais

24 de março de 2015
por Esmael Morais
23 Comentários

Coluna do Enio Verri: “Beto Richa no centro de escândalo de corrupção de R$ 500 milhões no Paraná”

enio_corrupcao_richa.jpgEnio Verri*

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está no centro de um escândalo de corrupção que causou prejuízo de mais de R$ 500 milhões aos combalidos cofres públicos do Estado.

Desde janeiro, mais de 20 pessoas foram presas pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) em operações contra corrupção na Receita Estadual de Londrina, fraude em licitação e exploração sexual. Entre os presos estavam — até ontem — pessoas do círculo íntimo do governador, entre eles o primo de Beto Richa, Luiz Abi Antoun.

Empresário e lobista, Luiz Abi foi preso na semana passada sob acusação de ser o cabeça de um esquema de fraude em licitação realizada em dezembro para o conserto de automóveis do governo estadual. Segundo o Ministério Público, a empresa de Abi, que levou R$ 1,5 milhão na licitação, superfaturava o valor dos serviços e peças.

Abi é conhecido no Paraná como um discreto e influente operador do governador. Prova de seu poder é uma grande lista de indicados no primeiro escalão do governo paranaense, nas estatais Copel, Sanepar, Celepar e Sercomtel – onde sua esposa é vice-presidente –, e demais órgãos, como a Secretaria de Administração e Secretaria da Fazenda, especialmente na Receita Estadual.

A influência de Luiz Abi na Receita Estadual não é coincidência. Segundo o MP, além da fraude em licitação, o primo do governador tucano é o “lastro político” de um grande esquema de corrupção dentro da Delegacia Receita Estadual de Londrina. Leia mais

20 de março de 2015
por Esmael Morais
26 Comentários

‘Primo de Beto Richa chefiava quadrilha no governo do Paraná’, aponta Ministério Público

Na foto do Réveillon em Foz do Iguaçu, o governador Beto Richa aparece bem descontraído ao lado do primo Luiz Abi e do colega de corrida das 500 Milhas, Márcio Albuquerque Lima, ambos presos pelo Gaeco.

Na foto do Réveillon em Foz do Iguaçu, o governador Beto Richa aparece bem descontraído ao lado do primo Luiz Abi e do colega de corrida das 500 Milhas, Márcio Albuquerque Lima, ambos presos pelo Gaeco.

O Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço policial do Ministério Público do Paraná, firmou convicção de que o lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), chefiava uma quadrilha que atuava dentro do governo do Paraná. ... 

Leia mais

12 de março de 2015
por Esmael Morais
16 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Sexo, droga e corrupção no governo Beto Richa”

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, aponta relações perigosas entre Beto Richa e investigados por corrupção milionária na Receita e pedofilia em Londrina; tucano era íntimo do fotógrafo Marcelo Caramori, o Tchello, por exemplo, que tinha cargo DAS-5 (chefia) no governo do Paraná. Abaixo, leia a íntegra do texto do deputado do PMDB.

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, aponta relações perigosas entre Beto Richa e investigados por corrupção milionária na Receita e pedofilia em Londrina; tucano era íntimo do fotógrafo Marcelo Caramori, o Tchello, por exemplo, que tinha cargo DAS-5 (chefia) no governo do Paraná. Abaixo, leia a íntegra do texto do deputado do PMDB.

Requião Filho* ... 

Leia mais

11 de março de 2015
por Esmael Morais
14 Comentários

Requião coloca TV 15 para investigar escândalo de R$ 500 milhões na Receita Estadual do Paraná

Para Requião, o escândalo da pedofilia e da Receita, aumento indevido nas tarifas de água e luz, tarifaço do Detran, aumento de impostos, fizeram o Paraná regredir dos pontos de vista ético, moral administrativo e econômico por décadas. Na semana que vem, o senador promete colocar a TV 15 ao vivo, direto de Londrina, em investigação inédita.

Para Requião, o escândalo da pedofilia e da Receita, aumento indevido nas tarifas de água e luz, tarifaço do Detran, aumento de impostos, fizeram o Paraná regredir dos pontos de vista ético, moral administrativo e econômico por décadas. Na semana que vem, o senador promete colocar a TV 15 ao vivo, direto de Londrina, em investigação inédita.

O senador Roberto Requião (PMDB) informou nesta quarta-feira (11) que colocará a TV 15, ao vivo, na semana que vem, para investigar denúncias de fraudes na Receita Estadual de Londrina que teriam causado prejuízos de R$ 500 milhões aos cofres públicos. Na prática, o parlamentar quer discutir com a sociedade a instalação da CPI da Receita !“ ou do Brimo !“ na Assembleia Legislativa do Paraná.  ... 

Leia mais

10 de março de 2015
por Esmael Morais
25 Comentários

Corrupção na Receita: “CPI do Brimo” agita a Assembleia Legislativa do PR

O inspetor de fiscalização da Receita em Curitiba, Márcio Albuquerque de Lima, é parceiro de equipe do governador Beto Richa na corrida de 500 Milhas de Londrina. "Aos poucos vai se desvendando uma teia de estranhas relações ligando servidores estaduais e o governador Beto Richa", discursou Requião Filho, autor da CPI do Brimo! na Assembleia.

O inspetor de fiscalização da Receita em Curitiba, Márcio Albuquerque de Lima, é parceiro de equipe do governador Beto Richa na corrida de 500 Milhas de Londrina. “Aos poucos vai se desvendando uma teia de estranhas relações ligando servidores estaduais e o governador Beto Richa”, discursou Requião Filho, autor da CPI do Brimo! na Assembleia.

O vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Requião Filho (PMDB), iniciou coleta de assinaturas nesta terça-feira (10) para instalar a “CPI do Brimo”, que visa investigar esquema de corrupção na Receita Estadual em Londrina. ... 

Leia mais