18 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

Folha chocada com salário de R$ 100 mil no BNDES, mas no Paraná tem secretário ganhando R$ 110 mil por mês

Bobagem da Folha pegar no pé dos diretores do BNDES, que, em média, ganham R$ 105 mil por mês. O jornalão deveria olhar, também, os supersalários que o governo Beto Richa (PSDB) paga aos secretários no Paraná. Tem um deles, Mauro Ricardo Costa, da Fazenda, que tem o contracheque mensal de R$ 110 mil. ... 

Leia mais

15 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em ALEP pode barrar supersalários de R$ 100 mil no governo Beto Richa

ALEP pode barrar supersalários de R$ 100 mil no governo Beto Richa

Que tal ser secretário no governo Beto Richa (PSD), no Paraná, ganhando mais de R$ 100 mil por mês sem se preocupar com o teto constitucional que limita os salários a R$ 33,7 mil?  ... 

Leia mais

6 de março de 2017
por Esmael Morais
1 Comentário

Marajá de Beto Richa ganha mais de R$ 100 mil por mês, denuncia deputado

O líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Nereu Moura, usou a tribuna nesta segunda-feira (6) para denunciar o salário de marajá do secretário da Fazenda Mauro Ricardo Costa, mais de R$ 100 mil por mês, de acordo com o peemedebista. O diabo, segundo o parlamentar, é que o marajá de Beto Richa é quem tem defendido demissões e calotes nos vencimentos dos professores. Leia mais

23 de fevereiro de 2017
por Esmael Morais
9 Comentários

Secretário de Beto Richa tem supersalário de marajá no Paraná: R$ 61,7 mil

O deputado Nereu Moura (PMDB) levantou nesta quarta (22) a lebre durante “prestação de contas” do secretário importado da Fazenda Mauro Ricardo Costa na Assembleia Legislativa do Paraná. O moço importado tem um supersalário de R$ 61,7 mil mensais. Leia mais

13 de julho de 2015
por Esmael Morais
5 Comentários

Aliado de Richa, prefeito pede 100% de aumento para ‘ganhar (bem) mais que professor’ no Paraná

Prefeito Pedro Claro (DEM), de Santo Antônio da Platina, seguindo orientação do aliado Beto Richa (PSDB), planeja obter supersalário de R$ 22 mil; vice e vereadores também deverão ser beneficiados pela farra, que será votada hoje pela Câmara; no mês passado, governador tucano disse que professores ganham mais que prefeitos do interior do estado.

Prefeito Pedro Claro (DEM), de Santo Antônio da Platina, seguindo orientação do aliado Beto Richa (PSDB), planeja obter supersalário de R$ 22 mil; vice e vereadores também deverão ser beneficiados pela farra, que será votada hoje pela Câmara; no mês passado, governador tucano disse que professores ganham mais que prefeitos do interior do estado.

No mês passado, o governador Beto Richa disse que os professores ganhavam mais que prefeitos do interior do Paraná. A polêmica declaração foi desmentida pelos fatos e a Justiça obrigou o tucano corrigir o Portal Transparência, que falsificou os vencimentos dos educadores. ... 

Leia mais

15 de junho de 2015
por Esmael Morais
72 Comentários

Surtado, Richa pede comparação ‘ética’ com Requião; assista ao vídeo

richa_requiaoO governador Beto Richa parecia surtado ontem (14) durante a convenção estadual do PSDB do Paraná.

Envolto num mar de lamas sem precedentes na história do estado, o tucano pediu aos convencionais que o comparassem ‘eticamente’ com o senador Roberto Requião (PMDB).

Parte do discurso motivacional foi distribuído no grupo “Amigos do Beto Richa” do WhastApp. A ideia do governador é mostrar ao “exército” que “não está morto quem peleia”.

Assista ao vídeo

O governador do PSDB também saiu em defesa da esposa, a primeira-dama Fernanda Richa, suspeita de envolvimento com esquema de auditores fiscais da Receita Estadual.

Em outro momento de fuga da realidade, Richa afirmou que “os professores paranaenses ganham mais que os prefeitos das cidades do interior”. Ele citou um mestre do município de Rio Negro, região metropolitana, que, segundo ele, ganharia R$ 14 mil ao mês. Leia mais

14 de junho de 2015
por Esmael Morais
73 Comentários

Beto Richa: “Salário de professor é maior que dos prefeitos no Paraná”; ouça o áudio

convencao_psdb_PRO governador Beto Richa (PSDB) surpreendeu ao comparecer na manhã deste domingo (14) à convenção estadual do PSDB do Paraná. Correligionários e a frente política apostavam na ausência dele, pois o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e a Polícia Federal ainda estão de olho em alguns membros do ninho.

Richa colocou a culpa da crise em seu governo na conta do PT e dos professores, representados pela APP-Sindicato.

“Temos hoje no Paraná um salário médio de R$ 4.700 aos professores. A maioria das cidades pequenas tem o maior salário é o do professor. Acima do salário do prefeito”. O valor “mágico” é correspondente ao auxílio-moradia de um juiz.

Richa citou o prefeito de Rio Negro que, segundo ele, ganha R$ 12 mil e o maior salário de um professor no município é de R$ 14 mil.

Ouça o áudio

O evento contou com a maciça presença de funcionários em cargos comissionados no governo do estado.

O governador voltou a falar que os professores avançaram sobre os policiais no dia 29 de abril, quando 213 ficaram feridos no massacre do Centro Cívico, durante votação do confisco da poupança previdenciária. Ele também atribuiu o quiproquó “aos black blocs convocados pela internet”.

Na convenção tucana, só faltou Beto Richa “acusar” de petista o lobis Leia mais