15 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em ALEP pode barrar supersalários de R$ 100 mil no governo Beto Richa

ALEP pode barrar supersalários de R$ 100 mil no governo Beto Richa

Que tal ser secretário no governo Beto Richa (PSD), no Paraná, ganhando mais de R$ 100 mil por mês sem se preocupar com o teto constitucional que limita os salários a R$ 33,7 mil?  ... 

Leia mais

28 de outubro de 2014
por Esmael Morais
18 Comentários

Ratinho Júnior prefere presidir a Assembleia a matar cachorro a grito! no governo Beto Richa

alep_ratinho.jpgO deputado estadual eleito Ratinho Júnior (PSC) poderá declinar de convite para reassumir a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU). A amigos e correligionários, o parlamentar confidenciou que aceitaria voltar ao cargo se o senador Aécio Neves (PSDB) tivesse sido eleito no domingo (26). ... 

Leia mais

16 de outubro de 2014
por Esmael Morais
38 Comentários

Coluna do Requião Filho: OPOSIà‡àƒO!

Requião Filho, deputado estadual eleito pelo PMDB, em sua coluna desta segunda-feira, antecipa em letras garrafais qual será sua posição na Assembleia Legislativa do Paraná: "OPOSIà‡àƒO"; "... espero que o meu partido como um todo renuncie à  política do toma-lá-dá-cá e abra mão de se apequenar como linha auxiliar de um governo que não o quer, mas o mantêm sobre suas asas a pretexto de conseguir a governabilidade almejada", afirma o colunista que se inscreve, desde já, antes da diplomação e posse, como oposicionista Número 1! ao governo do tucano Beto Richa; leia o texto e compartilhe.

Requião Filho, deputado estadual eleito pelo PMDB, em sua coluna desta segunda-feira, antecipa em letras garrafais qual será sua posição na Assembleia Legislativa do Paraná: “OPOSIà‡àƒO”; “… espero que o meu partido como um todo renuncie à  política do toma-lá-dá-cá e abra mão de se apequenar como linha auxiliar de um governo que não o quer, mas o mantêm sobre suas asas a pretexto de conseguir a governabilidade almejada”, afirma o colunista que se inscreve, desde já, antes da diplomação e posse, como oposicionista Número 1! ao governo do tucano Beto Richa; leia o texto e compartilhe.

Requião Filho* ... 

Leia mais

4 de setembro de 2014
por Esmael Morais
23 Comentários

Dia 10 tem eleição na APP-Sindicato: E aí, vai mais um cafezinho?

Maior sindicato do Paraná escolhe nova direção na quarta (10); APP representa mais de 100 mil trabalhadores da educação, cerca de 70 mil estão aptos a votar; situação na entidade é defendida por Hermes Leão, da Chapa 1, e a oposição é representada pelas chapas 2 e 3; Professor Paixão, em artigo especial no Blog do Esmael, jurou que se eleito, no primeiro dia, revoga a política do cafezinho! em vigor na entidade durante o governo Richa;  Marcia Farherr, também de oposição, afirma que o tucano é uma fraude!; e aí, enquanto isso vai mais um cafezinho?

Maior sindicato do Paraná escolhe nova direção na quarta (10); APP representa mais de 100 mil trabalhadores da educação, cerca de 70 mil estão aptos a votar; situação na entidade é defendida por Hermes Leão, da Chapa 1, e a oposição é representada pelas chapas 2 e 3; Professor Paixão, em artigo especial no Blog do Esmael, jurou que se eleito, no primeiro dia, revoga a política do cafezinho! em vigor na entidade durante o governo Richa; Marcia Farherr, também de oposição, afirma que o tucano é uma fraude!; e aí, enquanto isso vai mais um cafezinho?

Na próxima quarta-feira, dia 10, o maior sindicato do estado, a APP-Sindicato, que tem 100 mil trabalhadores na base, vai à s urnas para eleger a nova diretoria para o triênio 2015-2018. Cerca de 70 mil educadores associados estão aptos a votar, mas a expectativa é de que 35 mil compareçam à s urnas eletrônicas instaladas nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná. ... 

Leia mais

28 de maio de 2014
por Esmael Morais
32 Comentários

Em nota oficial, governo Richa contesta Blog do Esmael

“Não é bem isso que está parecendo”, diz o governo Richa; em nota oficial assinada pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná, governo contesta imagens divulgadas hoje pelo Blog do Esmael; a primeira mostra bombeiros empurrando uma viatura da corporação; a segunda revela que policiais e bombeiros passaram frio, em cerimônia de formação, em frente ao Palácio Iguaçu, devido à  falta de equipamentos como jaquetas; leia a nota oficial.

O governo Beto Richa (PSDB), por meio da Secretaria da Segurança Pública, contestou informações publicadas hoje no Blog do Esmael acerca da falta de combustível em viatura do Corpo de Bombeiros e do frio que policiais e bombeiros passaram em frente ao Palácio Iguaçu. ... 

Leia mais

30 de abril de 2014
por Esmael Morais
33 Comentários

Coluna do Ademar Traiano: Paraná desenvolve a economia e faz política social sem demagogia

Ademar Traiano*

A Assembleia aprovou mensagem do governo do Estado sobre o novo salário mínimo regional. O novo piso, que entra em vigor no feriado de 1!º de Maio, será aplicado em quatro faixas salariais, que variam de R$ 948,20 a R$ 1.095,60. à‰ o mínimo regional mais alto do país e seu valor foi estabelecido a partir de uma ampla negociação e um consenso entre governo, trabalhadores e iniciativa privada.

O piso regional, que beneficia um milhão de pessoas, regula o salário de categorias profissionais que não têm convenção nem acordo coletivo de trabalho. O piso busca um equilíbrio que permita ao empresário continuar a investir e garantir a reposição do poder de compra dos trabalhadores, duramente atingido pela inflação provocada pelas barbeiragens econômicas do governo do PT.

Ao contrário do governo federal, que provoca pânico nos investidores com seu voluntarismo e incompetência, o bom ambiente para empreendimentos criado pelo governo do Paraná fez com que o estado contornasse, com êxito, a crise que atingiu o setor automobilístico. O estado acaba de firmar um novo acordo com a montadora francesa Renault para a produção de dois novos carros no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais.

A empresa vai investir R$ 500 milhões no desenvolvimento e produção de dois novos veículos. O novo empreendimento da Renault vem se somar aos R$ 30 bilhões de novos investimentos atraídos ao Paraná em 3 anos pelo programa Paraná Competitivo.

Por privilegiar a economia, em lugar da ideologia, o Paraná também se destaca na geração de empregos. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o Estado gerou 341.393 empregos com carteira assinada entre janeiro de 2011 e fevereiro de 2014. São bons resultados colhidos apesar da notória perseguição e políticas discriminatórias movidas contra o estado. Entre elas, o bloqueio dos empréstimos que continua, apesar de seguidas liminares do STF determinarem a liberação dos recursos para o estado.

O estado faz investimentos pesados em setores essenciais, como a educação. Entre eles, é importante citar a reposição salarial de 50,16 % para os professores da rede estadual, que enfrentaram um longo período de achatamento salarial no governo anterior.

Outro destaque são os programas sociais. O Programa Família Paranaense, por exemplo, que envolve 17 secretarias de Estado e é coordenado pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, garante atenção especial à s pessoas com vulnerabilidade social e se revelou um exemplo de eficiência.

Em três anos, de 2011 a 2013, o Paraná atingiu 92% de uma meta prevista para quatro anos: tirar 100 mil famílias da extrema pobreza. Quem atesta que a quase totalidade desse objetivo já foi atingido é o Ministério do Desenvolvimento Social. Em três anos, 92.250 famílias tiveram melhoria substancial em suas condições de vida no estado.

O acompanhamento à s famílias carentes e a garantia dos direitos das crianças e adolescentes que vivem no Paraná é feito pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, criada pelo governador Beto Richa. Até então o Paraná não possuía uma pasta dedicada exclusivamente das pessoas que vivem em vulnerabilidade social.

No Para Leia mais

14 de outubro de 2013
por Esmael Morais
25 Comentários

Richa anuncia extinção de cargos comissionados de chefia nas regionais da Saúde e Educação

Governo Richa anuncia extinção de 2 mil cargos comissionados, mas, em contrapartida, cria outras duas mil funções gratificadas; deputado Traiano diz que medida representará economia de R$ 48 mi; líder do PT, Tadeu Veneri, afirma que em dez meses, nomeações superam exonerações em R$ 14,7 mi; será que o governo tucano trocou seis por meia dúzia?

Governo Richa anuncia extinção de 2 mil cargos comissionados, mas, em contrapartida, cria outras duas mil funções gratificadas; deputado Traiano diz que medida representará economia de R$ 48 mi; líder do PT, Tadeu Veneri, afirma que em dez meses, nomeações superam exonerações em R$ 14,7 mi; será que o governo tucano trocou seis por meia dúzia?

O governo de Beto Richa (PSDB) distribuiu na noite desta segunda (14) lista com cerca de 2 mil cargos em comissão que serão extintos no Paraná. Ao todo, segundo o Portal da Transparência, são cerca 4,5 mil servidores de livre nomeação (sem concurso público). ... 

Leia mais

27 de setembro de 2013
por Esmael Morais
13 Comentários

Agentes penitenciários do PR ameaçam entrar em greve a partir de segunda-feira

Trabalhadores do sistema carcerário paranaense realizam assembleia geral da categoria, nesta segunda (30), a partir das 16 horas, para definir se entram ou não em greve. O encontro será na Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico, em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba.

Há duas semanas, os agentes penitenciários levantaram acampamento em frente à  sede do governo estadual depois de nove dias no local. A principal reivindicação deles, segundo a diretoria do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), “um Sistema Prisional mais seguro e humano e por reivindicações salariais sobre o reajuste do Adicional de Risco”.

Na oportunidade, os trabalhadores do sistema prisional aceitaram levantar acampamento depois de garantias do secretário de governo, Cesar Silvestre, e do chefe da Casa Civil, Reinold Stephanes, de que eram prioridade para o governo e que os receberiam até o dia 30 de setembro para conversar sobre o reajuste de 23,37% já acordado em abril.

Reajuste

Os agentes penitenciários estão reivindicando um reajuste de 23,37% sobre o Adicional de Risco. Nos últimos anos os índices de morte de agentes penitenciários fora de serviço aumentaram. Entre 2007 e 2012, 10 agentes morrem por conta da profissão. Em 2013 quatro (04) morrem e outros dois ficaram feridos.

A onda de crime contra a vida do agente penitenciário aumenta o custo de vida do profissional. Temos vários casos de agentes que saíram do bairro e foram morar no centro em busca de mais segurança; agentes que transferiram os estudos dos filhos para escolas particulares; aquisição de equipamentos de segurança para uso pessoal. O reajuste vai apenas suprir os gastos obtidos por medida de segurança!, explica o presidente do Sindarspen, José Roberto das Neves.

O reajuste já havia sido acordado pelo governo no mês de abril pela secretária Dinorah Nogara da SEAP (Secretaria da Administração e Previdência). Entretanto, o reajuste não foi cumprido e a negociação se estendeu sem progressos.

Panorama:

Leia mais