16 de Maio de 2018
por esmael
Comente agora

PT estuda convocar Sérgio Moro para explicar no Congresso relações com Estados Unidos

Considerado herói nos Estados Unidos, onde recebeu o prêmio “Pessoa do Ano”, o juiz Sérgio Moro minimizou a polêmica foto que tirou ao lado do ex-prefeito de São Paulo, João Doria, numa balada na noite de ontem (15) em Nova Iorque. Ele considerou uma “bobagem” as cobranças porque estaria num evento social. Leia mais

6 de Abril de 2018
por esmael
Comentários desativados em Governo “socialista” de SP nega que tropa de choque vai atuar para prender Lula

Governo “socialista” de SP nega que tropa de choque vai atuar para prender Lula

O novo governador de São Paulo, Márcio França, do PSB, negou que a tropa de choque da PM vai atuar para prender o ex-presidente Lula. O socialista assumiu o cargo hoje no lugar de Geraldo Alckmin (PSDB), que disputará o Palácio do Planalto. Leia mais

18 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em PSDB rompe com PSB ao indicar Doria para o governo do SP

PSDB rompe com PSB ao indicar Doria para o governo do SP

O vice-governador de São Paulo Márcio França, do PSB, não terá o apoio do PSDB na disputa pela reeleição. Os tucanos decidiram neste domingo (18) indicar o prefeito paulistano João Doria na corrida pelo Palácio dos Bandeirantes. Leia mais

16 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em A vacina da Globo para proteger Alckmin

A vacina da Globo para proteger Alckmin

A ex-revista Época, da Globo, traz uma vacina na edição deste fim de semana na tentativa de salvar a cambaleante candidatura do governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência da República. Leia mais

15 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Em nota, UGT condena tucanos por massacre de servidores na capital paulista

Em nota, UGT condena tucanos por massacre de servidores na capital paulista

O presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), seção Paraná, Paulo Rossi, emitiu uma nota de solidariedade aos servidores e que condenando os tucanos Geraldo Alckmin e João Doria pelo massacre desta quarta-feira (14), em São Paulo, durante manifestação contra a reforma da previdência municipal. Leia mais

15 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Doria em baixa no Facebook

Doria em baixa no Facebook

Se o Facebook está morrendo, possivelmente também está matando o prefake de São Paulo João Doria (PSDB). O declínio na audiência do tucano faz do aplicativo de Mark Zuckerberg um “escorregador”, segundo a revista Piauí. Leia mais

13 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Doria e Richa são provas de que não dá para confiar em políticos tucanos

Doria e Richa são provas de que não dá para confiar em políticos tucanos

Na eleição de 2008, o então prefeito de Curitiba Beto Richa (PSDB) registrou em cartório que não abandonaria a Prefeitura para disputar o governo do Paraná em 2010. Descumpriu. Não cumpriu a palavra dois anos depois de reeleito na capital. Concorreu ao Palácio Iguaçu, venceu e foi reeleito. Agora a história se repete em São Paulo com João Doria (PSDB). O moço brinca com a boa-fé dos paulistanos ao descumprir a promessa de que não abandonaria a cidade para tentar o Palácio dos Bandeirantes. Leia mais

6 de Março de 2018
por esmael
2 Comentários

PSDB empurra Márcio França, vice de São Paulo, para o colo de Alvaro Dias

O senador Alvaro Dias (Podemos-PR) poderá ganhar um presentão do PSDB de São Paulo que, na noite de ontem, aprovou a proposta de prévia para a escolha de João Doria na disputa pelo governo do estado. Com a decisão dos tucanos, o vice Márcio França (PSB) tende a se agarrar ao palanque do presidenciável paranaense. França vai concorrer à reeleição ao Palácio dos Bandeirantes. Leia mais

2 de Março de 2018
por esmael
1 Comentário

PSB se afasta de Alckmin e se aproxima de Alvaro Dias

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) anunciou nesta sexta (2) que não apoiará Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência da República. Com essa decisão, os socialistas retornam ao campo de “esquerda” e dificulta o apoio dos tucanos à candidatura do vice Márcio França (PSB) ao governo de São Paulo. Leia mais

2 de Março de 2018
por esmael
1 Comentário

PSB se afasta de Alckmin e se aproxima de Alvaro Dias

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) anunciou nesta sexta (2) que não apoiará Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência da República. Com essa decisão, os socialistas retornam ao campo de “esquerda” e dificulta o apoio dos tucanos à candidatura do vice Márcio França (PSB) ao governo de São Paulo. Leia mais

15 de Fevereiro de 2018
por esmael
3 Comentários

Alckmin leva invertida de PM nas redes sociais

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), o “Santo” das planilhas de propina, foi às redes sociais comemorar 190 mil prisões no ano de 2017, mas acabou levando uma invertida de um PM que até Deus duvidou. Leia mais

14 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em Acelera João!!!

Acelera João!!!

O jornalista Ricardo Cappelli analisa a possível saída do prefeito de São Paulo João Doria do PSDB. Ele estaria deixando o ninho para migrar no DEM. Segundo o articulista, esta fragmentação no campo conservador seria um “presentaço” para esquerda. “Nunca pensei em dizer isso mas, “Acelera João!”. Estamos na torcida!”, ironiza Cappelli. Leia mais

8 de setembro de 2015
por esmael
51 Comentários

Beto Richa aumenta preço do pedágio para caminhoneiros no Paraná

richa_pedagio_caminhoesDesde a zero hora desta terça-feira (8), o governo Beto Richa (PSDB) autorizou as concessionárias de pedágio a cobrarem pedágio dos eixos suspensos de caminhões. A decisão do tucano foi amparada pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar) por meio da resolução 002/15. Leia mais

6 de junho de 2015
por esmael
10 Comentários

Petista Gleisi Hoffmann propõe frente com tucano Geraldo Alckmin contra redução da maioridade penal

alckmin_gleisiA senadora paranaense Gleisi Hoffmann anunciou reunião na terça (9), na bancada do PT, para propor formação de frente com o PSDB do governador paulista Geraldo Alckmin contra a redução da maioridade penal.

O tucano propõe aumentar a pena no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para adolescentes que cometem crime hediondo e não mexer na Constituição.

Gleisi acha que o Estado não deve declarar guerra ao futuro de crianças e adolescentes criminalizando-os mais cedo.

1 de dezembro de 2014
por esmael
5 Comentários

Procuradores vão à  Suíça à  caça de contas secretas do trensalão tucano

do Brasil 247
trensalao_tucano_suicaAs autoridades financeiras da Suíça vão receber esta semana mais uma delegação de promotores e procuradores brasileiras. Desta vez a missão é para a coleta de informações sobre contas bancárias, extratos e provas sobre supostas propinas pagas a altos funcionários do governo do Estado de S. Paulo pela multinacional Alstom.

Um porta-voz da Justiça suíça tem divulgado que o país tem “amplo material” sobre o caso. As autoridades estariam dispostas a colaborar com os pedidos da comissão de representantes do Ministério Público brasileiro. Com as informações sobre a movimentação desses consultores, a esperança dos promotores brasileiros é o de chegar a novos funcionários públicos e até políticos que tenham sido beneficiados com o dinheiro do cartel que, entre o final dos anos 90 e 2008, ganhou contratos bilionários da CPTM e do Metrô do Distrito Federal.

2 de julho de 2014
por esmael
12 Comentários

São Paulo vai à s urnas com sede de água; Sistema Cantareira seca mais

do Brasil 247
Não se vê mais notícias sobre a crise do abastecimento de água em São Paulo. Mas isso não quer dizer que a situação está menos grave, e sim que o noticiário tem voltado todas as suas atenções para a Copa do Mundo. O evento, aliás, que já trouxe até agora cinco jogos para a capital e, com isso, dezenas de milhares de torcedores do mundo todo, fez com que a retirada de água do Sistema Cantareira, principal reservatório da região metropolitana, aumentasse 64% nas duas últimas semanas.

Além disso, a quantidade de chuva prevista para o mês de junho foi bem abaixo da média. O sistema que abastece 30 milhões de pessoas atingiu 20,4% de sua capacidade nesta terça-feira 1!º. Estudo apresentado pelo Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ) indica que o volume útil do Cantareira chegará a zero entre os dias 7 e 8 de julho, ainda antes do final da Copa. A partir de então, o reservatório deverá operar exclusivamente pelo chamado volume morto.

O levantamento aponta que, depois dessa data, quando o manancial passará a usar apenas a água da reserva técnica, transferida em maio depois de o governo paulista ter descartado o racionamento como solução, a água será suficiente para no máximo 100 dias de abastecimento. Dos quatro reservatórios que compõem o sistema, dois (Jaguari e Jacareí) já estão captando o volume morto. Daqui a dez dias, esse também deve ser o cenário para os outros dois (Cachoeira e Atibainha).

Quem explica é o pesquisador da Unicamp e consultor do consórcio Antônio Carlos Zuffo. “Daqui a 10 dias, os reservatórios que ainda não recorreram diretamente à  reserva só terão em sua capacidade água vinda deste recurso, ou seja, a água que em condições normais é utilizada para o abastecimento já terá se esgotado”, disse. “Isso indica o perigo de desabastecimento. Caminhamos a passos largos para o desabastecimento, estamos em plena crise, não dá para negar”, alertou.

Desde o início da captação do volume morto, em 28 de maio, o nível de abastecimento registrado pelo Cantareira era de 26,7% de sua capacidade. Nesta terça-feira, pouco mais de um mês depois, ele atingiu 20,4%, uma queda diária de 0,18%. O volume útil, nesse período, sofreu brusca queda: de 8,2% para 1,5%.

“O cenário em que encontramos é cada vez pior, porque as medidas deveriam ter sido tomadas em janeiro, no máximo em fevereiro, mas nada de fato foi feito. E estamos alertando para a seca desde o ano passado”, diz ainda Zuffo, em entrevista ao portal iG. “O governo precisa assumir que a crise é extremamente grave e decretar o racionamento o quanto antes para garantir que cheguemos ao período chuvoso ainda com água. Sem o Alto Tietê e o Cantareira, São Paulo literalmente para”, afirma.

Sem dúvidas o tema, temporariamente esquecido, voltará a ser foco do debate depois do término do Mundial, e principalmente durante a campanha para as eleições de outubro, que definirá o próximo governador de São Paulo.

27 de junho de 2014
por esmael
3 Comentários

Coligação do PSD com PMDB em SP deixa tucanos em alerta no Paraná

 PSD abandonou em São Paulo o tucano Geraldo Alckmin para apoiar candidatura do PMDB; se pau que bate em Chico é o mesmo que bate em Francisco, por analogia, a seção paranaense seguirá o mesmo caminho embora aqui nas terras dos pinheirais; partido de Kassab está agarrado a cargos no governo tucano, o que dificulta o desmame; peemedebistas escalaram Rodrigo Rocha Loures, membro da direção nacional, para conversar com os dirigentes do PSD do Paraná e com o próprio Kassab.


PSD abandonou em São Paulo o tucano Geraldo Alckmin para apoiar candidatura do PMDB; se pau que bate em Chico é o mesmo que bate em Francisco, por analogia, a seção paranaense seguirá o mesmo caminho embora aqui nas terras dos pinheirais; partido de Kassab está agarrado a cargos no governo tucano, o que dificulta o desmame; peemedebistas escalaram Rodrigo Rocha Loures, membro da direção nacional, para conversar com os dirigentes do PSD do Paraná e com o próprio Kassab.

Acendeu a luz amarela no Palácio Iguaçu. O PSD, partido do ex-prefeito Gilberto kassab fechou hoje coligação com o empresário Paulo Skaf, do PMDB, para a disputa do São Paulo. Leia mais

26 de Abril de 2014
por esmael
18 Comentários

Tiro em Padilha estimula o “vai que é sua, Lula” em São Paulo

do Brasil 247 Em novembro de 2012, o marqueteiro João Santana, responsável pelas campanhas políticas do PT, concedeu uma entrevista polêmica. Disse que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seria o melhor nome para governar São Paulo.

“Vou fazer uma provocação. à‰ uma pena o nosso candidato imbatível, Lula, não aceitar nem pensar nesta ideia de concorrer a governador de São Paulo”, disse ele.

“Você já imaginou uma chapa com Lula para governador tendo Gabriel Chalita, do PMDB, como candidato a vice? E mais do que isso. Já imaginou o que seria, para o Brasil, Dilma reeleita presidenta, Lula governador de São Paulo e Fernando Haddad prefeito da capital? Daria uma aceleração incrível no modelo de desenvolvimento econômico e avanço social que o Brasil vem vivendo”, afirmou.

Neste sábado, a ideia voltou a circular depois que o pré-candidato do PT em São Paulo, Alexandre Padilha, foi alvejado por um disparo da Polícia Federal, pois um trecho do relatório da Operação Lava Jato traz uma frase do deputado André Vargas (sem partido-PR), em que ele afirma que o ex-ministro indicou um executivo para o laboratório Labogen !“ o que Padilha, ontem, negou enfaticamente em entrevista coletiva.

No entanto, o impacto do disparo na candidatura Padilha só será conhecido nas próximas semanas. E várias dúvidas foram levantadas sobre a viabilidade de um candidato que já não pode mais ser substituído por outros nomes de peso de dentro do PT, uma vez que Marta Suplicy e Aloizio Mercadante, ministros do governo Dilma, não se desincompatibilizaram para disputar as eleições deste ano.

Na hipótese de um abalo definitivo, o que poderia ser feito? A sugestão surgiu na nota Taffarel, do colunista Jorge Bastos Moreno, do Globo:

Taffarel

A candidatura de Padilha ao governo de São Paulo recebeu um tiro no peito.

Se vai sobreviver ou não, os dias dirão.

De todo jeito, é um grave problema para o PT resolver se a candidatura naufragar.

Cabe um “Vai, Lula”?

25 de Abril de 2014
por esmael
21 Comentários

PF faz disparo letal contra candidatura lulista em São Paulo

do Brasil 247 Por essa, nem Geraldo Alckmin, nem Paulo Skaf, nem Gilberto Kassab poderiam esperar. Muito menos os principais veículos da mídia familiar no Brasil, que têm feito oposição sistemática e militante ao Partido dos Trabalhadores. Ganharam um presente, diretamente de Brasília.

Da Polícia Federal, subordinada ao ministro José Eduardo Cardozo, partiu um vazamento seletivo sobre a Operação Lava-Jato que atingiu em cheio a campanha do ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha !“ nome no qual o ex-presidente Lula e o PT depositam a maior esperança para conquistar o governo de São Paulo, dando fim a um ciclo de 20 anos do PSDB no poder.

Ao vazar o trecho de um relatório que aponta que Padilha indicou o executivo Marcus Cezar de Moura para o laboratório Labogen, ligado ao doleiro Alberto Yousseff, preso na operação, a Polícia Federal entregou, de bandeja, a cabeça de Padilha a seus inimigos.

Os resultados foram os esperados. Três manchetes, que poderão ser amplamente exploradas na campanha eleitoral deste ano.

Da Folha, a mensagem direta: “PF liga ex-ministro Padilha a empresa de doleiro preso”.

Do Globo, outro petardo: “Padilha indicou executivo para doleiro, apura PF”. No Estado de S. Paulo, quase o mesmo: “Padilha indicou executivo para doleiro, aponta PF”.

Padilha, naturalmente, negou qualquer associação com o doleiro Alberto Youssef. “Repudio envolvimento do meu nome e esclareço que não indiquei nenhuma pessoa para Labogen. Se como diz a PF, envolvidos se preocupavam com autoridades fiscalizadoras, só poderiam se referir aos mecanismos de controle criados por mim no Ministério da Saúde. A prova maior disso é que nunca existiu contrato com a Labogen e nunca houve desembolso por parte do Ministério da Saúde”, disse ele, em postagem nas redes sociais.

No entanto, é óbvio que a candidatura Padilha sofreu um duro revés, antes mesmo de atingir velocidade de cruzeiro. A primeira questão é: ele sobreviverá à  adversidade? A segunda é mais intrigante: terá sido fogo amigo?