6 de outubro de 2015
por Esmael Morais
21 Comentários

Beto Richa prepara novos calotes nos servidores públicos do Paraná

golpebetoO governador Beto Richa (PSDB) publicou uma resolução que abre brechas para alterar o pagamento dos servidores dos órgãos, autarquias e Poderes que utilizam o sistema de folha de pagamento Meta-4, base de dados onde estão a grande maioria dos servidores públicos do Estado.

No decreto, publicado em 30 de setembro no Diário Oficial, o governador resolve que a Secretaria de Administração e Previdência (Seap) fica diretamente subordinada à Secretaria da Fazenda (Sefa) quando o assunto é a emissão do pagamento dos servidores: a Seap encaminhará mensalmente à Sefa a previsão mensal da despesa com pessoal.

Leia abaixo o que está publicado no Artigo 2:

“A Secretaria de Estado da Fazenda, através da Coordenação de Orçamento e Programação – COP e da Coordenação da Administração Financeira do Estado – CAFE, realizará a comparação das despesas de pessoal com as respectivas cotas orçamentárias e cotas financeiras estabelecidas aos órgãos, comunicando os e, posteriormente, enviará para a Secretaria de Estado da Administração e da Previdência – SEAP a relação dos órgãos que ultrapassaram as cotas orçamentárias e financeiras, bem como os respectivos montantes;”

Ou seja, passará pela Sefa todo o detalhado de despesas com o funcionalismo, essa, por sua vez, fará a análise e deferirá o parecer do que o que o governo consegue arcar ou não.

Desde a semana passada, diversos sindicatos de servidores públicos estão se mobilizando e fazendo estudos para entender os reais impactos desse medida na vida dos servidores. Mas o texto deixa claro que a Secretaria da Fazenda comandada pelo interventor do PSDB nacional no Paraná, Mauro Ricardo Costa, tem plenos poderes para cortar benefícios dos servidores como convier, achatando a folha de pagamento e cortando gastos onde não deveria.

A redação da Resolução ainda indica: Leia mais