22 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
39 Comentários

‘O assunto é… derrubar a presidente da Petrobras’: Venina chora e convoca novos delatores à  Globo

do Brasil 247
graca_venina.jpg“Foram dois contratos. Um em 2004 e outro em 2006. Mas nós só nos casamos em 2007”, disse Venina Velosa, ex-gerente executiva da Petrobras. Assim ela justificou o fato de ter contratado, por R$ 7,8 milhões, seu ex-marido para a realização de serviços de consultoria para a Petrobras. Venina disse ainda que, após o casamento, os contratos foram interrompidos, mas não informou quanto havia sido pago até o enlace matrimonial.

Esta foi a principal revelação de uma entrevista de mais de vinte minutos, concedida por Venina à  jornalista Glória Maria, e tratada como bombástica pelo programa Fantástico, da TV Globo. O que o Fantástico pintou com crores dramáticas foi algo que não pode ser provado: a frase dita por Venina sobre o alerta que teria feito, pessoalmente, à  atual presidente da companhia, Graça Foster, em relação a supostas irregularidades na companhia. Leia mais