23 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
13 Comentários

Olha o presente de Natal de Fruet: 17,5% de aumento no IPTU de Curitiba

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), é da mesma escola do governador Beto Richa (PSDB). Só pode.

Enquanto o tucano deu como presente de Natal 30 mil demissões de professores, o pedetista vai conceder aumento de 17,5% no IPTU — o imposto de imóveis.

Por conta desse aumentão no IPTU, o ex-prefeito Rafael Greca (PMN) apelidou o prefeito de “Fruetaxa”.

O diabo é que os preços dos imóveis caíram na capital paranaense, bem como o nível de emprego e renda dos trabalhadores.

Fruet não para por aí, assim também não Richa.

O prefeito de Curitiba planeja reajustar a tarifa de ônibus durante o início de 2016, entre janeiro e fevereiro, quando boa parte das vivas almas ainda estará em férias.

O governador do Paraná começará o ano guerreando novamente com educadores e alunos, pois almeja fechar escolas no ano letivo vindouro.

Leia mais

16 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
17 Comentários

Coluna do Rafael Greca: As alianças do casamento Fruet-PT foram compradas na joalheria OAS?

Download áudio Rafael Greca

Rafael Greca*

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) está uma onça com sede. Mas não com sede de água. Uma onça com sede de outras onças. Das onças que ornamentam a nota de 50 reais.

Na contramão da economia popular, sem justificativa técnica, a toque de caixa, sem a devida audiência pública, Fruet criou e aprovou na Câmara dos vereadores mais nove novas taxas na cidade: 1.Taxa de Bloqueio de Estacionamento para Obras e Mudanças; 2.Taxa de Bloqueio Parcial de Calçada; 3. Taxa de Bloqueio em Faixa de Via Pública; 4. Taxa de Trânsito Especial; 5.Taxa de Caçamba; 6.Taxa Valet Park; 7. Taxa Operação Escola; 8. Taxa de Operação de Igreja; 9. Taxa de Eventos.

E, como se já não bastasse, no dia de fúria arrecadadora Fruet aumentou em 18% a Taxa de Iluminação Pública, no segundo aumento deste ano. Voracidade espantosa.

Taxas e multas de R$47,65, R$ 68,73, de R$ 68,73, R$ 99,23, de R$ 120,31, de R$ 164,80, de R$ 193,89, multiplicadas por Vagas de Estar que se cancelam temporáriamente, ou por horas trabalhadas de agentes públicos.

Taxas e multas que dificultarão a congregação religiosa; levantarão barreiras burocráticas contra a participação social; e encarecerão o preço dos serviços de logística, do embarque e desembarque, e que assim vão impactar no já combalido bolso dos consumidores, no seu bolso, por consequência.

Da taxa de eventos, nem procissão escapa. Seja Corpus Christi, seja Marcha para Jesus, seja Lavagem do Rosário em dia de Consciência Negra.

Pelo visto, lido e escutado, Fruet ainda não pensou na criação da Taxa para Ocupação de Calçadas e Marquises e Estações-tubo do morador abandonado pela abandonada F.A.S. fechada; nem a Taxa para Traficante de Crack e Drogas Sintéticas nas dezenas de centenas territórios liberados entregues ao descaso; nem a Taxa do Churrasquinho e das Batas Fritas nas Praças que enc Leia mais