20 de Março de 2018
por Eugênio Aragão
Comentários desativados em Mais um golpe na educação: Temer quer até 40% do ensino médio à distância

Mais um golpe na educação: Temer quer até 40% do ensino médio à distância


O ilegítimo governo Michel Temer prepara mais um duro golpe na educação e na qualidade do ensino de todo o país. A intenção agora é liberar para que quase a metade (40%) do ensino médio regular seja feita à distância. Na educação de jovens e adultos a proposta é ainda pior. Nesse caso, todo o conteúdo poderá ser ministrado pela internet, sem a presença dos estudantes. A intenção é clara, desobrigar a União e os Estados dos investimentos na educação pública, reduzir o número de professores e fechar escolas. Leia mais

5 de dezembro de 2014
por esmael
18 Comentários

Beto Richa será recepcionado com protesto na quarta em Londrina

richa_londrina_uel.jpgO Sindicato dos Professores de Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região (Sindiprol/Aduel) e Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Estadual de Londrina prometem uma “calorosa” recepção ao governador Beto Richa (PSDB) na quarta-feira, dia 10, quando ele visita a cidade do Norte do estado. Leia mais

17 de novembro de 2014
por esmael
157 Comentários

De volta das férias, Beto Richa manda fechar escolas no Paraná

richa_eja_educacao.jpg“Se arrependimento matasse…”. Este foi o desabafo da professora Maristela Piccin, do município de Palotina, Oeste do Paraná, onde a escola CEEBJA, destinada a jovens e adultos (EJA), fechará definitivamente as portas para 491 alunos e 36 funcionários no próximo dia 31 de dezembro. Leia mais

13 de Fevereiro de 2014
por esmael
39 Comentários

Richa enfrenta onda de protestos na educação do Paraná; documento oficial orienta perseguição a professores

O governador Beto Richa (PSDB) está enfrentando uma onda de protestos de educadores neste início de ano letivo no Paraná. O tucano e seu secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), que também é vice-governador, emitiram “ordem” para que diretores “vigiem” e “dedurem” professores que participarem do movimento da APP-Sindicato pela implantação de 33% de hora-atividade nas escolas (veja e-mail abaixo).

Educadores também desencadeiam hoje à s 19 horas, no Colégio Estadual Gelvira Corrêa Pacheco (Rua Carmelina Cavassin, 385), no bairro Barreirinha, em Curitiba, um ato público em defesa da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Além disso, professores do Colégio Estadual João Afonso, de Mandirituba, região metropolitana de Curitiba, informam ao blog que a Secretaria de Estado da Educação (SEED) mandou fechar as salas de apoio, o que acaba com a tão sonhada promessa de educação integral.

Durante a semana este blog mostrou situações de abandono de escolas nos municípios de Quedas de Iguaçu e Foz do Iguaçu, na região Oeste, colocando em risco a vida de crianças e adolescentes.

A seguir, eu reproduzo a íntegra do e-mail enviado pelo chefe do Núcleo Regional da Educação (NRE), Mauricio Ferraz da Costa, determinando perseguição a professores nas escolas da àrea Metropolitana Sul:

Senhor Diretor,

Em atendimento ao contido no Ofício Circular n!º 04/2014, enviado antes do inicio das aulas, que trata do movimento do Sindicato no dia 11/02/2014, estamos solicitando que nos enviem as informações sobre os profissionais que aderiram ao movimento em seu estabelecimento de ensino.
No oficio circular tem orientação para a Direção: … e que todas as ações contrárias sejam registradas em relatório de ocorrência e encaminhadas ao NRE de sua jurisdição, a fim de que possam ser tomadas as medidas administrativas cabíveis.!, solicitamos a direção que nos encaminhe essas ocorrências, relacione os servidores que participaram integralmente ou parcialmente do movimento, preenchendo a planilha anexo, impreterivelmente, até o dia 17/02/2014 – as 8hs, da seguinte forma:

Cada escola deverá escanear as ocorrências e relacioná-las no relatório geral (modelo anexo), com assinatura da direção da escola e, escanear (as ocorrências e o relatório) e enviar para o e-mail [email protected]

Os originais (cópia das ocorrências e relatório) deverão ser enviados via malote até o dia 18.02, aos cuidados da Chefia.

Contamos com o seu empenho nesse sentido.

Att
Mauricio Ferraz da Costa
Chefe NRE – AMSul