26 de junho de 2014
por Esmael Morais
63 Comentários

Lula admite ‘possível’ culpa do PT em ofensa a Dilma; assista ao vídeo

do Brasil 247 O ex-presidente Lula mudou de tom ao se referir aos xingamentos contra a presidente Dilma Rousseff na abertura da Copa do Mundo. Após culpar a “elite branca” pelas ofensas, ele admitiu que o governo “possivelmente tenha culpa” por não ter “cuidado com carinho” da insatisfação de parte da população.

Me cheirou a coisa organizada (o ataque à  presidente). O preconceito, a raiva demonstrada. Possivelmente a gente tenha culpa de não ter cuidado disso com carinho. O PT não pode fazer uma campanha sem discutir o tema da corrupção. Não podemos, como avestruz, enfiar a cabeça na areia e falar “esse tema não é nosso”. Nós temos que debater!, disse Lula, em entrevista ao Jornal do SBT.

Desde a semana passada, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, tem defendido uma revisão do PT sobre o episódio. Após ouvir críticas da cúpula do PT ao negar xingamentos a Dilma só da “elite branca”, ele reafirmou que o PT está errado no seu diagnóstico sobre a insatisfação com o governo, por “ilusão de que o povo pensa que está tudo bem”.

Nesta quarta-feira, o ex-presidente ainda comentou o julgamento do chamado mensalão!. A minha tese é de que, possivelmente, esse tenha sido o processo que tenha sido julgado com a maior pressão de determinados setores dos meios de comunicação da história da humanidade. Nunca as pessoas envolvidas num processo foram condenadas com tanta antecedência como foi nesse caso. Eu não estou julgando os ministros, e não vou julgá-los, mesmo que uma decisão ou outra não me agrade. Não é meu papel julgar a Suprema Corte. O que eu acho, agora, o que temos fazer, é recontar essa história.!

Assista ao vídeo aqui.

Leia mais

13 de junho de 2014
por Esmael Morais
83 Comentários

Kfouri condena xingamentos a Dilma: “Elite branca intolerante”; assista

do Brasil 247

O colunista Juca Kfouri postou um duro comentário contra os torcedores que, ontem, xingaram a presidente Dilma Rousseff no Itaquerão; "gente que tem dinheiro, mas não tem educação nem civilidade"; assista ao vídeo com comentários na ESPN.

O colunista Juca Kfouri postou um duro comentário contra os torcedores que, ontem, xingaram a presidente Dilma Rousseff no Itaquerão; “gente que tem dinheiro, mas não tem educação nem civilidade”; assista ao vídeo com comentários na ESPN.

O protesto de alguns torcedores contra a presidente Dilma Rousseff ontem no Itaquerão, destacado pelos jornais da mídia familiar (leia mais aqui), foi o tema do comentário feito pelo colunista Juca Kfouri, nesta manhã, na rádio CBN. ... 

Leia mais

13 de junho de 2014
por Esmael Morais
71 Comentários

Vaias a Dilma têm maior peso na velha mídia que vitória do Brasil por 3 x 1

do Brasil 247
O que aconteceu de realmente importante na tarde de ontem, além, é claro, da vitória de 3 a 1 da seleção brasileira contra a Croácia? Em primeiro lugar, a Arena Corinthians, que despertava grande temor, passou bem pelo teste de fogo. Além disso, não houve problemas de deslocamento e os torcedores chegaram e saíram com facilidade, utilizando o transporte público. Para completar, não houve a temida greve dos metroviários e os protestos foram realizados por grupos minoritários. Em resumo, uma grande festa, onde a esperança venceu o medo de um eventual fracasso (leia mais aqui).

No entanto, o que mais foi destacado pelos jornais, na manhã seguinte, ou pelos telejornais de ontem? A vaia que partiu da ala Vip do estádio (leia aqui) e, em alguns momentos, foi dirigida à  presidente Dilma, num grosseiro “ei, Dilma, vai tomar no c…”. O que essa vaia significa? Praticamente nada. Expressa apenas a falta de educação e o comportamento de manada típico dos estádios de futebol, quando um pequeno grupo começa a gritar palavras de ordem, que rapidamente se alastram. Além disso, se fossem outros os presidentes, será que o mesmo não teria ocorrido?

A vaia, em si, foi um evento banal. A cobertura dos jornais e telejornais, nem tanto. Significa que Folha, Estado de S. Paulo e Globo, cujos colunistas falavam em “Copa do Medo” e “chuteiras sem pátria”, fazem parte da torcida organizada anti-Dilma. E os torcedores que ali gritavam, gritavam por eles. Os Frias, os Mesquita e os Marinho.

Leia mais