21 de dezembro de 2013
por esmael
17 Comentários

Rossoni passa cheque sem fundo de R$ 200 milhões ao povo do Paraná

Reportagem do jornal Gazeta do Povo, edição deste sábado (21), compara os números de gastos da Assembleia Legislativa do Paraná e chega à  seguinte conclusão: gestão de Bibinho, preso por corrupção, era mais econômica que a de Rossoni; tucano devolve cheque sem fundo de R$ 200 milhões, haja vista que orçamento nada mais é que dinheiro tomado emprestado e imobilizado por determinado período; pirotecnia de Rossoni e Richa é mais um episódio de calote contra os paranaenses; e o que é pior: os tucanos acreditam que são bons administradores; tudo com a complacência e ignorância da velha mídia, com raras exceções como da repórter Katna Baran; truque dos tucanos no orçamento também foi copiado pelas câmaras de Curitiba e Ponta Grossa.

Reportagem do jornal Gazeta do Povo, edição deste sábado (21), compara os números de gastos da Assembleia Legislativa do Paraná e chega à  seguinte conclusão: gestão de Bibinho, preso por corrupção, era mais econômica que a de Rossoni; tucano devolve cheque sem fundo de R$ 200 milhões, haja vista que orçamento nada mais é que dinheiro tomado emprestado e imobilizado por determinado período; pirotecnia de Rossoni e Richa é mais um episódio de calote contra os paranaenses; e o que é pior: os tucanos acreditam que são bons administradores; tudo com a complacência e ignorância da velha mídia, com raras exceções como da repórter Katna Baran; truque dos tucanos no orçamento também foi copiado pelas câmaras de Curitiba e Ponta Grossa.

Já falei neste espaço antes que se o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB), fosse empregado de uma firma privada seria sumariamente demitido por incompetência ao devolver orçamento no final do exercício (clique aqui). Mas, por incrível que possa parecer, a despreparada velha mídia da província comemora tal crime contra a população. Leia mais