14 de outubro de 2016
por esmael
27 Comentários

Riso debochado de ministro da Saúde na aprovação da PEC 241 pode custar eleição de irmão em Maringá (PR)

ricardo_silvio_pec241De que lado estaria o ministro da Saúde Ricardo Barros (PP), que, pós-votação na Câmara, comemorou rindo a redução em 50% do orçamento para a pasta que dirige pelos próximos 20 anos? Evidentemente, do lado oposto do usuário do Sistema Única de Saúde – o maior plano de saúde público do mundo.