13 de setembro de 2015
por Esmael Morais
24 Comentários

Correspondente de Madrid: ‘Lula terá oportunidade para declinar nomes dos 300 picaretas na Polícia Federal’

Movimento Pró-impeachment de Dilma é formado por políticos processados e até já condenados por corrupção. Como sempre, o PT se cala, obsequioso e vencido. Mas será que Lula vai continuar calado?

por Rogério Mattos Costa, de Madrid, especial para o Blog do Esmael

Aqui na Europa já ficou evidente que as estratégias “Lulinha Paz e Amor” e “Dilminha do Ajuste Fiscal” foram um fracasso político evidente e retumbante.

Embora Lula e Dilma tenham tido sucesso mundialmente reconhecido em termos de combate à miséria e à pobreza, de cidadania e de direitos humanos, alguns dos maiores corruptos do Brasil irão iniciar nesta terça-feira (15) um processo que tem tudo para dar certo: julgamento político de Dilma por aqueles que, em virtude de seus próprios crimes e malfeitos, temem ser investigados, julgados e condenados, se ela continuar no poder.

E agora “Lulinha”? E agora “Dilminha”? E agora “Falcãozinho”, “Cardozinho” e “Edinho”?

E agora “Mercadantinho”, que tinha medo até dos comentários no Twitter que recebia?

A pergunta na esquerda daqui da Espanha com quem temos contato é onde estavam Lula e o PT que não denunciaram esses anos todos “os 300 picaretas que têm no Congresso” à Polícia Federal?

Onde estarão os advogados do PT que preferiram sempre “colocar panos quentes” ao invés de simplesmente fazer seu trabalho denunciando corruptos à Polícia Federal, alegando bobagens como o célebre “é melhor um mau acordo do que uma boa demanda”?

Onde estará Lula se for depor na Polícia Federal e não exigir que o delegado Josélio, que o está convocando para depor, transcreva em seu depoimento as acusações sérias e fundamentadas contra os 300 picaretas, que o ex-presidente já disse que existiam, mas nunca apresentou?

Aliás, nem Lula nem o “PT de baixos teores” do ministro “Cardozinho”, sempre disposto a mais uma concessãozinha à direita corrupta e fascista, com a finalidade de acalmá-la.

Aliás, se Lula falasse, não seriam simples denúncias, mas sim processos inteiros, com sentenças condenatórias em primeira e segunda instância.

Os processos judiciais contra os “300 picaretas”, a maioria condenados estão parados há anos no STF, no STJ, nos tribunais estaduais, mas “Lulinha Paz e Amor” sempre orientou o PT para não exigir que os processos criminais avançassem…Sabe-se lá por qual razão, ou tática “jenial”…

Na política, não tem empate. E quem não faz gol, toma!

No Estado de Direito, a luta política apenas tem consequência prática se for seguida de novas leis ou de sentenças judiciais. Num país cheio de políticos de direita corruptos, quando em 2002, o PT ganhou a eleição e eu ainda vivia aí, achamos que íamos ficar livres desses picaretas. Mas não.

Eles prosperaram, “caíram para cima” e ganharam ministérios, empresas estatais, cargos públicos importantes, apoio eleitoral. Ou ficaram livres, leves e soltos, na “oposição” que mais parecia e parece uma nau de condenados.

Lula e Dilma deveriam saber que de nada adiantaria ficar só no blá-blá-blá e na inauguração quase clandestina de obras e programas que, por mais importantes e maravilhosos que tenham sido para milhões de desesperados, excluídos, pobres e para a própria classe média não são conhecidos da população, pois são censurados abertamente na TV aberta ou fechada.

E por que as obras e programas do governo não são conhecidos?

Ora, por que “O PT não vai criar sua imprensa, por que ela já existe, foi Gutemberg que criou e é a TV Globo”, como sonhando, fora de si, devido talvez a algum chá alucinógeno, teria dito José Dirceu ao então governador do Paraná, Roberto Requião, quando este o questionou sobre a teimosa obstinação da direção do partido em proibir por 12 anos, até hoje, a criação ao menos um jornal impresso e on-line com linha política de esquerda.

Lembram da entrevista de Lula na bancada do JN após o resultado da eleição de 2002?

Sobre tudo o que está acontecendo hoje, com todo o respeito ao trabalho de mais de dois milhões de brasileiros que durante esses 36 anos carregaram o partido nas costas, muita gente que conhece só tem a dizer ao Lula:

“É muito bem feito!”

“Quem mandou subestimar seus adversários?”

“Quem mandou acreditar nos Irmãos Marinho?”

“Quem mandou desprezar fazer a boa política com o povo pobre e com a classe média, deixando de mostrar para elas, com todos os meios que um governo certamente tem,

todos os avanços, as concepções de mundo e de civilidade que estavam atrás dos programas sociais?”

“Quem mandou desprezar falar com o povo e preferir bajular alguns picaretas, permitindo que outros ficassem livres, leves e soltos, sem sofrer as consequências de seus atos e trabalhando contra o povo?“

“Quem mandou não mandar auditar a dívida pública, como prometeram, deixando o país continuar inteiramente nas mãos dos bancos, que comem nada menos do que 43% do orçamento da União?”

Por tudo isso e por muitos mais “quem mandou”, nas áreas da saúde, da energia, da educação, do saneamento, do judiciário, da reforma política, da comunicação social e tantas outras, hoje muita gente do Brasil aqui na Europa só consegue dizer ao “Lulinha Paz e Amor”: É muito bem feito!”

Vamos ver como Lula se comportará no seu depoimento na Polícia Federal. Dependendo de sua coragem em denunciar os picaretas, os brasileiros ainda poderão fazer muita coisa para manter em vigor a democracia no Brasil. Senão, até mesmo essa conquista de todos, sucumbirá.

Sobre a legalidade Leia mais