15 de dezembro de 2015
por esmael
9 Comentários

Requião divulga defesa técnica contra o impeachment de Dilma

Na véspera de o pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) decidir sobre a validade ou não da comissão que analisará o impeachment de Dilma Rousseff (PT), o senador Roberto Requião (PMDB-PR) divulgou um amplo estudo técnico contra o afastamento da presidente da República pretendido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e “porras-loucas” da oposição.

A defesa da presidente Dilma, elaborada pelo consultor de orçamento Hipólito Gadelha Remígio, do gabinete de Requião, também vem à tona na véspera de manifestações em prol da democracia e pelo “Fora Cunha”.

Em Curitiba, os movimentos populares e sindicais se concentrarão nesta quarta-feira, às 17 horas, na Praça Santos Andrade (UFPR). De lá, por volta das 18 horas, os manifestantes marcharão até a tradicional Boca Maldita.

O Blog do Esmael, em parceria com a TV 15, vai transmitir ao vivo para o Brasil e mundo.

A seguir, leia a íntegra da defesa divulgada pelo senador Roberto Requião:

UMA CONTESTAÇÃO TÉCNICA AO PEDIDO DE IMPEACHMENT

Hipólito Gadelha Remígio[1]

Introdução

O pedido de impeachment assinado pelo Dr. Hélio Bicudo e outros baseou-se nas duas seguintes alegações: (i) de que a presidenta da República teria editado decretos ilegais, e (ii) de que teria contraído empréstimos sem a devida autorização legal.

No pedido, apontaram-se, de forma tangencial, desvios na Petrobras, empréstimos suspeitos do BNDES para obras no exterior e até um suposto lobby do ex-presidente Lula para a construtora Odebrecht.

A peça vestibular do processo foi aditada para inserir menção a essas mesmas duas práticas durante o ano de 2015.

Ao acatar o pedido, o Presidente da Câmara afastou todas as demais denúncias, exceto a relativa à edição de decretos, por entender que a suposta conivência de Dilma com os casos seria “mera suposição”.

Especificamente no que tange