Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

11 de setembro de 2014
por esmael
4 Comentários

Argentina defende salário mínimo maior para promover crescimento

A chefe da delegação argentina na reunião ministerial de Trabalho e Emprego do G20 (grupo formado pelas 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia), Marta Novick, defendeu hoje (11), em Melbourne, na Austrália, o aumento do salário mínimo como estratégia de crescimento econômico e de garantia social.

A tese é a mesma defendida e aplicada pelo ex-presidente Lula na crise mundial de 2008, em que apostou no incentivo ao consumo. No Paraná, o ex-governador Requião fez a política de valorização do salário mínimo regional virar lei, garantindo sucessivos aumentos reais, agora combatidos pelos empresários via Fiep (Federação das Indústrias do Paraná).

O salário mínimo argentino, que teve este ano um aumento de 31%, figura como uma contribuição para a macroeconomia porque os recursos que chegam aos mais pobres traduzem-se em uma maior procura, produção e crescimento!, disse Marta Novick.

A reunião ministerial, que termina nesta quinta-feira, conta com a presença dos ministros do Trabalho e do Emprego dos países do G20, de representantes da União Europeia e das principais organizações internacionais, incluindo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e o Banco Mundial.

via Agência Brasil, com adendos.! 

24 de junho de 2014
por esmael
37 Comentários

Coluna do Enio Verri: A verdade vai vencer a mentira e a desinformação

Enio Verri, em sua coluna desta terça, afirma que as candidaturas de Dilma e Gleisi sintetiza os avanços dos governos do PT na última década;  "Levou 42 milhões de pessoas para a classe média", destaca o colunista que ainda aborda a descoberta do pré-sal, da chegada dos médicos ao interior do país e o drible dos petistas na crise financeira mundial; "Enquanto no resto do mundo, desde 2012, a crise devorou 60 milhões de empregos, o Brasil criou 11 milhões de postos de trabalho com carteira assinada. Pela primeira vez na nossa história, o trabalhador não pagou o preço da crise", capitaliza o parlamentar do PT; leia o texto e compartilhe.

Enio Verri, em sua coluna desta terça, afirma que as candidaturas de Dilma e Gleisi sintetiza os avanços dos governos do PT na última década; “Levou 42 milhões de pessoas para a classe média”, destaca o colunista que ainda aborda a descoberta do pré-sal, da chegada dos médicos ao interior do país e o drible dos petistas na crise financeira mundial; “Enquanto no resto do mundo, desde 2012, a crise devorou 60 milhões de empregos, o Brasil criou 11 milhões de postos de trabalho com carteira assinada. Pela primeira vez na nossa história, o trabalhador não pagou o preço da crise”, capitaliza o parlamentar do PT; leia o texto e compartilhe.

Enio Verri*

O PT oficializou a candidatura da presidenta Dilma Rousseff à  reeleição na última sexta-feira, 20, na Convenção Nacional, em Brasília. Também foram confirmadas as candidaturas aos governos estaduais, entre elas a da senadora Gleisi Hoffmann no Paraná. Leia mais