4 de Abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comente agora

Há 3 anos, servidores protestavam contra os “deputados do camburão” nas bases


No dia 04 de abril de 2015, um sábado, véspera da Páscoa, os professores e servidores estaduais protestavam contra os deputados da “bancada do camburão” nas bases. Eles faziam pressão para que os parlamentares rejeitassem os projetos do governador Beto Richa (PSDB) contra a educação. Relembre. Leia mais

3 de Abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comente agora

Há 3 anos, popularidade de Richa só caía com ataques aos servidores

O governador Beto Richa promoveu em 2015 os mais duros ataques aos servidores estaduais, em especial os professores. Isso se refletiu diretamente em seus índices de popularidade. No dia 03 de abril de 2015, o Blog do Esmael noticiava que a reprovação de Richa era maior que a da presidente deposta Dilma Roussefff. Relembre no Blog do Esmael. Leia mais

17 de junho de 2015
por esmael
15 Comentários

O Paraná se levanta pela ‘sexta aula’ na reposição da greve; assista ao vídeo

Cerca de mil pessoas de três colégios protestaram no começo da noite desta quarta-feira (17), em Curitiba, pela ‘sexta aula’ na reposição da carga horária perdida com a greve dos educadores.

O governador Beto Richa (PSDB) proibiu que as escolas adotassem uma aula adicional e determinou que as reposições ocorressem aos sábados. A comunidade escolar entendeu como um “calendário de punição”.

Assista ao vídeo

A intransigência do tucano e da Secretaria de Estado da Educação (SEED) pode ser mais um novo tiro de canhão no pé, que está por vir. O tema une pais, alunos e professores.

Hoje à noite, a mobilização dos colégios São Pedro Apóstolo, Nossa Senhora Aparecida e João Paulo II — todos da região Sul da capital — é apenas uma mostra da panela de pressão que está prestes explodir em todo o Paraná.

Os diretores das escolas devem enviar a proposta de calendário letivo de cada escola com as reposições aos Núcleos Reginais de Educação até a próxima sexta-feira, dia 19 de junho. Até lá, todos esperam que o governo se sensibilize a altere os critérios possibilitando a ‘sexta aula’ e outras alternativas de reposição.

17 de junho de 2015
por esmael
23 Comentários

Pais, alunos e professores protestam contra “calendário de punição” de Beto Richa na reposição de aulas

reposicao_profs

A reposição das aulas perdidas no período da greve na rede pública estadual de ensino está se tornando um novo cavalo de batalha dos professores, pais e alunos contra o governo Beto Richa (PSDB). Hoje à noite, às 19 horas, no Colégio São Pedro Apóstolo, comunidades de várias escolas da região Sul da realizam um protesto contra o tucano.

A manifestação tem como objetivo pressionar o governo a permitir a realização da ‘sexta aula’ como forma de reposição.

Os professores estão chamando o esquema de “calendário de punição”, pois, segundo eles, os profissionais que não participaram da greve estão desobrigados a repor conteúdos, mesmo que seus alunos não tenham assistido as aulas.

20 de Maio de 2015
por esmael
14 Comentários

Agentes penitenciários decidem por greve geral na luta da data-base

sindarspenOs agentes penitenciários do Paraná deliberaram por greve geral no Sistema Penitenciário em protesto contra a falta de segurança, dentro e fora dos presídios, e também pela luta da data-base de 8,17% dos servidores públicos. A decisão foi tomada nesta terça-feira (19), em assembleia gral da categoria, em Guarapuava. A greve dos agentes inicia no próximo sábado (23) e não tem data para terminar.

7 de Maio de 2015
por esmael
46 Comentários

Após repercussão negativa, Assembleia cancela título de “Governador dos Trabalhadores” a Beto Richa

premio_richaO presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano (PSDB), cancelou “por motivo de força maior” a sessão solene que aconteceria hoje (7), às 18h30, em que o governador Beto Richa (PSDB) seria agraciado com o título de “Governador dos Trabalhadores”.

A informação do cancelamento é do presidente da Fotrapar (Fundação Força Trabalhista do Paraná), Walter Cezar, que encabeçava o evento a mando do secretário de Estado da Saúde, Michelle Caputo. O criador do troféu em comemoração ao Dia Internacional do Trabalho é funcionário em cargo comissionado no governo do estado.

A premiação que seria concedida a Beto Richa, uma semana após o massacre de professores, no Centro Cívico, causou revolta entre os paranaenses.

O Blog do Esmael apurou que o governador tucano “determinou” à Assembleia que cancelasse o evento de entrega do título. A tarefa de desarticular o evento coube ao chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD), que deu um “esporro” no secretário da Saúde.

Segundo Sciarra, não haveria momento mais inoportuno para a premiação para Beto Richa em um momento que os professores estão acampados em frente à Assembleia. Ou seja, para uma nova ocupação seria só atravessar a Praça 29 de Abril (antiga Nossa Senhora de Salete).

Leia a íntegra do comunicado do presidente da Fotrapar, Walter Cezar, que circula no restrito grupo Whatsapp “Amigos do Beto Richa”:

6 de Maio de 2015
por esmael
127 Comentários

1 semana após massacre, Assembleia condecora Richa com título de “governador dos trabalhadores”

soleneOs professores e servidores estaduais estudam tomar o plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) nesta quinta-feira, dia 7 de maio. É que a Alep realizará, a partir das 18h30, uma sessão solene em comemoração ao Dia Internacional do Trabalhador (!) convocada pelos deputados Ademar Traiano (PSDB) e Marcio Nunes (PSC).

Durante a sessão, a Fundação Força Trabalhista do Paraná (Fotropar), uma entidade ligada ao secretário da Saúde, Michele Caputo, irá promover o “Dia do Sindicalista” com homenagens aos dirigentes sindicais alinhados aos tucanos.

No convite figura o slogan mais que inoportuno: “Beto Richa: O governador dos trabalhadores!”, e é assinado pelo presidente da Fotropar, Walter Cézar, funcionário comissionado na Secretaria de Saúde.

Os manifestantes prometem vaiar cada homenageado, além dos que eles consideram “puxa-sacos” do governador tucano.

4 de Maio de 2015
por esmael
43 Comentários

Educadores planejam barrar agenda da filha da vice-governadora nos NREs

vitoriaA direção da APP-Sindicato de Cascavel decidiu que vai barrar a entrada da filha da vice-governadora Cida Borghetti (PROS), deputada estadual Maria Victoria Barros (PP), no NRE (Núcleo Regional de Educação) de Cascavel.

A deputada é a representante da Assembleia Legislativa no Conselho Estadual de Educação e o posicionamento dela de ignorar o ataque aos professores no último dia 29 de abril, no Centro Cívico, votando favor do confisco da previdência dos servidores, revoltou a categoria.

Segundo o presidente do núcleo da APP em Cascavel, Professor Paulino, já circula nos bastidores da rede estadual que Maria Victoria organiza uma agenda em vários Núcleos Regionais (NREs) para construção de pautas políticas com diretores. E diante dessa informação, os professores se antecipam anunciando que não querem diálogo com a deputada.

28 de Abril de 2015
por esmael
14 Comentários

UPES conquista Habeas Corpus no STJ e governo deverá retirar cerco à Alep

upesA União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES) conquistou um Habeas Corpus Coletivo no Superior Tribunal de Justiça determinando a suspensão do cerco ao Centro Cívico ordenado pelo governador Beto Richa (PSDB). Leia mais

28 de Abril de 2015
por esmael
9 Comentários

TJ concede liminar para 400 pessoas acompanharem sessão da Alep

galeriasA APP-Sindicato conseguiu agora de manhã uma liminar que garante o acesso às galerias da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep). De acordo com a decisão do TJ-PR os servidores não podem ser impedidos de acompanhar as sessões de votação do PL 252/2015. Leia mais

27 de Abril de 2015
por esmael
64 Comentários

Sitiados na Alep, deputados aprovam confisco da previdência dos servidores em primeira votação

sitioOs deputados estaduais acabaram de aprovar, por 31 votos a 21, em primeira votação, o confisco da poupança previdenciária dos servidores pelo governador Beto Richa (PSDB). Foram apresentadas dezesseis emendas ao projeto original que deverão ser analisadas na Comissão de Constituição e Justiça nesta terça-feira (28). Leia mais

22 de Março de 2015
por esmael
71 Comentários

Professora consegue direito de resposta na Folha de S. Paulo para desmentir artigo de Beto Richa

richa_juliana_resposta.jpgCoube à professora Juliana Bayex Dascal, professora do departamento de Educação Física da UEL (Universidade Estadual de Londrina), a tarefa de desmentir ontem (21) o artigo do governador Beto Richa (PSDB) publicado no jornal Folha de S. Paulo no dia 16 de março.

Além de confirmar sua intenção de confiscar R$ 8 bilhões da Paranáprevidência, Richa também pediu no artigo da semana passada “cota de sacrifício” dos servidores públicos.

“Por que ele, como governador, não se digna a ser o primeiro a dar sua cota de sacrifício?”, perguntou a professora, ao recordar que o tucano aumentou seu salário e concedeu auxílio-moradia de R$ 4,2 mil a membros do Tribunal de Contas da do Estado.

Juliana desmente Richa sobre “reajuste de 60% aos professores” que ele “concedeu” nos últimos 4 anos. “Isso nada mais é do que o dissídio, obrigatório por lei”.

Segundo ela, o tucano ainda não pagou o terço de férias, garantido por lei. “Nosso governador, ‘prometeu’ fazê-lo até dia 31 de março (sendo que devíamos tê-lo recebido em dezembro de 2014)”.

A APP-Sindicato também deu uma sapecada no governador durante a semana. A entidade denunciou que Beto Richa não está cumprindo a Lei do Piso. A lei federal obriga o pagamento do piso de R$ 1.917,78, mas o governo do Paraná paga apenas R$ 1.731,88.

A seguir, leia a íntegra do direito de resposta da professora Juliana Bayex Dascal na Folha: