17 de setembro de 2015
por admin
9 Comentários

Coluna do Requião Filho: O cheque em branco e a tentativa do pacotaço 3

Download

Requião Filho*

Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço. Este deve ser o lema do governo estadual quando o assunto é gestão pública. Sim, só pode ser! Critica o governo federal pela criação de novos impostos, diz que o certo seria cortar gastos, mas não faz diferente aqui no Paraná.

Beto Richa morde e assopra. Envia e retira um pacote de “maldades” com itens desconexos e outras providências. Queria ele colocar o bode na sala mais uma vez! Não fosse a pressão dos deputados, tais medidas acertariam em cheio o bolso dos paranaenses e, nas entrelinhas do projeto, autorizaria a venda de ações da Copel e da Sanepar, pelo executivo, sem qualquer chance de intervenção parlamentar.

Rápido como um raio, o Projeto de Lei 662/2015, vulgo “Pacotaço Parte 3”, chegou e já teve a maior parte de seu conteúdo retirado. A começar pelo item que previa a criação de uma nova régua financeira para a cobrança do imposto sobre heranças e pensões. A ideia era boa, mas a estratégia e as intenções piores possíveis!

A progressão do  Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) que poderia parecer uma justiça fiscal, beneficiando quem tem menos condições e cobrando dos mais abastados, era uma armadilha, mais uma tentativa desmedida de aumentar a arrecadação para cobrir o rombo nas contas. E nas propagandas, lá vai ele novamente repetir aos desinformados: “o Paraná que segue em frente”, quando na verdade é “o Paraná que segue atolado com dívidas e em escândalos de corrupção”.

Não se engane! O Governo está correndo atrás de medidas desesperadas para fazer caixa, dando a entender que o rombo no Estado é ainda maior do que se imagina. Para querer escancarar a porteira para o Executivo fazer o que bem entender com as empresas públicas, notem que isto, aos poucos, esvaziaria todo o patrimônio estatal e deixaria o Paraná à míngua.

O buraco é mais embaixo, meus amigos! Para quê dar um cheque em branco a quem já mostrou que não sabe administrar? O Paraná não é bobo!

*Requião Filho é advogado, deputado estadual pelo PMDB, vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, especialista em políticas públicas.

Leia mais

27 de agosto de 2015
por esmael
20 Comentários

Coluna do Requião Filho: Um pesadelo bizarro, ou a realidade do Paraná?

Requião Filho*

Download

Tive um sonho bizarro. Quero compartilhar este sonho. Me permita esta intimidade com você, leitor.

Sonhei que estava na arquibancada de um grande circo. Um circo enorme, naquelas tendas de espetáculos como há muito não se vê. No centro um pomposo mestre de cerimônias, terno bem cortado, sapatos italianos e na cara… Ah!!! a sua cara não se via, era coberta por uma máscara estampada com um belo e enorme sorriso. Por trás da máscara os olhos, estes, no entanto, eram de uma mortífera inquietação e, ao mesmo tempo, mortos e sem brilho.

A primeira atração foi algo incrível, aquele tipo de incrível que apenas no mundo dos sonhos pode se materializar. O Mestre de cerimônias tira de seu bolso um papel e este papel se transforma em um monstro indescritível. Este monstro corre em direção às arquibancadas, desespero total! Atropela todos, deixa vários inconscientes e retorna ao centro do picadeiro apenas para novamente virar um simples pedaço de papel!

Ao retomar o ar o venerável público nota que estão sagrando. Todos sangram! Novamente o desespero, ninguém acha o ferimento. Um mais atento percebe que o sangue sai de seu bolso, mais precisamente de sua carteira. Aonde tinha dinheiro, não tem mais! Apenas papéis com códigos de barra e siglas como IPVA, ICMS e afins.

Desesperados mas atônitos todos sentam resignados.

No segundo ato um mágico se apresenta no picadeiro! Mas o mágico e o apresentador se confundem, são dois, mas ao mesmo tempo são um só; cousas do mundo de Morfeu. O Mágico tira do seu chapéu um aumento na conta de luz! Gritos do público! Tira na sequência sem dar tempo para a plateia se recompor um aumento na conta de água… donas de casa choram copiosamente! O magnífico grita: “Para o meu último truque…. A RENOVAÇÃO DO PEDÁGIO!”

A plateia não mais resignada grita! Joga copos e sacos no picadeiro! E o mestre de cerimônias pede calma, afinal a culpa não é dele é do mágico. Ele só está apresentando o show, não sabe nada…

Alguns se levantam e a segurança do circo dispersa a manifestação com bombas de gás, granadas de efeito moral e muita porrada. O mestre de cerimônias deixa o centro do palco. Lá do canto escuro ele ordena “entrem em cena e assumam a culpa”. Em instantes uns trinta e poucos anões de terno assumem o picadeiro e gritam: pode deixar que matamos esta “no peito”, basta nos mandar carrinhos novos para fazermos o nosso show.

Novamente no centro do picadeiro, meio descabelado, com o terno meio amassado e a mascará por cair, o nosso apresentador uiva e grita: “fiquem onde estão! o melhor está por vir!”

Neste instante acordei gritando: NÃO! Todo suado, com o coração na boca e os olhos arregalados me dei conta que um absurdo assim só pode acon Leia mais

13 de agosto de 2015
por esmael
52 Comentários

Coluna do Requião Filho: Nota Fiscal Paranaense, a grande mentira!

notafRequião Filho*

Download

O programa Nota Fiscal Paranaense, na forma divulgada, se caracteriza como verdadeira propaganda enganosa. Explico: a devolução de impostos ao consumidor, pregada pelo Governo, será mínima. Está se criando uma falsa expectativa no povo paranaense!

Depois de sobretaxar mais de 90 mil produtos que antes eram isentos, o governo lança mão de um artifício do qual é useiro e vezeiro, a mentira. Gasta o dinheiro que tira da educação em uma campanha prometendo mundos de crédito ao cidadão.

A propaganda do referido programa esqueceu de mencionar que quase a totalidade dos produtos consumidos no dia a dia não gerarão qualquer retorno e que não basta pedir crédito tem que fazer o cadastro para poder se creditar.

O próprio site oficial do Estado está na contramão da propaganda do programa, vez que traz informações que demonstram que grande parte das Notas Fiscais não gerará o retorno esperado.

O Governador Beto Richa (PSDB) e seu Secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, apostam suas fichas na memória curta do povo e na suposta falta de conhecimento de matemática básica, talvez por estarem costumados a menosprezar a educação no Estado. Eles acreditem que o povo não sabe fazer conta

Vamos aos números, Richa tributou produtos em 18% que antes eram totalmente isentos Leia mais

6 de agosto de 2015
por esmael
1 Comentário

Coluna do Requião Filho: Somos todos servidores – Os Três Poderes e o dever de fiscalização

reqfilhoRequião Filho*

Download

O funcionário público tem o dever legal de denunciar condutas tidas por ilegais, até mesmo meros desvios. Se se omitir de seu múnus público, responderá administrativa e judicialmente. O que foge à percepção da maioria, caro leitor, é que todo político com mandato se enquadra nesse conceito. Político com mandato é considerado servidor público por lei.

Todo político deveria o denunciar fraudes, atos ilegais ou desvios, e não cometê-los.

Aqui no Paraná os políticos têm esquecido está regra básica. Pior! Eles não lembram da máxima de que o Poder emana do povo e deve ser exercido em nome desse.

No caso dos deputados, além de meramente propor um número sem fim de projetos de leis (em sua maioria tratando de nomes de rodovias e concessão de título de utilidade pública) deveriam atender ao interesse da administração e não permitir que os cofres públicos sejam saqueados enquanto abaixam as cabeças em silêncio obsequioso.

Leitores da wikipedia dirão que, de acordo com a teoria clássica de Montesquieu, o Estado se divide em três Poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário, cabendo ao Legislativo apenas editar leis e códigos, na busca por previsibilidade e completude do ordenamento jurídico.

Mas não é essa a ideia da divisão dos poderes, que tem origem em Platão, tampouco é aceitável crer que estes projetos de lei respondem e correspondem a todos os anseios sociais.

Os poderes divididos são assim para evitar que um déspota traga o fim da justiça Leia mais

25 de junho de 2015
por esmael
18 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Beto Richa mancha a história do Paraná”

requiaofRequião Filho*

Depois do fim das sucessivas greves e da aprovação de apenas 3,45 % de reajuste da data-base dos servidores, Beto Richa falou para os seus chegados mais próximos que o melhor está por vir. Ele realmente acredita que os últimos meses deste ano serão esquecidos. Doce ilusão!

O governo já está marcado por um pacote de maldades, pela tentativa de supressão de direitos, por escândalos de corrupção e o inesquecível massacre dos professores em praça pública, que mancham a história do Paraná.

Além disso, o arrocho fiscal, as viaturas sem gasolina, escolas sem manutenção, estradas destruídas, a falta total de controle do Estado, este sim é o legado que o Beto está deixando.

São diversos escândalos de corrupção envolvendo o governo. Um delator que a cada semana traz à luz mais conexões e maior envolvimento de secretários e de pessoas próximas ao governador no escândalo da Receita Estadual. Corrupção de escalas nunca antes vistas no nosso Estado. E ainda há corrupção e escândalos na Fundepar e no IAP. Cada enxadada uma minhoca ou nova denúncia. Leia mais

28 de maio de 2015
por esmael
12 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Caso Araupel, a verdade veio à tona”

araupelRequião Filho*

Ontem, lendo um jornal de grande circulação, tomei conhecimento da notícia de que foi reconhecida pela Justiça Federal que a Fazenda Rio das Cobras pertence à União, e não à Araupel.

A Juíza Lilia Cortes de Carvalho de Martino da 1ª Vara Federal de Cascavel declarou nulo o título da Araupel e reconheceu que toda a cadeia dominial das terras e a integralidade da área pertence à União.

Lembro-me muito bem que, em entrevista à Rádio CBN de Cascavel, o Senador Requião questionou a propriedade da terra, vez que a própria Araupel a discutia judicialmente.

A Araupel não possui a propriedade da fazenda e a ressalva do Senador, de que teria que se aguardar uma decisão judicial, era absolutamente verdadeira e pertinente ao caso.

A campanha de reeleição do governador Beto Richa quis transformar a Araupel em vítima. Richa implicou que Requião era a favor de invasão de terras durante sua campanha.

A verdade vem à tona, a Justiça Federal hoje reconhece que a propriedade não pertencia à Araupel e sim da União. Leia mais

23 de abril de 2015
por esmael
18 Comentários

Coluna do Requião Filho: Confisco da Paranáprevidência é ilegal

richa_previdencia_requiaofilhoRequião Filho*

O Projeto apresentado pelo Executivo paranaense para desestruturar a Paranáprevidência apresenta irregularidades.

O Estado do Paraná busca solucionar um problema de caixa. O governo não consegue pagar a folha sem raspar o tacho. Agora busca deixar de contribuir com a previdência. Previdência está que por Culpa de um malfadado e mal planejado projeto de 2012 vem sofrendo. Para raspar o caixa e colocar a mão na grana do funcionalismo o governo está propondo mais um despautério.

O governo quer, nada mais nada menos que ter acesso a valor mensal do Fundo de Previdência, o que tende a diminuir gradativamente suas reservas, descapitalizando-o.

O Estado do Paraná, mais uma vez, busca modificar o regime de segregação de massa com o intuito de facilitar o seu fluxo de caixa, transferindo para o Fundo Previdenciário cerca de 33,5 mil servidores com mais de 73 anos, completados até o próximo dia 30 de junho.

Dentro da massa da segregação do Fundo Previdenciário 33,5 mil servidores, com mais de 73 anos, nos moldes da proposta do Governo, apenas levam com eles potenciais direitos, sem levar as reservas capitalizadas.

Com a manobra descrita acima o Estado consegue aliviar o Fundo Financeiro na ordem de 125 milhões mensais e passa a onerar o Fundo Previdenciário em exponencial descapitalização.

A desculpa é de que ele vai oferecer um lastro…o que não é real, o Estado do Paraná não dispõe de garantias reais para consolidar uma operação neste sentido.

Em resumo, o Estado não possui bens ou recursos disponíveis para garantir tal proposta.

Assim, seja por imperativa proibição legal, seja pela impossibilidade econômica do Estado de apresentação de garantia real, a movimentação financeira entre os fundos é prática incontestavelmente ilegal. Leia mais

16 de abril de 2015
por esmael
21 Comentários

Coluna do Requião Filho: “A Tripartição dos Poderes e sua reinvenção pelo Estado do Paraná”

requiaofilho_3poderes_camburao

Requião Filho*

Desde O Espírito das Leis, de Montesquieu, a separação de poderes encontra espaço para ser discutida, defendida e, infelizmente, também para ser violada.

Sua ideia central foi a separação do Estado em três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, independentes e harmônicos, que se encontrariam em um sistema de equilíbrio de Poder, eliminando tiranias e absolutismos e realizando uma sociedade mais justa e igualitária.

O grande objetivo da separação seria o de se evitar que o poder ficasse concentrado nas mãos de uma única pessoa, o que evitaria abusos e desmandos.

Montesquieu  cita que “só o poder freia o poder”. Assim, um Poder exerce sobre o outro o dever de fiscalização e, inclusive, de veto, inexistindo autonomia absoluta.

No nosso Estado, onde a propaganda vale mais que a realidade, é claro que até a tripartição dos poderes foi vilipendiada.

O inicio desta legislatura já deixou claro, os temas mais polêmicos possíveis chegam e passam pela casa sem uma mínima discussão.

A influência desmedida da Chefia do Executivo na condução dos trabalhos legislativos já levou os deputados a darem uma volta em belo camburão e serem taxados de inimigos da educação. Nas votações a toque de caixa já passaram absurdos que buscam resolver um problema imediato de caixa e condenarão o Paraná a um futuro tenebroso. Leia mais

26 de março de 2015
por esmael
30 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Antes de criticar Dilma, o PSDB tem que expulsar Richa”

requiaofilho_dilma_richa.jpgO cenário nacional anda meio agitado. O PSDB na oposição neste segundo mandato de Dilma resolveu pegar no filão de comparar a campanha com a realidade… Ou seja, está tripudiando sobre as coisas que Dilma falou e não fez ou que falou e fez ao contrário. PSDB diz que Dilma mente e que isto é inaceitável. ... 

Leia mais

17 de julho de 2014
por esmael
26 Comentários

Coluna do Requião Filho: à‰ possível um governo forte com mais segurança e menos marketing

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, mergulha na filosofia de Confúcio, de 500 a.C., para salientar a importância do passado  na construção do futuro; ao fazer uma verdadeira autópsia na segurança pública do Paraná, que sofreu com falta de equipamentos e gasolina, o colunista especialista em políticas públicas afirma: "Vejo a manipulação do marketing que mente, maquia, ilude"; Requião Filho defende modelo de polícia cidadã com autoestima, democrática, equipada e inserida no contexto social;  leia o texto e compartilhe.

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, mergulha na filosofia de Confúcio, de 500 a.C., para salientar a importância do passado na construção do futuro; ao fazer uma verdadeira autópsia na segurança pública do Paraná, que sofreu com falta de equipamentos e gasolina, o colunista especialista em políticas públicas afirma: “Vejo a manipulação do marketing que mente, maquia, ilude”; Requião Filho defende modelo de polícia cidadã com autoestima, democrática, equipada e inserida no contexto social; leia o texto e compartilhe.

Requião Filho* ... 

Leia mais

13 de março de 2014
por esmael
36 Comentários

Coluna do Requião Filho: Apesar de você amanhã há de ser outro dia, Beto!

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, cantarola o "desgoverno" de Beto Richa; atrás daquele sorriso forçado, do abraço à  criança, está o tarifaço da Copel e da Sanepar, a falta de combustível nas viaturas da polícia e o abandono dos professores!, analisa; colunista afirma que tucano vive de ilusões, da mentira, da propaganda, chupinzando! obras do governo federal, endividando prefeituras; Apesar de você amanhã há de ser outro dia, Beto!, repete o refrão; leia o texto.

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, cantarola o “desgoverno” de Beto Richa; atrás daquele sorriso forçado, do abraço à  criança, está o tarifaço da Copel e da Sanepar, a falta de combustível nas viaturas da polícia e o abandono dos professores!, analisa; colunista afirma que tucano vive de ilusões, da mentira, da propaganda, chupinzando! obras do governo federal, endividando prefeituras; Apesar de você amanhã há de ser outro dia, Beto!, repete o refrão; leia o texto.

Requião Filho* ... 

Leia mais

6 de março de 2014
por esmael
36 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Beto Richa é um golpe de marketing”

Requião Filho, em sua coluna pós-carnaval, "desossa" o governo de Beto Richa; segundo o especialista em políticas públicas, o tucano é um golpe de marketing, e nada mais!; Ele quer ser o playboy da boa notícia, mesmo que seja uma promessa vazia que não tem a menor chance de ser cumprida!, fuzila o colunista, que ainda complementa: O governo Richa atrasa o dinheiro do Leite das Crianças, deixa faltar ração para os cães da PM, não paga a gasolina e o conserto das viaturas da polícia, manda desativar salas de aula para economizar na área da educação, mas não diminui seus gastos com propaganda!; sobre o lema do governador, diálogo e respeito!, Requião Filho acusa Richa de manter conversas apenas com empresários e fornecedores de campanha, sempre contra o povo paranaense; leia o texto.

Requião Filho, em sua coluna pós-carnaval, “desossa” o governo de Beto Richa; segundo o especialista em políticas públicas, o tucano é um golpe de marketing, e nada mais!; Ele quer ser o playboy da boa notícia, mesmo que seja uma promessa vazia que não tem a menor chance de ser cumprida!, fuzila o colunista, que ainda complementa: O governo Richa atrasa o dinheiro do Leite das Crianças, deixa faltar ração para os cães da PM, não paga a gasolina e o conserto das viaturas da polícia, manda desativar salas de aula para economizar na área da educação, mas não diminui seus gastos com propaganda!; sobre o lema do governador, diálogo e respeito!, Requião Filho acusa Richa de manter conversas apenas com empresários e fornecedores de campanha, sempre contra o povo paranaense; leia o texto.

Requião Filho* ... 

Leia mais

27 de fevereiro de 2014
por esmael
31 Comentários

Coluna do Requião Filho: “O Paraná de verdade não tem combustível para a polícia nem ração para cães da PM”

Requião Filho, na sua coluna de hoje, revela como os profissionais do marketing 'plastificam' políticos e lideranças visando enganar o eleitor; colunista pega o caso específico do governador Beto Richa (PSDB) com exemplo; "Vamos esquecer esse mundo plástico e perfeito que nos tentam vender nas propagandas do governo, olhar a realidade e fugir do Estado que existe apenas nos intervalos do horário nobre da TV Globo", convida; de acordo com o advogado especialista em políticas públicas, o Paraná real deve mais de R$ 1,1 bilhão, não tem dinheiro para o combustível das viaturas nem ração para os cães da polícia; tem hospitais abandonados e privatiza a saúde; aumenta a tarifa da água e da luz; Mas, segundo a propaganda, a culpa disso tudo não é do Beto Richa!, ironiza; leia o texto.

Requião Filho, na sua coluna de hoje, revela como os profissionais do marketing ‘plastificam’ políticos e lideranças visando enganar o eleitor; colunista pega o caso específico do governador Beto Richa (PSDB) com exemplo; “Vamos esquecer esse mundo plástico e perfeito que nos tentam vender nas propagandas do governo, olhar a realidade e fugir do Estado que existe apenas nos intervalos do horário nobre da TV Globo”, convida; de acordo com o advogado especialista em políticas públicas, o Paraná real deve mais de R$ 1,1 bilhão, não tem dinheiro para o combustível das viaturas nem ração para os cães da polícia; tem hospitais abandonados e privatiza a saúde; aumenta a tarifa da água e da luz; Mas, segundo a propaganda, a culpa disso tudo não é do Beto Richa!, ironiza; leia o texto.

Requião Filho* ... 

Leia mais

20 de fevereiro de 2014
por esmael
16 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Gleisi não é má pessoa, mas o marido dela…”

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, desmistifica a tese de que não gosta da senadora Gleisi Hoffmann; Ao contrário do folclore eu, pessoalmente, gosto da senadora, sentimento este que não nutro por seu cônjuge, por motivos políticos óbvios e notórios!, esclareceu o filho do senador Requião, que garante que a ex-ministra não é uma pessoa má; O mesmo não posso dizer do marido dela!; colunista também retruca o líder do governo deficitário! Richa e ideólogo do Palácio Iguaçu, Ademar Traiano, ao sair em defesa da petista, alvo frequente do tucano, que a acusa de trabalhar em Brasília contra o Paraná: não creio que a senadora tenha tomado uma postura destas contra o Paraná. A senadora não faria isto!, disse; Requião Filho aproveita o espaço para vender um projeto de lei de seu pai, Requião, sugerindo que a União troque a dívida dos Estados e municípios por investimentos em infraestrutura; leia o texto.

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, desmistifica a tese de que não gosta da senadora Gleisi Hoffmann; Ao contrário do folclore eu, pessoalmente, gosto da senadora, sentimento este que não nutro por seu cônjuge, por motivos políticos óbvios e notórios!, esclareceu o filho do senador Requião, que garante que a ex-ministra não é uma pessoa má; O mesmo não posso dizer do marido dela!; colunista também retruca o líder do governo deficitário! Richa e ideólogo do Palácio Iguaçu, Ademar Traiano, ao sair em defesa da petista, alvo frequente do tucano, que a acusa de trabalhar em Brasília contra o Paraná: não creio que a senadora tenha tomado uma postura destas contra o Paraná. A senadora não faria isto!, disse; Requião Filho aproveita o espaço para vender um projeto de lei de seu pai, Requião, sugerindo que a União troque a dívida dos Estados e municípios por investimentos em infraestrutura; leia o texto.

Requião Filho* ... 

Leia mais

13 de fevereiro de 2014
por esmael
34 Comentários

Coluna do Requião Filho: “O Paraná é uma festa para Gleisi e Beto, que só pensam em privatizar e voar”

Requião Filho, nesta quinta, anota que Richa e Gleisi são parecidos nos gostos extravagantes e na farra com aviões e helicópteros; Richa cruza nosso estado em jatos e helicópteros alugados pelo Estado. A Senadora Gleisi viaja em jatinhos e helicópteros pagos pelo PT. Grandes campanhas, grandes financiadores!, critica; colunista também vê semelhanças entre petista e tucano no que diz respeito à  falta de projetos para o estado; mas, segundo ele, que é especialista em políticas públicas, o governador e a senadora são mais parecidos ainda na questão das privatizações; Estes dois candidatos [Richa e Gleisi] não têm identidade, não tem projeto, não defendem o interesse público!, detona Requião Filho, que ainda cutucou acerca da liminar conseguida ontem no STF, pelo Palácio Iguaçu, liberando! empréstimos: decisão precária!; leia o texto.

Requião Filho, nesta quinta, anota que Richa e Gleisi são parecidos nos gostos extravagantes e na farra com aviões e helicópteros; Richa cruza nosso estado em jatos e helicópteros alugados pelo Estado. A Senadora Gleisi viaja em jatinhos e helicópteros pagos pelo PT. Grandes campanhas, grandes financiadores!, critica; colunista também vê semelhanças entre petista e tucano no que diz respeito à  falta de projetos para o estado; mas, segundo ele, que é especialista em políticas públicas, o governador e a senadora são mais parecidos ainda na questão das privatizações; Estes dois candidatos [Richa e Gleisi] não têm identidade, não tem projeto, não defendem o interesse público!, detona Requião Filho, que ainda cutucou acerca da liminar conseguida ontem no STF, pelo Palácio Iguaçu, liberando! empréstimos: decisão precária!; leia o texto.

Requião Filho* ... 

Leia mais