17 de setembro de 2014
por esmael
23 Comentários

Depois de 20 rebeliões, Direitos Humanos cogitam pedir intervenção federal nos presídios do Paraná

Entidades dos Direitos Humanos não descartam pedir nesta sexta-feira (19) intervenção federal nas penitenciárias paranaenses que, em menos de um ano, enfrentaram vinte rebeliões de presos. Conselho Nacional de Políticas Criminais e Penitenciárias (CNPCP) realiza à s 9 horas reunião de emergência na sede da OAB-PR. Segundo agentes penitenciários, que duvidam da capacidade administrativa do governo Beto Richa (PSDB) para enfrentar a crise, a maioria dos motins tem a ver com as péssimas condições de higiene, comida estragada, superlotações nas unidades, falta de agentes, ausência de assistência médica e jurídica aos apenados.

Entidades dos Direitos Humanos não descartam pedir nesta sexta-feira (19) intervenção federal nas penitenciárias paranaenses que, em menos de um ano, enfrentaram vinte rebeliões de presos. Conselho Nacional de Políticas Criminais e Penitenciárias (CNPCP) realiza à s 9 horas reunião de emergência na sede da OAB-PR. Segundo agentes penitenciários, que duvidam da capacidade administrativa do governo Beto Richa (PSDB) para enfrentar a crise, a maioria dos motins tem a ver com as péssimas condições de higiene, comida estragada, superlotações nas unidades, falta de agentes, ausência de assistência médica e jurídica aos apenados.

A situação de calamidade no sistema prisional paranaense chama a atenção do país. Por isso o Conselho Nacional de Políticas Criminais e Penitenciárias (CNPCP), juntamente com os órgãos de execução penal e entidades estaduais de Direitos Humanos do Paraná, realizará uma reunião de emergência na próxima sexta-feira (19) para discutir o tema “Políticas Nacionais para o Sistema de Penitenciário e o caso do Paraná”. ... 

Leia mais