25 de fevereiro de 2014
por esmael
29 Comentários

Coluna do André Vargas: “Só falta o governador Richa nomear o homem da sogra para a Segurança”

André Vargas, em sua coluna de hoje, relata as trapalhadas de Beto Richa que teria "nomeado" o delegado da PF José Iegas sem pedir sua disposição funcional ao Ministério da Justiça; "o governador desconhecia as normas do Ministério da Justiça que não permite que um membro de sua alta cúpula assuma um cargo público em outro órgão sem antes passar por um período fora da Polícia Federal", criticou; colunista disse ainda que a tragédia na área da segurança já era anunciada; o Paraná precisa de um comando e quem deveria comandar é o próprio governador Beto Richa que, ao contrário, prefere ficar chorando nos quatro cantos do Estado, dizendo que o governo federal não o ajuda. Mentira!; ao final, o vice-presidente da Câmara sugere que Beto Richa nomeará Ezequias Moreira, o homem da sogra, como interventor na Secretaria de Segurança Pública; Pois é só o que falta!, sapeca.

André Vargas, em sua coluna de hoje, relata as trapalhadas de Beto Richa que teria “nomeado” o delegado da PF José Iegas sem pedir sua disposição funcional ao Ministério da Justiça; “o governador desconhecia as normas do Ministério da Justiça que não permite que um membro de sua alta cúpula assuma um cargo público em outro órgão sem antes passar por um período fora da Polícia Federal”, criticou; colunista disse ainda que a tragédia na área da segurança já era anunciada; o Paraná precisa de um comando e quem deveria comandar é o próprio governador Beto Richa que, ao contrário, prefere ficar chorando nos quatro cantos do Estado, dizendo que o governo federal não o ajuda. Mentira!; ao final, o vice-presidente da Câmara sugere que Beto Richa nomeará Ezequias Moreira, o homem da sogra, como interventor na Secretaria de Segurança Pública; Pois é só o que falta!, sapeca.

André Vargas* ... 

Leia mais

30 de janeiro de 2014
por esmael
7 Comentários

Beto Richa esvazia “caneta” de secretário da Segurança Pública

O governador Beto Richa (PSDB) resolveu diminuir as atribuições do secretário de Estado da Segurança Pública (SESP), Cid Vasques, nesta quinta (30), ao transferir a prerrogativa de indicação de policiais que prestam serviço no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Por meio de nota (clique aqui), o Ministério Público afirma que a escolha dos agentes, a partir de agora, é competência da Procuradoria-Geral de Justiça e o governador do Estado, “e não mais Gaeco e Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp)”.

Segundo fontes do blog no Palácio Iguaçu, Vasques está em férias em Paris. Ao ser informado pelo telefone do entendimento entre MP e Richa, o secretário teria ficado irritado.

O MP, que é chefiado no Paraná pelo procurador Gilberto Giacoia, havia dado um ultimado ao governador para que definisse o imbróglio sob pena de extinção do Gaeco. A crise entre SESP e MP teria se aprofundado em virtude da guerra de liminares visando garantir Vasques no cargo.

De acordo com a mesma fonte palaciana, o secretário estaria ganhando tempo — e enrolando o MP — até sua aposentadoria no mês de abril, pois Vasques também é promotor de Justiça do MP.

A guerra entre MP e SESP inciou no ano passado quando o secretário da Segurança determinou a implantação de rodízio na escolha de policiais do Gaeco. O órgão, que funcional como braço policial dos promotores, acusam Vasques de agir contra as investigações e por isso pediu que não fosse renovada sua licença no MP para continuar na pasta.

A seguir a íntegra da nota do MP:

MP-PR e Governo do Estado chegam a entendimento sobre Gaeco

O Ministério Público do Paraná e o Governo do Estado chegaram a um entendimento em relação ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Para evitar conflitos como os instalados, que culminaram com a crise que ameaçava a continuidade do Grupo, ficou acordado entre o governador do Estado, Beto Richa, e o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, em reunião realizada ontem (29), que as instâncias de indicação e de designação de policiais passarão a ser, respectivamente, a Procuradoria-Geral de Justiça e o governador do Estado, e não mais Gaeco e Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Também ficou acordado que o Governo recomporá os quadros do Gaeco, inclusive estudando a possibilidade de sua ampliação.

As designações não terão prazo de validade pré-fixados, sendo eventuais substituições procedidas naturalmente, quando necessárias, como já ocorria.

Com essa decisão, o Governo demonstrou objetivamente que deseja prosseguir apoiando essa importante célula de Estado de combate ao crime organizado, porque reconhece a relevância social de seu trabalho. Assim, pode-se afirmar que o conflito institucional instalado está superado!, afirmou o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia.

O entendimento foi comunicado oficialmente à  coordenação estadual e aos promotores coordenadores das regionais do Gaeco, em reunião realizada nes Leia mais

26 de dezembro de 2013
por esmael
27 Comentários

Veja + essa: Secretaria de Segurança Pública é assaltada no Paraná

Secretaria de Segurança Pública do Paraná, pilotada pelo promotor de Justiça Cid Vasques, sofreu assalto na madrugada desta quinta (26); bandidos levaram computador do RH, depois de arrombar uma das janelas do prédio que fica no Centro Cívico, na capital paranaense; pasta tem se destacado no noticiário pelo lado pitoresco, como nas imagens de policiais empurrado viaturas por falta de combustível ou pelos telefones cortados por falta de pagamento; governo Beto Richa vem sofrendo incrível crise de imagem e de gestão.

Secretaria de Segurança Pública do Paraná, pilotada pelo promotor de Justiça Cid Vasques, sofreu assalto na madrugada desta quinta (26); bandidos levaram computador do RH, depois de arrombar uma das janelas do prédio que fica no Centro Cívico, na capital paranaense; pasta tem se destacado no noticiário pelo lado pitoresco, como nas imagens de policiais empurrado viaturas por falta de combustível ou pelos telefones cortados por falta de pagamento; governo Beto Richa vem sofrendo incrível crise de imagem e de gestão.

A maré não está para peixe no governo Beto Richa (PSDB). Segundo informações no site da rádio BandNews FM, o prédio da Secretaria de Segurança Pública do Paraná foi arrombado nesta quinta-feira (26) de madrugada.  ... 

Leia mais

17 de dezembro de 2013
por esmael
31 Comentários

MP cassa licença do secretário da Segurança do Paraná. Batman vem aí

O Conselho Superior do Ministério Público do Paraná defenestrou, nesta terça, por 8 votos a 1, a licença para o promotor Cid Vasques ocupar a Secretaria da Segurança Pública; caso não renuncie à  carreira e retorne ao órgão, o deputado Fernando Francischini, conhecido como Batman, é um dos nomes mais lembrados para o cargo; também é cogitado o coronel da PM Douglas Sabatini Dabul.

O Conselho Superior do Ministério Público do Paraná defenestrou, nesta terça, por 8 votos a 1, a licença para o promotor Cid Vasques ocupar a Secretaria da Segurança Pública; caso não renuncie à  carreira e retorne ao órgão, o deputado Fernando Francischini, conhecido como Batman, é um dos nomes mais lembrados para o cargo; também é cogitado o coronel da PM Douglas Sabatini Dabul.

O Conselho Superior do Ministério Público do Paraná (MP-PR), por 8 votos a 1, decidiu não renovar a licença do promotor Cid Vasques para continuar à  frente da Secretaria de Estado da Segurança Pública.  ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por esmael
9 Comentários

Após prisões de delegados pelo Gaeco, MP adia decisão sobre futuro de secretário da Segurança do PR

Conselho Superior do Ministério Público do Paraná resolveu adiar o "duelo final" entre os promotores Batisti e Vasques para o próximo dia 17; nesta terça, Gaeco, que pede a cabeça do secretário da Segurança, realizou megaoperação que resultou na prisão de 15 pessoas, dentre as quais o ex-delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinicius Michelotto, e do delegado Geraldo Celezinski, que atuava no 5!º Distrito Policial.

Conselho Superior do Ministério Público do Paraná resolveu adiar o “duelo final” entre os promotores Batisti e Vasques para o próximo dia 17; nesta terça, Gaeco, que pede a cabeça do secretário da Segurança, realizou megaoperação que resultou na prisão de 15 pessoas, dentre as quais o ex-delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinicius Michelotto, e do delegado Geraldo Celezinski, que atuava no 5!º Distrito Policial.

A guerra intestina no Ministério Público do Paraná (MP) envolvendo o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, procurador do órgão, e o procurador Leonir Batisti, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deverá se estender pelo menos até o próximo dia 17 de dezembro. ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por esmael
13 Comentários

Gaeco faz megaoperação antes de ser “extinto” no Paraná

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado realiza na manhã desta terça o que poderá ser sua última atividade antes de ser extinto!; hoje, Conselho Superior do Ministério Público analisa se concede licença para o promotor Cid Vasques continue à  frente da Secretaria de Segurança Pública; promotor Leonir Batisti acusa o colega secretário de dificultar o combate à  corrupção ao propor rodízio de policiais no grupo que age como braço armado do MP, o que, segundo Batisti, significará o fim do Gaeco no Paraná.

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado realiza na manhã desta terça o que poderá ser sua última atividade antes de ser extinto!; hoje, Conselho Superior do Ministério Público analisa se concede licença para o promotor Cid Vasques continue à  frente da Secretaria de Segurança Pública; promotor Leonir Batisti acusa o colega secretário de dificultar o combate à  corrupção ao propor rodízio de policiais no grupo que age como braço armado do MP, o que, segundo Batisti, significará o fim do Gaeco no Paraná.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o braço policial do Ministério Público do Paraná (MP), realiza na manhã desta terça (10) uma megaoperação que poderá ser a última antes de ser “extinto”, conforme afirmou ontem (clique aqui) o coordenador da força-tarefa Leonir Batisti. ... 

Leia mais

9 de dezembro de 2013
por esmael
27 Comentários

Secretário Cid Vasques continua na marca do pênalti; assista ao vídeo

Governador Beto Richa terá de arbitrar entre o fim do Gaeco e a continuidade do secretário Cid Vasques na Secretaria da Segurança, a mais problemática na gestão tucana; apego do titular da pasta chama a atenção, pois até a Federação Israelita (sic) foi convocada para defendê-lo; promotor Leonir Batisti deposita fé no Conselho Superior do Ministério Público, que se reúne amanhã, para salvar o grupo de combate à  corrupção no Paraná; assista ao vídeo.

Governador Beto Richa terá de arbitrar entre o fim do Gaeco e a continuidade do secretário Cid Vasques na Secretaria da Segurança, a mais problemática na gestão tucana; apego do titular da pasta chama a atenção, pois até a Federação Israelita (sic) foi convocada para defendê-lo; promotor Leonir Batisti deposita fé no Conselho Superior do Ministério Público, que se reúne amanhã, para salvar o grupo de combate à  corrupção no Paraná; assista ao vídeo.

O secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, continua fazendo “hora extra” na pasta que mais vem causando desgastes à  imagem do governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

19 de novembro de 2013
por esmael
29 Comentários

Governo Richa rebate críticas sobre segurança na coluna de André Vargas

Governo Beto Richa, por meio da Secretaria da Segurança Pública, rebate críticas do colunista André Vargas; ressaltando o espírito democrático e privilegiando o contraditório, este blogueiro concede direito de resposta à  pasta comandada pelo secretário Cid Vasques; leia a íntegra do texto.

Governo Beto Richa, por meio da Secretaria da Segurança Pública, rebate críticas do colunista André Vargas; ressaltando o espírito democrático e privilegiando o contraditório, este blogueiro concede direito de resposta à  pasta comandada pelo secretário Cid Vasques; leia a íntegra do texto.

O governo Beto Richa (PSDB) endereçou um pedido de direito de resposta em cima da coluna de André Vargas, vice-presidente da Câmara, publicada hoje neste blog sob o título Aumenta violência em Curitiba, mas governo Richa manipula índices na mídia! (clique aqui para ler a íntegra). A pasta da segurança rebate todos os dados levantados pelo colunista. ... 

Leia mais