23 de dezembro de 2015
por admin
4 Comentários

Fruet atrasa salário de servidores da Urbs, que bloqueiam saída de ônibus para interior e litoral do Paraná

onibus_urbs_fruetCentenas de trabalhadores da Urbs, empresa que gerencia o transporte público de Curitiba, decidiram há pouco, em assembleia na Rodoferroviária, bloquear o tráfego de ônibus que saem para o interior do Paraná. O protesto pode atrapalhar o Natal de milhares de paranaenses.

Os 1,5 mil trabalhadores exigem providências do prefeito Gustavo Fruet (PDT) contra o atraso no salário de dezembro. A Urbs é uma empresa mista controlada pela Prefeitura de Curitiba.

De acordo com o Acordo Coletivo de Trabalho da URBS, os salários de dezembro deveriam ser depositados junto com o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário, ou seja, até o dia 15. Mas somente o 13° foi pago. Agora a Urbs sinaliza com o pagamento de 25% dos valores e o restante até o 5° dia útil de janeiro, mas essa proposta ainda não foi oficializada.

8 de Abril de 2015
por esmael
10 Comentários

Fama de ‘caloteiro’ também está pegando no prefeito Gustavo Fruet

fruet_caloteA fama de ‘caloteiro’ conquistada com louvor pelo governador Beto Richa (PSDB) também está colando no prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT). Já existe até adesivo circulando em carros pela capital dos paranaenses. Leia mais

1 de Abril de 2015
por esmael
2 Comentários

Após derrota na Justiça, servidores da saúde de Curitiba encerram greve

calotefOs servidores municipais da saúde de Curitiba decidiram no fim da tarde da terça-feira (31) por fim à greve iniciada no dia anterior. A decisão foi tomada em assembleia da categoria após a paralisação ter sido considerada ilegal e abusiva pela Justiça. Leia mais

27 de Março de 2015
por esmael
3 Comentários

Nas vésperas de 2016, greve na Saúde põe em xeque reeleição de Fruet

sismuc_calote_fruetOs servidores municipais da Saúde de Curitiba vão entrar em greve por tempo indeterminado a partir da 0h de segunda-feira, dia 30 de março. O movimento paredista põe em xeque o projeto de reeleição do prefeito Gustavo Fruet (PDT) que, segundo a Paraná Pesquisas, não seria reconduzido se as eleições fossem hoje (clique aqui para relembrar os números).

A decisão da assembleia da categoria realizada na noite de ontem (26) pelo Sismuc (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba) foi por unanimidade.

As equipes do SUS (Sistema Único de Saúde) acusam o prefeito pedetista de aplicar-lhes calote — a exemplo do que fez recentemente o governador Beto Richa (PSDB), que motivou a greve dos servidores públicos estaduais no mês passado.

Os funcionários da saúde a gestão municipal de segundo calote consecutivo, pois, de acordo com eles, Fruet não pagou ajustes do piso salarial, vencimentos retroativos e gratificações.

Assista ao vídeo o momento da decisão pela greve: