7 de junho de 2014
por esmael
34 Comentários

àndia caingangue vai a Dilma contra privatização de bosque por Richa

Apesar de nota oficial negar intenção de privatizar o Bosque da Copel, em Curitiba, líder caingangue Sandra Terena afirma não acreditar no governo do tucano Beto Richa; índia promete ir à  presidenta Dilma pela preservação de última floresta urbana na capital paranaense.

Apesar de nota oficial negar intenção de privatizar o Bosque da Copel, em Curitiba, líder caingangue Sandra Terena afirma não acreditar no governo do tucano Beto Richa; índia promete ir à  presidenta Dilma pela preservação de última floresta urbana na capital paranaense.

De nada adiantou o governo de Beto Richa (PSDB), por meio de nota oficial da Companhia Paranaense de Energia (Copel), negar a venda de um bosque na estatal no bairro Bigorrilho em Curitiba. A índia caingangue Sandra Terena, ao Blog do Esmael, informou neste sábado (7) que pedirá ajuda à  presidenta Dilma Rousseff (PT) para impedir o tucano de privatizar a área verde. ... 

Leia mais

6 de junho de 2014
por esmael
24 Comentários

Richa quer vender até o Bosque da Copel; índios, moradores e ambientalistas são contra; assista

O governador Beto Richa não perdoa nem o Bosque da Copel, em Curitiba; tucano planeja vender área verde para reforçar o combalido caixa, mas há quem diga que o dinheiro seria divido entre os sócios privados da estatal de energia; ambientalistas, moradores e até índios caingangues prometem se pintar para a guerra contra a privatização da pequena floresta; assista ao vídeo.

O governador Beto Richa não perdoa nem o Bosque da Copel, em Curitiba; tucano planeja vender área verde para reforçar o combalido caixa, mas há quem diga que o dinheiro seria divido entre os sócios privados da estatal de energia; ambientalistas, moradores e até índios caingangues prometem se pintar para a guerra contra a privatização da pequena floresta; assista ao vídeo.

O Bosque da Copel é uma pequena área verde encravada no bairro de classe média alta Bigorrilho, em Curitiba, próximo ao tradicional Parque Barigui. A estatal de energia planeja vender a pequena floresta para empreendimentos imobiliários. Seriam construídos condomínios de luxo e estacionamento para carros no local. O dinheiro da privatização iria para reforçar o caixa dos insaciáveis sócios privados da companhia. ... 

Leia mais