6 de junho de 2016
por esmael
26 Comentários

Temer coloca ministro Henrique Alves na marca do pênalti e põe o Brasil à venda ao estrangeiro

temer_henrique_alves_vende-se_brasilO presidente interino Michel Temer (PMDB) adota a política segunda a qual “vão os anéis, mas que fiquem os dedos” ao anunciar que ministros citados pela Lava Jato serão defenestrados do cargo.

Pela lógica, o próximo da fila será o ex-deputado Henrique Alves (PMDB-RN), do Turismo, que, segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se beneficiou de recursos do Petrolão.