4 de novembro de 2013
por esmael
5 Comentários

Tucanos usam e abusam da censura na internet. Marco Civil e “Facebrás” neles!

Na véspera da votação do Marco Civil da Internet, na Câmara Federal, o site “Brasil Diário” publicou hoje (4) entrevista com Thallis Cantizani, administrador da página Política no Face! (clique aqui). Segundo o entrevistado, o Facebook, sempre a mando dos tucanos, tem repetidas vezes censurado postagens críticas a Aécio Neves e José Serra.

A reportagem também lembra que o Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná, também treinava nos porões “ciberguerrilheiros” para detonar o senador Roberto Requião (PMDB) e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), possíveis adversários do governador Beto Richa (PSDB) em 2014 (clique aqui para relembrar post publicado por este blog em setembro).

Outro paranaense defenestrado pelo Facebook em várias oportunidades foi o deputado Enio Verri, presidente estadual do PT. Suas postagens censuradas na rede social versavam sobre críticas a políticas neoliberais de Richa. O petista diz que não tem dúvidas de que o Facebook é tucano (clique aqui).

Thallis relata que sofreu duas censura no Facebook porque ousou falar sobre a filiação de Marina Silva ao PSB, e o segundo sobre a disputa presidencial. Foi um balde de água fria para nós que achávamos que a internet era um ambiente livre para o debate de ideias!, lamenta.

A meu ver, e de vários ativistas digitais, para combater a censura no Facebook e noutras redes sociais tem dois caminhos: 1- Marco Civil da Internet neles!; e 2- criação de um “Facebrás” (rede de relacionamento 100% nacional).

Leia a reportagem de Leonardo Simões, do site Brasil Diário:

Exclusivo: Brasil Diário entrevista administrador de página censurada no Facebook

Thallis Cantizani, do Política no Face, conta como teve postagens excluídas pela rede social

No ar desde seis de julho deste ano, ainda no auge das manifestações, a página Política no Face! sofreu censura do Facebook. O bloqueio, segundo o administrador, Thallis Cantizani, aconteceu em dois posts específicos: um sobre a filiação de Marina Silva ao PSB, e o segundo sobre a disputa presidencial. Foi um balde de água fria para nós que achávamos que a internet era um ambiente livre para o debate de ideias!, lamenta.

A censura aconteceu há um mês. Recebemos uma notificação através do perfil pessoal e nossa página foi automaticamente suspensa e só voltaria ao ar após algum tempo (!¦) Após este episódio, todos os dias de vida! da página são incertos e a exclusão parece ser uma questão de tempo, assim como aconteceram com outras páginas parceiras!, conta Thallis. Ele, que é consultor de comunicação digital, bem que tentou ter uma explicação, mas o Facebook não analisa casos específicos e se indispôs a dar outras justificativas.

O Política no Face! não foi o único caso. A fanpage Falando Verdades!, que mantinha 17 mil fãs e alcance médio de 1,5 milhão de pessoas por semana, também sofreu censura. E outras páginas como a Soldadinho de Chumbo! e Porra Serra! foram sumariamente excluídas. Em comum, a maioria das postagens apagadas criticava, de maneira bem humorada, o tucano Aécio Neves, pré-candidato à  Presidência.

O estudante Jefferson Monteiro, criador do perfil Dilma Bolada, também foi vítima da tesoura da rede social em uma montagem bem humorada do senador mineiro.

Ao site Tijolaço.c