25 de setembro de 2015
por admin
32 Comentários

Em Cascavel, Richa e Aécio fogem de protesto e do boneco ‘Beto Prisioneiro’

cascaveelA visita do governador Beto Richa e do senador mineiro Aécio Neves, ambos do PSDB, a Cascavel, Oeste do Paraná, na noite de ontem (24), para um encontro regional do partido, teve uma “calorosa recepção” de professores e servidores públicos estaduais.

Os manifestantes fizeram muito barulho esperando a chegada dos tucanos e até levaram um boneco simbolizando o governador como presidiário — o “Pixubeto”.

Aécio e Richa viram a “recepção” de dentro do carro, mas para fugir dos manifestantes, desviaram o caminho acessando o Parque de Exposições Expovel por entrada secundária. Do lado de fora, professores ficaram por quase duas horas manifestando seu descontentamento e repúdio aos tucanos.

Confira o vídeo dos manifestantes:

“Em todo o Paraná estamos fazendo o esforço. Nosso protesto é mais do que a defesa do que prega o sindicato, ele retrata a angústia do trabalhador. E o governo tem agido com ameaça de fechar turmas e as escolas do campo, ele quer interferir nas eleições das escolas”, descreve o professor Fabiano Lombardi, da APP-Sindicato. Trabalhadores ligados ao Sinteoeste também estiveram presentes. Leia mais

19 de agosto de 2015
por Esmael Morais
18 Comentários

Beto Richa prende e agora ‘esfola o palhaço’ por meio de cibercomissionados

O governo Beto Richa (PSDB) é mais ou menos o que se pode chamar de tragédia grega no sentido teatral da cultura helênica clássica. Pois bem, a última piada (sem graça) desse governo tem relação justamente com a arte cênica.

Na última sexta-feira, dia 14, durante uma apresentação no Festival de Teatro de Cascavel no Calçadão da cidade, o ator que representa o palhaço Tico Bonito foi preso pelo Pelotão de Choque da Polícia Militar porque fez uma crítica aos policiais e ao governador. Até aí temos um caso de abuso de autoridade e cerceamento da liberdade de expressão. Mas o caso piora.

Nos dias seguintes, Tico Bonito passou a ser alvo de ataques dos cibertucanos da Tenda Digital nas redes sociais que espalharam a falsa notícia de que o palhaço estaria sendo pago para falar mal do governador Beto Richa, pois receberia uma verba de R$ 333,5 mil reais da Lei Rouanet.

O ator Leonides Quadra, que interpreta o palhaço Tico Bonito, tem um projeto aprovado pela Lei, mas ainda não fez captação. Qualquer pessoa minimamente esclarecida sabe que a Lei Rouanet proporciona isenção para empresários investirem em cultura, e que a aprovação é por critérios técnicos.

Mas os ataques covardes se disseminaram e “Tico Bonito”, depois de ser preso no meio de um espetáculo, teve que começar a se explicar a respeito de uma verba que nem recebeu e que tem procedência mais que justificada.

E a piada, cada vez com menos graça, não acabou. Depois da prisão arbitrária e dos ataques tramados nos porões do Palácio Iguaçu, Beto Richa quis posar de bom moço e condenou publicamente a prisão de Leonides. Sim, o mesmo governador que ordenou o ataque aos professores e servidores em 29 de abril no massacre do Centro Cívico, agora quer construir uma imagem de defensor da livre opinião. Richa determinou abertura de inquérito para apurar possível abuso de autoridade da PM.

O último capítulo dessa tragicomédia veio para lavar a alma de quem está vivendo e sentindo a tragédia da gestão de Beto Richa na pele. Leonidas respondeu ao governador Beto Richa de maneira altiva e certeira: “Eu não quero que os policiais sejam punidos, quero que sejam melhor preparados”.

E foi além pedindo a melhor distribuição do contingente policial para Leia mais

22 de julho de 2015
por Esmael Morais
21 Comentários

Com descaso do governo Beto Richa, advogados pagam pela troca de telhas em cadeia do Paraná

cadeia

Um grupo de advogados criminalistas de Cascavel, região Oeste do Paraná, está fazendo pela 15ª Subdivisão Policial o que governador Beto Richa (PSDB) não faz: bancando a troca das telhas do cadeião para garantir condições mínimas aos presos.

Um dos advogados, Luciano Katarinhuk, explica que a decisão foi tomada por que estava chovendo muito dentro das celas. “Está chovendo mais dentro do que fora. A comunidade, no senso comum, entende que não tem que investir, mas todo preso um vai voltar para a sociedade; e do jeito que está, ele vai voltar pior do que entrou”, afirmou.

O advogado até comparou a estrutura da 15ª Subdivisão Policial com a do zoológico da cidade. “A cadeia é uma bomba relógio no centro da cidade, uma fábrica de ódio. Até os bichos do zoológico tem mais espaço, já na cadeia tem 40 onde cabem seis. É preciso ter bom senso”. Leia mais