11 de Março de 2017
por esmael
4 Comentários

Requião detona picaretagem de Richa para reduzir área de proteção ambiental no PR

Na mensagem do Papa Francisco para a Paz de 2017 ele deixa claro sua preocupação com a danificação do meio ambiente. E foi a partir desse ensinamento que o senador Roberto Requião (PMDB-PR) detonou, neste sábado (11), o projeto do governador do Paraná Beto Richa (PSDB) de reduzir a área de proteção ambiental na região de Ponta Grossa — Campos Gerais.

28 de agosto de 2015
por esmael
3 Comentários

UGT defende que nova Poligonal dos Portos pode trazer mais empregos e desenvolvimento ao Paraná

Jaime da Saúde*

“Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos”.
Ray Kroc

O assunto mais discutido no meio sindical portuário em Paranaguá nos últimos meses tem sido a nova poligonal.

Infelizmente, alguns empresários e certos políticos em decadência e que nunca fizeram nada por nossa cidade e sobretudo pelo nosso litoral, querem agora enganar a população dizendo que a nova poligonal, prevista na nova Lei dos Portos, do governo federal, irá tirar os empregos dos parnanguaras. Isso é uma mentira!

A Lei dos Portos (12.815/2013), e por consequência a nova poligonal, irá permitir que novos empreendimentos se instalem em nossos municípios, dentre os quais: Porto de Pontal do Paraná, Projeto Terlip, Projeto Prange, Projeto Melport – Pré-Sal, dentre outros, possibilitando a geração de milhares de empregos – diretos e indiretos.

Mas, por que alguns setores em nossa cidade teimam em semear a mentira? Simples. Com isso empresas que querem manter o monopólio vão ficar sempre explorando a mão de obra dos nossos trabalhadores, pois se os empregos são escassos, a luta sindical por mais direitos e melhores salários fica mais fraca ainda.

É por isso que conclamo a todos os cidadãos a debater e conhecer melhor essa importante mudança que trará mais desenvolvimento ao nosso litoral, que é a nova poligonal, principalmente num momento em que a taxa de desemprego no estado do Paraná é a maior da região sul do país.

Deixo claro aqui minha posição como trabalhador e dirigente sindical: Eu e a UGT, central sindical que se pauta por princípios éticos e de cidadania, sempre estaremos na luta pela geração de empregos, e no caso específico que envolvam novos terminais portuários, que tal mão de obra seja absorvida através das entidades sindicais dos TPA´s – Trabalhadores Portuários Avulsos. E caso alguém se levante dizendo que isso não é possível, mais uma vez digo que é mentira, pois basta nos unirmos no sentido de que a Secretaria dos Portos, do governo federal, altere a redação do artigo 44 da Lei 12.815, e com isso preserve os direitos dos nossos valorosos trabalhadores.

Emprego é uma questão de dignidade. Essa é a minha luta! Espero que também seja a sua.

*Jaime Ferreira dos Santos (Jaime da Saúde), é presidente da UGT Regional Litoral do Paraná.