15 de dezembro de 2014
por esmael
5 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: Qual o verdadeiro alvo das críticas? Cadê o Anãozinho do Fruet?

araujo_anao_fruetMarcelo Araújo*

Na semana passada abordamos o tema sobre as vantagens da locação de veículos, ou terceirização de frota, para os órgãos públicos, e citamos matéria publicada na Gazeta do Povo em que havia duras críticas à  Prefeitura de Curitiba em 2011, na gestão anterior. Leia mais

2 de junho de 2014
por esmael
24 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: Fruet quebrou as pernas dos eleitores de Curitiba

"Cadê o anãozinho?", pergunta Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, ao criticar o tamanho das ciclovias na capital; colunista afirma que, na campanha, um anãozinho que ficava deitando nas ciclofaixas reclamando que eram do tamanho da ciclovia, pois agora para caber nas ciclovias do prefeito Gustavo Fruet teria é preciso quebrar as pernas, igual fez com os eleitores quando disse que ele estava preparado...!; além da guerra aberta contra o Anão, o especialista de multas também conceitua hoje vias compartilhadas e sinalização das ruas na capital; leia o texto e compartilhe.

“Cadê o anãozinho?”, pergunta Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, ao criticar o tamanho das ciclovias na capital; colunista afirma que, na campanha, um anãozinho que ficava deitando nas ciclofaixas reclamando que eram do tamanho da ciclovia, pois agora para caber nas ciclovias do prefeito Gustavo Fruet teria é preciso quebrar as pernas, igual fez com os eleitores quando disse que ele estava preparado…!; além da guerra aberta contra o Anão, o especialista de multas também conceitua hoje vias compartilhadas e sinalização das ruas na capital; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo*

O maior drama de um humorista, ou de quem tenta fazer graça, é as pessoas não rirem. Pior que piada sem graça é aquela que você tem que explicar, por estar muito acima da compreensão da platéia, por ter expressões desconhecidas, situações afetas a uma categoria específica ou porque são inteligentes demais. Temo que seja o que está acontecendo com a implantação das vias calmas, a exemplo da Av. Sete de Setembro. A abordagem não é uma crítica negativa, até porque devo reconhecer que as pessoas escolhidas pela Prefeitura para tratar do assunto bicicleta (entenda-se Miranda no IPPUC e Danilo Herek na Setran) são da melhor qualidade e comprometimento com a causa. O artigo de hoje é um convite à  reflexão. Leia mais