Cartel das companhias aéreas revoga a lei da oferta e da procura

De baixo do nariz do governo Jair Bolsonaro (PSL) as companhias áreas fazem de ‘gato e sapato’ os usuários do transporte. Para isso elas até revogaram a lei da oferta e da procura, coração do laissez-faire do liberalismo econômico propalado pela direita. A cartelização no setor aéreo e, pasme o leitor, com a anuência da … Read more

Senador pede investigação sobre preço de passagens aéreas

O senador Jaques Wagner (PT-BA) anunciou que irá ao CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) pedir investigação dos preços pornográficos nas passagens aéreas, principalmente para o Nordeste. Em vídeo publicado nas redes sociais, parlamentar petista denunciou a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) por omissão diante da farra das companhias aéreas. LEIA TAMBÉM Fachin interrompe … Read more

Eduardo Bolsonaro quer liberar armas em aviões

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ), quer liberar o uso de armas em aviões civis para quem tenha porte legal. Ele integra a chamada “bancada da bala” no Congresso. O Projeto de Lei o embarque armado que “consiste no ingresso na aeronave portando consigo a arma … Read more

Governo Temer deu sua “contribuição” para a tragédia com o avião da Chapecoense

img_1179A Agência Nacional de Aviação Civil impediu que a equipe fretasse um voo de uma empresa aérea venezuelana, obrigando que a equipe voasse com uma empresa do Brasil ou da Colômbia.

Read more

Horas depois de “rompimento”, PMDB pede boquinhas para Dilma

Senado aprovou na noite desta terça-feira (29) indicações do economista Juliano Alcântara Noman e do tenente-brigadeiro do ar Hélio Paes de Barros Júnior para a diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac); nada demais se ambos não fossem designações do PMDB -- o partido que rompeu hoje, às 15 horas, com o governo da presidente Dilma Rousseff; Juliano é "peixe" do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), comandante do golpe contra o Estado Democrático de Direito e um dos que foi mais militante para que peemedebistas entregassem os cargos ocupados no governo; Hélio Paes, é indicação do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE); senador Roberto Requião (PMDB-PR), em seu Twitter, criticou as indicações peemedebistas para a Anac; parlamentar informou ao Blog do Esmael que votou contra as designações porque "seguiu a orientação partidária", que à tarde "aclamou" pela saída do governo; Dilma terá de vetar essas nomeações na Anac ou dará mais essas boquinhas aos golpistas mesmo depois deles terem rompido formalmente?
Senado aprovou na noite desta terça-feira (29) indicações do economista Juliano Alcântara Noman e do tenente-brigadeiro do ar Hélio Paes de Barros Júnior para a diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac); nada demais se ambos não fossem designações do PMDB — o partido que rompeu hoje, às 15 horas, com o governo da presidente Dilma Rousseff; Juliano é “peixe” do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), comandante do golpe contra o Estado Democrático de Direito e um dos que foi mais militante para que peemedebistas entregassem os cargos ocupados no governo; Hélio Paes, é indicação do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE); senador Roberto Requião (PMDB-PR), em seu Twitter, criticou as indicações peemedebistas para a Anac; parlamentar informou ao Blog do Esmael que votou contra as designações porque “seguiu a orientação partidária”, que à tarde “aclamou” pela saída do governo; Dilma terá de vetar essas nomeações na Anac ou dará mais essas boquinhas aos golpistas mesmo depois deles terem rompido formalmente?

Read more

Déjà  vu: em nota, PSDB aponta perseguição do governo federal

do Brasil 247

Deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) defendeu o presidenciável tucano, Aécio Neves, depois que a Agência Nacional de Aviação Civil anunciou que irá investigar pousos e decolagens do aeroporto do município de Claudio (MG), obra feita quando Aécio era governador de Minas em uma propriedade que pertenceu ao seu tio; em nota, Sampaio acusou o PT de usar a máquina pública para perseguir adversários; "Estamos representando contra a ANAC e contra a presidente Dilma para que este ato seja punido de forma rigorosa", garantiu; Sampaio disse também que o processo de homologação do aeroporto junto à  ANAC vem ocorrendo de forma "legal e transparente"; agência afirma que pousos e decolagens são irregulares.
Deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) defendeu o presidenciável tucano, Aécio Neves, depois que a Agência Nacional de Aviação Civil anunciou que irá investigar pousos e decolagens do aeroporto do município de Claudio (MG), obra feita quando Aécio era governador de Minas em uma propriedade que pertenceu ao seu tio; em nota, Sampaio acusou o PT de usar a máquina pública para perseguir adversários; “Estamos representando contra a ANAC e contra a presidente Dilma para que este ato seja punido de forma rigorosa”, garantiu; Sampaio disse também que o processo de homologação do aeroporto junto à  ANAC vem ocorrendo de forma “legal e transparente”; agência afirma que pousos e decolagens são irregulares.
Em nota enviada à  imprensa na noite desta segunda-feira, 21, o coordenador jurídico do PSDB Nacional, Carlos Sampaio, classificou como perseguição política contra o candidato tucano a presidente, Aécio Neves, o fato da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) investigar o aeroporto construído em uma propriedade que pertencia ao tio de Aécio, no município de Cláudio. A obra foi feita durante o segundo governo de Aécio Neves em Minas e consumiu R$ 14 milhões em recursos públicos (leia mais).

“Não é de hoje que o PSDB tem denunciado o uso da máquina pública federal em favor da candidatura da Presidente Dilma Rousseff, inclusive com decisão do TSE já reconhecendo essa prática e aplicando multa a entidade pública. Desta vez, o abuso em favor do PT é da ANAC, praticando conduta vedada pela legislação eleitoral”, diz a nota.

Read more