2 de Abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comente agora

Eduardo Bolsonaro quer liberar armas em aviões

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ), quer liberar o uso de armas em aviões civis para quem tenha porte legal. Ele integra a chamada “bancada da bala” no Congresso. Leia mais

29 de novembro de 2016
por esmael
22 Comentários

Governo Temer deu sua “contribuição” para a tragédia com o avião da Chapecoense

img_1179A Agência Nacional de Aviação Civil impediu que a equipe fretasse um voo de uma empresa aérea venezuelana, obrigando que a equipe voasse com uma empresa do Brasil ou da Colômbia.

29 de Março de 2016
por esmael
22 Comentários

Horas depois de “rompimento”, PMDB pede boquinhas para Dilma

O Senado aprovou na noite desta terça-feira (29) as indicações do economista Juliano Alcântara Noman e do tenente-brigadeiro do ar Hélio Paes de Barros Júnior para a diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Nada demais, se eles não fossem designações do PMDB — o partido que rompeu hoje, às 15 horas, com o governo da presidente Dilma Rousseff.

Juliano é “peixe” do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), comandante do golpe contra o Estado Democrático de Direito e um dos que foi mais militante para que os peemedebistas entregassem os cargos ocupados no governo.

Outro, Hélio Paes, é indicação do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Em contato com o Blog do Esmael, nesta quarta-feira (30), a assessoria de Eunício garantiu que “ele não conhece nem indicou o referido nome”.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), em seu Twitter, criticou as indicações peemedebistas para a Anac. O parlamentar informou ao Blog do Esmael que votou contra as designações porque “seguiu a orientação partidária”, que à tarde “aclamou” pela saída do governo.

A questão central é: Dilma terá de vetar essas nomeações na Anac ou dará mais essas boquinhas aos golpistas mesmo depois deles terem rompido formalmente?

Resumo da ópera: não se faz golpistas como antigamente… essa turma do Cunha desmoraliza o golpe.

Atualizado às 19h14 de quarta-feira, dia 30 de março de 2016.

21 de julho de 2014
por esmael
16 Comentários

Déjà  vu: em nota, PSDB aponta perseguição do governo federal

do Brasil 247
Em nota enviada à  imprensa na noite desta segunda-feira, 21, o coordenador jurídico do PSDB Nacional, Carlos Sampaio, classificou como perseguição política contra o candidato tucano a presidente, Aécio Neves, o fato da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) investigar o aeroporto construído em uma propriedade que pertencia ao tio de Aécio, no município de Cláudio. A obra foi feita durante o segundo governo de Aécio Neves em Minas e consumiu R$ 14 milhões em recursos públicos (leia mais).

“Não é de hoje que o PSDB tem denunciado o uso da máquina pública federal em favor da candidatura da Presidente Dilma Rousseff, inclusive com decisão do TSE já reconhecendo essa prática e aplicando multa a entidade pública. Desta vez, o abuso em favor do PT é da ANAC, praticando conduta vedada pela legislação eleitoral”, diz a nota.

“à‰ vergonhosa a utilização de mais uma estrutura do estado para perseguir adversários políticos do governo. Estamos representando contra a ANAC e contra a Presidente Dilma para que este ato seja punido de forma rigorosa”, anunciou o advogado tucano.

Segundo o coordenador jurídico do PSDB, o processo de homologação do Aeroporto de Claudio junto à  ANAC vem ocorrendo de forma “legal e transparente”. “Tanto é verdade que foi a própria Secretaria Nacional de Aviação Civil que, em abril de 2014, transferiu a jurisdição do Aeroporto de Claudio para o Estado de Minas Gerais sem que qualquer irregularidade fosse indicada”, garante Sampaio.

Além da investigação da ANAC, o comitê da campanha da presidente Dilma Rousseff decidiu, na tarde desta segunda-feira 21, entrar com uma representação por improbidade administrativa no Ministério Público de Minas Gerais contra o candidato do PSDB à  Presidência da República, Aécio Neves. A ação deve ser apresentada nesta terça-feira, 22 (leia aqui).

Leia na íntegra a nota do PSDB:

“NOTA PSDB

Não é de hoje que o PSDB tem denunciado o uso da máquina pública federal em favor da candidatura da Presidente Dilma Rousseff, inclusive com decisão do TSE já reconhecendo essa prática e aplicando multa a entidade pública. Desta vez, o abuso em favor do PT é da ANAC, praticando conduta vedada pela legislação eleitoral.

à‰ vergonhosa a utilização de mais uma estrutura do estado para perseguir adversários políticos do governo.

Estamos representando contra a ANAC e contra a Presidente Dilma para que este ato seja punido de forma rigorosa.

Registramos, por fim, que o processo de homologação do Aeroporto de Claudio junto à  ANAC vem ocorrendo de forma legal e transparente como comprovam os inúmeros ofícios trocados entre os órgãos federais e o governo do