12 de agosto de 2014
por Esmael Morais
14 Comentários

Prefeito do interior perde a paciência com o governo Richa; ouça áudio

O atento repórter Wellyngton Jhonis, da Rádio Colina do Vale FM/Rádio T, de Borrazópolis, no Vale do Ivaí, em seu blog, informa nesta terça-feira (12) que o prefeito de Cambira, Maurílio dos Santos (PRB), perdeu a paciência com o governo Beto Richa (PSDB). O moço fez um emocionado desabafo em reunião da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (AMUVI).

Segundo o repórter e blogueiro, a bronca é porque o governo do estado cancelou projeto de colocação de pedras irregulares no município causando-lhe constrangimentos em Curitiba e em Cambira, onde havia anunciado a obra “liberada”.

Ainda de acordo Johnis, Maurílio, ressaltou na reunião da AMUVI que desistiu de apoiar a reeleição do governador Beto Richa nestas eleições.

Passei por diversos constrangimentos na capital, quando precisei liberar recursos para Cambira, que foi o mínimo. Enquanto outras cidades estavam recebendo obras, eles travavam a nossa cidade, por conta de documentações. Um dos exemplos foi o Projeto de 06 km das Pedras Irregulares que foi cortado, sendo que nós já havíamos noticiado diversas vezes para a população, que era uma obra certa, além de tantas outras questões que aconteceram durante a nossa gestão, e não fomos atendidos na Capital! disse o prefeito Maurílio ao radialista Wellyngton Jhonis.

O caso do prefeito de Cambira, infelizmente, não é isolado. Em abril deste ano, o prefeito José Maria Reis Júnior, de Cândido de Abreu, também passou por constrangimento parecido (clique aqui). Ele recebeu um ofício do governo Richa avisando do cancelamento de convênio firmado para a construção de uma Biblioteca Cidadã no município no valor de R$ 500 mil. Júnior havia feito festa na assinatura do convênio com direito a fogos de artifício ao lado do governador. Ficou na saudade, com cara de paisagem.

Ouça o áudio:

Leia mais