23 de dezembro de 2015
por esmael
26 Comentários

Mais um amigo do governador Beto Richa é preso por cobrar propina

O governador Beto Richa (PSDB) acordou nesta quarta-feira (22) com a informação de que mais um amigo íntimo, cabo eleitoral até, fora preso por cobrar propina. Trata-se do vereador Hemerson Yokota (PR), do município de Umuarama, no Noroeste do Paraná.

De acordo com o site O Bem Dito, o amigo do governador tucano é acusado de cobrar e receber propina para votar favorável a doação de um terreno a uma empresa na sessão extraordinária da Câmara Municipal de Umuarama, que será realizada hoje. “O valor combinado era de R$ 60 mil”, revela o portal de notícias.

Não é a primeira vez que um amigo próximo de Beto Richa cai preso. Ao longo do ano de 2015 foram presos: Marcelo Tchelo Caramori, o fotógrafo acusado de pedofilia; Marcio Albuquerque Lima, copiloto nas corridas de 500 Milhas de Londrina;  Maurício Jandoi Fanini Antonio, amigo de tênis; Luiz Abi Antoun, lobista primo do governador, dentre outros não recordados ou ainda com ordem de prisão.

O senador Roberto Requião (PMDB) não perdeu a verve e questionou: ‘o melhor está por vir?’.

O município de Umuarama fica a 580 km de Curitiba. Possui cerca de 110 mil habitantes, sendo a 18ª cidade mais populosa do estado. É importante polo universitário, destaca-se na prestação de serviços, e é o maior produtor de carnes do Paraná.

Leia mais