17 de novembro de 2016
por Esmael Morais
11 Comentários

Projeto que autoriza ‘abuso de autoridade’ é adiado para terça 22 na Câmara

aliel_onyx_deltanO deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), relator do PL 4850/16, que autoriza o abuso de autoridade de juízes e integrantes do Ministério Público, sem votos, manipulou para adiar a votação do pacote na comissão especial para a próxima terça-feira (22). Leia mais

30 de outubro de 2016
por Esmael Morais
18 Comentários

Reeleito em PG, Rangel é fruto do consórcio Richa-Ratinho

rangel_alielO prefeito do município de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PPS), foi reeleito neste domingo (30) com 55,38% dos votos válidos (98 mil sufrágios). A vitória é fruto de um consórcio entre do secretário Ratinho Junior (PSD) e o governador Beto Richa (PSDB). Leia mais

23 de outubro de 2016
por Esmael Morais
7 Comentários

Prisão de Eduardo Cunha invade horário eleitoral no Paraná; assista

A prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi tema de programa eleitoral, neste segundo turno, no município de Ponta Grossa (PR), região dos Campos Gerais, a 110 km de Curitiba. Leia mais

21 de outubro de 2016
por Esmael Morais
18 Comentários

Candidato “vinga” professores ao “meter bomba” em Richa no horário eleitoral em PG

O candidato à Prefeitura de Ponta Grossa pela REDE, Aliel Machado, não titubeou para levar ao ar nesta quinta (20), no horário eleitoral, um programa “metendo bomba” no governador Beto Richa (PSDB) e — de certa maneira — vingando todos os educadores massacrados em 29 de abril de 2015, no Centro Cívico, em Curitiba. Aliel estabeleceu um link direto entre o tucano e seu pupilo no município, o prefeito Marcelo Rangel (PPS), que tenta ficar mais quatro anos no cargo. Leia mais

14 de outubro de 2016
por Esmael Morais
21 Comentários

Em PG, Requião vai pedir a prisão de aliados do governador que disputam 2º turno

requiao_plauto_rangel_richaO senador Roberto Requião (PMDB) desembarca daqui a pouco no município de Ponta Grossa, região dos Campos Gerais, para participar da campanha de 2º turno do deputado Aliel Machado (REDE) à Prefeitura. Requião leva em seu bornal um arsenal explosivo contra aliados e o prefeito Marcelo Rangel (PPS), que tenta a reeleição. Leia mais

8 de outubro de 2016
por Esmael Morais
23 Comentários

Baixaria na campanha pode cassar candidatura de Marcelo Rangel em Ponta Grossa

aliel_arruda_rangelO deputado João Arruda (PMDB) saiu em defesa do também deputado Aliel Machado (REDE), candidato à Prefeitura de Ponta Grossa, que foi atacado neste sábado (8) com panfletos apócrifos. O parlamentar peemedebista requereu abertura de inquérito na Polícia Federal contra o prefeito e candidato à reeleição Marcelo Rangel (PPS). Leia mais

18 de agosto de 2016
por Esmael Morais
16 Comentários

Marina e Requião lançam parceria semana que vem de olho em 2018

marina_requiaoNa próxima quinta, dia 25 de agosto, desembarcará em Curitiba a presidenciável Marina Silva. Ela participará ao lado do senador Roberto Requião do lançamento da dobradinha PMDB-REDE na disputa pela Prefeitura de Curitiba. Leia mais

5 de maio de 2016
por Esmael Morais
10 Comentários

Supremo julga afastamento de Cunha; acompanhe ao vivo

fora_cunhaO STF julga esta tarde pedido da Rede pelo afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por banditismo, chantagem e ameaça a parlamentares.

Em 11 de abril, o deputado Aliel Machado (Rede-PR) foi o primeiro a apontar o dedo para Eduardo Cunha denunciando-o publicamente de chantagem e de ameaçar parlamentares que votassem contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Abaixo, assista ao vivo à sessão do Supremo: Leia mais

15 de abril de 2016
por Esmael Morais
6 Comentários

“Eventual governo Temer não duraria três meses”, prevê Requião

requiao_ttO senador Roberto Requião (PMDB-PR) previu continuidade da crise política caso o impeachment seja aprovado na Câmara. Ele dá, no máximo, três meses de vida para um eventual governo Michel Temer. Leia mais

13 de abril de 2016
por Esmael Morais
10 Comentários

Damous denuncia: “Cunha e Temer chantageiam deputados”; assista

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional fluminense, em vídeo distribuído à militância, acusou nesta quarta-feira (13) o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o vice Michel Temer, estão chantageando os parlamentares para angariar apoio ao golpe.

“O cabo Anselmo da atualidade, o vice-presidente Michel Temer, e Eduardo Cunha, foi chantagear o deputado Aliel Machado (Rede-PR), que reagiu com muita firmeza e altivez”, denunciou Damous, comparando o vice ao agente infiltrado nos movimentos de esquerda pela ditadura militar.

Para Wadih Damous, a mídia é golpista e quer criar um “clima de já ganhou” para consumar a derrubada do governo. Segundo o parlamentar, os deputados têm medo de aparecer com antecipação, mas, assegura, estarão juntos em favor da democracia no próximo domingo (17).

Portanto, existem dois quadros sobre essa guerra de números: um falso, que é cantado pela Globo e pela mídia golpista, e outro verdadeiro, que é esse da resistência democrática.

A oposição precisará arregimentar 342 votos — ou dois terços de 513 deputados — para depor Dilma. A missão é praticamente impossível, segundo todos os institutos de pesquisas sérios do país.

Leia mais

13 de abril de 2016
por Esmael Morais
13 Comentários

Sobrinho de Requião desmente puxadinho de Veja: “Não decidi”

O Antagonista”, espécie de puxadinho da revista Veja na internet, mentiu ontem (12) à noite ao registrar que o deputado federal João Arruda (PMDB-PR) votará “sim” pelo impeachment de Dilma.

O Blog do Esmael entrevistou o parlamentar às 23h58 de ontem, faltando dois minutos para as 12 badaladas “notúrnicas”.

O sobrinho do senador Roberto Requião (PMDB-PR) disse que “até” estava a favor do impeachment, mas ficou “indeciso” depois do assédio dos patos do sistema S.

É verdade que João Arruda anda bastante magoado com o governo e o PT, mas, daí, para “afrouxar a tanga” há uma distância enorme.

Aliás, o gângster Pato Skaf, da Fiep, também fez os golpistas perderem o voto do deputado Aliel Machado (Rede-PR) na comissão do impeachment depois de expô-lo em anúncio de jornais.

Leia mais

12 de abril de 2016
por Esmael Morais
30 Comentários

Deputado denuncia que foi ameaçado por Cunha para votar pelo golpe. Cadê o Supremo nessas horas?

do Brasil 247

Integrante da comissão do impeachment, que votou contra o relatório do deputado Jovair Arantes, o deputado federal da Rede Aliel Machado (PR) revela em entrevista ao jornal Gazeta do Povo articulações pesadas de bastidores e até ameaças em busca de votos para aprovar o afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Ele diz ter sido procurado por pessoas ligadas ao vice-presidente, Michel Temer, que perguntaram “o que ele queria, do que precisava”. “O Cunha falou: ‘Você não vai mais andar em Ponta Grossa. O Temer vai ser presidente, você vai ver'”, contou Machado. “Os caras que estão a favor do impeachment estão montando o governo com o Temer, eles vão assumir o comando de tudo. DEM, PSDB, todos esses caras. É o jogo aqui”.

Segundo ele, Temer está articulando abertamente em prol do impeachment. “Ele foi para o Rio de Janeiro conquistar os deputados do PMDB. E foi para outros estados. E quem está operacionalizando isso para ele é o Cunha”. Seu partido, a Rede, liderado por Marina Silva, se manifestou a favor do impeachment nesta segunda-feira.

Em discurso feito nesta terça no Palácio do Planalto, a presidente Dilma disse que a acusaram de “usar expedientes escusos para recompor a base do governo”. “Me julgando pelo seu espelho, pois são eles que usam tais métodos. Caluniam enquanto leiloam oposições no gabinete do golpe, no governo dos sem voto”, criticou.

Leia mais

12 de abril de 2016
por Esmael Morais
27 Comentários

DataEsmael divulga novo placar do impeachment: 326 contra, 171 a favor

Após placar de ontem (11) com sabor de derrota na comissão do golpe, agora a oposição caminha para a derradeira e fragorosa derrota no plenário da Câmara no próximo domingo (17).

Levantamento do DataEsmael*, concluído ao meio dia desta terça-feira (12), aponta que o governo tem na ponta do lápis 326 votos contra o impeachment ante 171 dos golpistas. Os indecisos somam 16.

Na sondagem anterior, na última sexta-feira (8), o DataEsmael havia contabilizado 321 deputados contra o golpe e os mesmos 171 a favor.

Cabe ao plenário da Câmara a tarefa de autorizar ou rejeitar a abertura, pelo Senado, do processo de impeachment da presidente da República; são necessários 342 votos dos parlamentares — ou dois terços de 513 — um quórum matematicamente impossível para oposição alcançar.

O aumento de apoios do Palácio do Planalto tem a ver com os seguintes fatores: 1- derrota moral na comissão do impeachment, onde os oposicionistas ficaram aquém do esperado (apenas 58% dos votos); 2- mobilização da base social contra o golpe; 3- pesquisa que põe Lula à frente na corrida presidencial de 2018, o que dá mais perspectiva de poder ao PT.

A virada do governo foi expressa ontem no voto do deputado Aliel Machado (Rede-PR), único representante do partido de Marina Silva na comissão.

O parlamentar pontagrossense se livrou do assédio “coxinha” ao se posicionar a favor da democracia e contra o golpe de Estado em curso. Igual a ele, no próximo domingo, data da votação do impeachment, deverá surgir dezenas de “Aliels” se libertando do “carimbo” golpista.

Entretanto, há aqueles deputados, como Fernando Francischini (SD-PR), que se orgulham de serem chamados de “golpistas” se o objetivo for derrubar Dilma Rousseff.

Portanto, a tendência é que o placar contra o golpe se amplie no plenário da Câmara. É aguardar e conferir.

*DataEsmael é instituto de pesquisa criado e patrocinado pelo Blog do Esmael, que nunca errou uma sondagem dentro da margem de erro.

Leia mais

11 de abril de 2016
por Esmael Morais
11 Comentários

Com sabor de derrota, relatório do golpe passa por 38 a 27 votos

A oposição golpista conseguiu aprovar nesta noite, dentro da previsão, com sabor de derrota, o relatório do golpe por 38 votos favoráveis a 27 contrários. O placar foi apertadíssimo: 58%.

A surpresa ficou por conta da REDE, da ex-senadora Marina Silva, que votou contra o impeachment da presidente Dilma pelas mãos do deputado Aliel Machado (PR) — único representante do partido na comissão.

Agora, o relatório vai ao plenário da Câmara que tem a prerrogativa de autorizar ou rejeitar que o Senado abra o processo de impeachment do presidente da República.

Entretanto, são necessários 342 votos dos parlamentares — ou dois terços de 513 — um quórum praticamente impossível de a oposição conquistar.

Leia mais

11 de abril de 2016
por Esmael Morais
12 Comentários

Rede vota “NÃO” na comissão do impeachment; acompanhe ao vivo

aliel_marina_golpeO deputado Aliel Machado (PR), único da Rede na comissão do impeachment, anunciou voto “NÃO” à admissibilidade do golpe contra a presidente Dilma.

O parlamentar fez um emocionado discurso ao justificar os motivos para votar “não” ao afastamento da presidente da República.

ASSISTA AO ANÚNCIO:

Segundo ele, que foi eleito pelo PCdoB, mudou de sigla porque o antigo partido era “governista demais” e que é “oposição” ao governo atual e tudo de ruim que ele representa.

“Eu não posso concordar com um processo político que levará o vice Michel Temer à Presidência. O plano de governo dele não me representa”, disse. Leia mais

1 de abril de 2016
por Esmael Morais
2 Comentários

Contra os patos do sistema S, PT lança site para garimpar votos contra o golpe

O Partido dos Trabalhadores lançou nesta sexta-feira (1) o site “#Não Vai Ter Golpe” destinado ao garimpo de votos de parlamentares contrários ao golpe na jovem democracia brasileira.

O objetivo é reverter deputados indecisos em relação à votação que visa destituir a presidente Dilma Rousseff em votação de impeachment e — por que não? — convencer os que hoje são favoráveis ao golpe.

“Eles têm a mídia e o empresariado ao lado deles, mas nós temos a mais poderosa e aguerrida militância que este País já viu!”, exalta o novo portal antigolpe.

Por outro lado, o sistema S, do qual faz parte a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), continua fazendo farra com dinheiro público para constranger parlamentares que estão indecisos em relação ao golpe em curso.

Nesta sexta-feira, dia 1º de abril, anúncio dos “patos” em página inteira no blog Gazeta do Povo — grupo da Globo no Paraná — expõe os deputados paranaenses Aliel Machado (REDE) e Fernando Francischini (SD).

A militância do sistema S é pelo golpe, contra a democracia no país.

Na Câmara, parlamentares pensam reforçar a proposta do deputado João Arruda (PMDB-PR) de instalar uma CPI para investigar denúncias de corrupção no sistema S. No mês passada, o peemedebista apontou sonegação fiscal e especulação financeira com dinheiro público como fatos passíveis de uma comissão.

Em tempo: segundo a agência de notícias BBC Brasil, até o pato gigante foi “roubado” pela Fiep, pois um artista plástico holandês Florentijn Hofman reivindica acusa os empresários de “plágio” de sua obra original que já fora exposta no ano de 2008 em São Paulo, Amsterdã e Hong Kong.

Leia mais

15 de outubro de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Deputado Aliel, da Rede, assina pedido de cassação contra Cunha

alielDiferente do que muitos podem pensar, a Rede Sustentabilidade, partido criado por Marina Silva, é contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT) e a favor da cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O deputado federal Aliel Machado, recém-filiado à Rede aqui do Paraná, assinou ontem (14) o pedido de abertura de processo por quebra de decoro contra Cunha. A representação, que foi protocolada na Comissão de Ética da Câmara, já conta com dezenas de assinaturas de parlamentares de vários partidos.

O pedido de cassação de Cunha foi iniciativa dos partidos PSOL e REDE, por avaliarem que Cunha mentiu durante depoimento na CPI da Petrobras, quando disse que não possuía contas além das que havia declarado, o que é considerado quebra de decoro. Leia mais

30 de setembro de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

PCdoB reage à “pulada de cerca” dos deputados Aliel Machado e João Derly

pcdob_aliel_gomydeAs direções estadual e nacional do PCdoB emitiram nota oficial sobre a saída dos deputados Aliel Machado, do Paraná, e o gaúcho João Derly, que migraram para o Rede de Marina Silva.

No último sábado (26), o Blog do Esmael informou em primeira mão a desfiliação do parlamentar pontagrossense.

Para a direção nacional comunista, a atitude dos parlamentares [de afrouxar a tanga] não combina com as ideias de uma política diferente e renovadora, mas sim com práticas de uma velha política.

Aliel e Derly colocaram “interesses personalistas” acima do projeto coletivo partidário, afirma o PCdoB. Leia mais

26 de setembro de 2015
por Esmael Morais
13 Comentários

Deputado Aliel Machado, do PCdoB, caiu na #Rede de Sustentabilidade

aliel_redeO deputado federal Aliel Machado deixou neste sábado (26) o PCdoB pela Rede de Sustentabilidade, partido da Marina Silva, que se confirmou como única “janela” no troca-troca partidário para quem tem mandato e vai disputar as eleições de 2016.

O parlamentar pontagrossense informou alguns correligionários sobre a saída da legenda vermelha. Ele também confirmou esta noite ao Blog do Esmael sua ida para a Rede.

No início de agosto, o Blog do Esmael havia mostrado que o deputado planejava deixar o PCdoB pelo PDT, mas recuou porque o Congresso Nacional não aprovou a “janela da infidelidade” para quem disputará as eleições de 2016. Ele é candidato a prefeito do município de Ponta Grossa.

No Paraná, além de Aliel, quem poderá perder deputados estaduais é PV e PMDB. O verde Rasca Rodrigues e o peemedebista Luiz Claudio Romanelli, líder do governo Beto Richa, também flertam com a Rede. Leia mais

15 de agosto de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Blog do Esmael transmite ao vivo protesto deste domingo

esmael_tv15_protestoO repórter César Setti vai comandar neste domingo (16), a partir das 14 horas, direto dos estúdios da TV 15, um time de comentaristas para o protesto contra a presidenta Dilma Rousseff e o PT. ... 

Leia mais