14 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gisele Bündchen critica política ambiental sem conhecimento de causa, diz ministra da Agricultura

Gisele Bündchen critica política ambiental sem conhecimento de causa, diz ministra da Agricultura

Em entrevista à rádio Jovem Pan nesta segunda-feira (14), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, também conhecida como “musa do veneno”, afirmou que a modelo Gisele Bündchen deveria ser uma “embaixadora do País” no exterior, divulgando como o Brasil produz com preservação à natureza e não criticar “sem conhecimento de causa”. ... 

Leia mais

18 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ministra de Bolsonaro, a Menina Veneno, fez parceria com a JBS

Ministra de Bolsonaro, a Menina Veneno, fez parceria com a JBS

A deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS), conhecida como Menina Veneno, indicada por Jair Bolsonaro (PSL) para o Ministério da Agricultura, ocupava o cargo de secretária do Agronegócio do Mato Grosso do Sul quando o grupo JBS recebeu incentivos fiscais naquele estado. ... 

Leia mais

28 de julho de 2015
por Esmael Morais
2 Comentários

Coluna do Enio Verri: Jornada de Agroecologia defende terra livre de latifúndios, transgênicos e agrotóxicos

agroecologiaEnio Verri*

Por uma Terra Livre de Latifúndios, Sem Transgênicos e Sem Agrotóxico e pela construção de um Projeto Popular e Soberano para a Agricultura! O mote que permeou a 14ª Jornada da Agroecologia, sediada em Irati durante a última semana, reitera a força dos movimentos sociais do campo contra a hegemonia do agronegócio.

Organizado pela via campesina, que reúne movimentos sociais brasileiros e de diversos países da América Latina, a 14ª Jornada não refere-se apenas ao debate sobre agricultura, como também, a um manifesto a favor da reforma agrária, sustentabilidade, qualidade na produção dos alimentos e de vida dos camponeses.

Um evento que coloca frente a frente lideranças sociais e políticas, pesquisadores, cientistas em prol das lutas do campo por uma sociedade mais justa e inclusiva, a partir do combate aos excessos do agronegócio e o desenvolvimento da agroecologia.

Defender a agroecologia nada mais é do que valorizar os pequenos e médios produtores rurais – que segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) representam cerca de 85% do total.  Trabalhadores responsáveis pelos alimentos das feiras, mercados, merendas escolares que consumimos todos os dias. Leia mais