10 de abril de 2015
por esmael
8 Comentários

Nova fase da Lava Jato investiga fraudes em contratos da Saúde e da Caixa

da Agência Brasil

vargas_pf_londrinaA 11ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã de hoje (10) pela Polícia Federal, investiga a existência de um esquema criminoso de fraude em contratos de publicidade do Ministério da Saúde e da Caixa Econômica Federal. Segundo a PF, as novas investigações revelam que o deputado cassado André Vargas (sem partido-PR) é suspeito de receber propina da agência de publicidade Borghierh Lowe Propaganda e Marketing Ltda., responsável pelas contas publicitárias do banco estatal e do Ministério da Saúde.
Saiba Mais

Nova fase da Lava Jato prende três ex-deputados Leia mais

25 de setembro de 2014
por esmael
18 Comentários

Fotos de eleitores! compradas em bancos de imagem causam polêmica nas campanhas de Richa e Gleisi

Algumas matérias na imprensa levantam polêmica sobre os eleitores! que aparecem em materiais de propaganda das campanhas de Beto Richa (PSDB) e Gleisi Hoffmann (PT), entre outras. à‰ que para economizar na produção, as agências usam fotos compradas em bancos de imagens, então o eleitor! é na realidade um modelo que pode figurar em qualquer anúncio mundo afora. Polêmica reforça a superficialidade e o papel da publicidade no debate eleitoral.

Algumas matérias na imprensa levantam polêmica sobre os eleitores! que aparecem em materiais de propaganda das campanhas de Beto Richa (PSDB) e Gleisi Hoffmann (PT), entre outras. à‰ que para economizar na produção, as agências usam fotos compradas em bancos de imagens, então o eleitor! é na realidade um modelo que pode figurar em qualquer anúncio mundo afora. A polêmica reforça a superficialidade e o papel da publicidade no debate eleitoral.

Uma matéria da coluna Caixa Zero, do jornalista Rogério Galindo na Gazeta do Povo semana passada, chamava a atenção para o uso de fotos de modelos de outros países! na campanha de Gleisi Hoffmann. Na edição de hoje, a Folha de São Paulo repete o tema e mostra diversas campanhas Brasil afora que usam do mesmo expediente. Beto Richa e Gleisi Hoffman são os dois paranaenses citados na matéria. O fato é que as! campanhas usam fotos de eleitores! compradas em bancos de imagem. Então, um eleitor! da Gleisi é o mesmo modelo que aparece como dentista nos Estados Unidos. ... 

Leia mais

17 de dezembro de 2013
por esmael
24 Comentários

De olho em 2014, Barbosa quer contratar agências de publicidade

do Brasil 247 Nesta terça-feira, na última sessão do Conselho Nacional de Justiça em 2013, ou seja, no apagar das luzes desse exercício, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, colocará em pauta uma proposta inacreditável. Ele quer contratar agências de publicidade para divulgar as atividades do Poder Judiciário e até criar uma rede nacional de rádio. Como o próprio Barbosa é um potencial candidato à  presidência da República e tem até março para decidir se concorre ou não na disputa de 2014, ele poderá ter recursos para se promover ainda mais !“ além do que já fez na condução da Ação Penal 470.

Como relator do chamado “mensalão”, Barbosa liderou a condenação de um ex-presidente da Câmara dos Deputados, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP), em razão de um suposto peculato num contrato de publicidade da casa. Barbosa considerou como desvios valores que foram pagos por veículos como Globo, Abril e Folha de S. Paulo à  agência de publicidade SMPB !“ uma prática normal do mercado publicitário por anúncios que, efetivamente, foram veiculados. Recentemente, João Paulo Cunha desafiou publicamente o presidente do STF a apontar onde houve o peculato (leia mais aqui).

A proposta de Joaquim Barbosa é surreal. O Poder Judiciário brasileiro busca recursos para divulgar, sem a fixação de um teto, suas atividades, numa iniciativa liderada pelo presidente do STF. Uma atitude típica de quem se comporta como político !“ e não como juiz.

Leia mais aqui o documento que Barbosa leva hoje ao CNJ ou confira abaixo:

Leia mais