22 de outubro de 2015
por esmael
19 Comentários

O marqueteiro é o mesmo, mas o resultado… Renan Filho 68% de aprovação; Richa 73% de reprovação

renan_pesquisa_richaO governador do estado de Alagoas, Renan Filho (PMDB), é o mais bem avaliado do país com 68% de aprovação. Os números são da Paraná Pesquisas.

O diabo é que o marqueteiro de Renanzinho é Adriano Gehres, o mesmíssimo do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), que tem 73% de reprovação — uma vergonha nacional.

Esse novo levantamento da Paraná Pesquisas, hoje a empresa mais nacional do Paraná, indica que o Palácio Iguaçu deva encomendar extrema-unção do tucano.

Gehres foi importado por Richa das entranhas do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) pela bagatela de R$ 900 mil. Paraná, até agora, o marqueteiro apenas “chupou” propaganda do estado vizinho.

Voltemos à vaca fria da pesquisa. Assim como Richa, a presidenta Dilma Rousseff (PT) está mal avaliada em Alagoas. Ou seja, por aquelas bandas, Renan é “boia de salvação” para a petista.

18 de agosto de 2015
por esmael
4 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: Richa “chupou” propaganda de Alckmin

propaganda_chupadaO nosso Julian Assange das Araucárias traz informações quentinhas da antessala do governador Beto Richa (PSDB), no 3º andar do Palácio Iguaçu, em Curitiba. Garganta Profunda de Londrina, intrigado com a crítica do Blog do Esmael à farra publicitária do tucano foi atrás de informações certeiras.

Segundo o nosso X-9 mais preciso do planeta, Richa agora deu de “chupar” propaganda alheia pagando o olho da cara. “Preguiça criativa até nisso!”, observa.

O mais novo marqueteiro de R$ 900 mil chama-se Adriano Gehres, importado das entranhas de Geraldo Alckmin. Esse valor nada tem a ver com a veiculação da peça publicitária nas emissoras de TV. O numerário é infinitamente maior…

Garganta Profunda de Londrina levanta mais uma questão importante: é importante os deputados aprovarem na Assembleia uma lei obrigando cota de paranaenses no governo Richa, sob pena de voltarmos à condição de Quinta Comarca.

Além do marqueteiro de rico, Beto Richa também importou o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, que só faz cagada atrás de cagada. Ah!, também tem o paulista Sérgio Kobayashi na e-Paraná (TV Educativa).

A seguir, leia a íntegra do relatório sobre a gastança em propaganda pelo governador Beto Richa:

A campanha publicitária “segue em frente” foi criada pelo marqueteiro importado Adriano Gehres, que já serviu ao ex-presidente Lula e a tucanos. O governador fechou um contrato de R$ 900 mil para gerenciar a crise de imagem.

Gehres transita livremente no 3º andar entre segunda à tarde e sexta de manhã. Dá ordens a funcionários públicos, participa de reuniões, manda na publicidade e na estratégia de comunicação do governo. Ele é uma espécie de Luiz Abi da propaganda, que manda mesmo sem ter cargo.

O marqueteiro pago a peso de ouro não trouxe nada de novo. Aliás, o conceito “segue em frente” foi “chupado” do governo Geraldo Alckmin, que desde o início deste ano adotou “O Trabalho segue em frente”. Até nisso há preguiça criativa!!!

Adriano Gehres trabalhou com Duda Mendonça e João Santana, marqueteiros do PT, e em várias agências de São Paulo. Portanto, o atual secretário Paulino Viapiana é apenas “Boneco de Olinda” nesse período de #CarnaCoxinha.

Abaixo, veja a propaganda chupada de Alckmin: