7 de dezembro de 2017
por esmael
8 Comentários

Beto Richa convence empresários da necessidade de aumentar impostos; assista

O presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Glaucio Geara, disse que foi “convencido” pelo governo Beto Richa (PSDB) que o aumento dos impostos, na casa dos 58%, é “coisa boa” para o empresariado e consumidor paranaenses.

30 de setembro de 2017
por esmael
21 Comentários

Em Curitiba, Alckmin abre fogo contra Doria: ‘aventureiro’ e ‘inconsistente’

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta sexta-feira (29), em Curitiba, que o eleitorado “não quer aventureiros” e escolherá em 2018 “quem tenha consistência” na disputa pela Presidência da República.

9 de julho de 2016
por esmael
10 Comentários

Richa recebeu carta de entidades escravocratas contra reajuste de professores no Paraná

escravidao_modernaAntes de as entidades patronais do sistema S defenderem publicamente aumento da jornada de trabalho para 80 horas semanais, na presença do interino Michel Temer (PMDB), elas enviaram carta aos deputados estaduais do Paraná defendendo que o governo Beto Richa (PSDB) desse calote no reajuste dos salários de servidores públicos no estado.

8 de fevereiro de 2016
por admin
5 Comentários

Artigo: População de rua diz não ao ‘camburão social’ em Curitiba

Milton Alves*

Nos últimos dias um polarizado debate sobre como lidar com o grave problema social dos moradores de rua, ou população em situação de rua, mobilizou segmentos empresariais, o poder público, entidades de assistência social e defensores dos direitos humanos.

Curitiba, como toda grande metrópole do país e do mundo, tem um contingente expressivo de pessoas em situação de rua. Segundo projeção do Movimento Nacional da População em Situação de Rua (MNPR), há de quatro a cinco mil pessoas que vivem nas ruas da capital paranaense. A Fundação de Assistência Social (FAS) não tem uma estimativa sobre o número de pessoas nessa condição.

A questão é de difícil solução e demanda arranjos variados e diálogos transversais com toda a sociedade. Propostas simplistas ou soluções de força como a retirada compulsória dos moradores de rua não resolvem o problema e reforçam o preconceito e a exclusão.

A abordagem, por exemplo, divulgada pela Associação Comercial do Paraná peca pelo imediatismo e conservadorismo, na medida em que apela para uma solução de tipo higienista, excludente e ultrapassada.

Na semana passada ocorreu uma reunião entre a FAS, representantes do empresariado, Ministério Público e outras entidades do poder público, sem dúvida um diálogo importante, mas é preciso envolver nesse debate os afetados diretamente pela questão, os moradores de rua e organizações com atuação na área da assistência social.

Segundo informou o site da Fundação de Assistência Social: “Durante a reunião, a FAS também apresentou as novas estratégias que serão adotadas ainda no primeiro semestre de 2016. Além do Atendimento Social Avançado (ASA), instalado no antigo módulo policial na Praça Osório, no Centro de Curitiba, onde educadores e assistentes sociais percorrem a pé a região central no trabalho de abordagem, a FAS iniciou o cadastro de pessoas em situação de rua para uso de banheiros da Urbs

8 de fevereiro de 2016
por admin
7 Comentários

Coluna do Luiz Cláudio Romanelli: Os moradores de rua de Curitiba e o “constrangimento” da classe média

Download áudio

Luiz Cláudio Romanelli*

A liberal Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) e a conservadora Associação Comercial do Paraná (ACP), quem diria, uniram forças para  “exigir providências” contra os moradores de rua de Curitiba.

A Abrabar, via Facebook, foi radical: pediu a remoção à força dos moradores de rua. Suspeito que o autor do texto estivesse alguns graus etílicos acima do tolerável. A ACP também  resolveu se manifestar. Mais comedida, a entidade reclamou que  o grande número de moradores de rua em Curitiba causa constrangimento social e  problemas de higiene e pediu providências ao poder público.

As duas entidades verbalizaram o que pensa parte da elite curitibana: a saída para os moradores de rua é se livrar deles, ainda que à força, ou escondê-los para evitar o tal “constrangimento social”.

Mais do que depressa, a presidente da Fundação de Ação Social marcou uma reunião com as entidades para falar sobre as políticas públicas para o atendimento da população em situação de rua. Revelou que a Prefeitura de Curitiba  aumentou  de 615 para 1115 as vagas de acolhimento e pagou 8.670 passagens para que moradores de rua voltassem a suas cidades de origem e garantiu que a Prefeitura vai instalar um guarda-volumes próximo ao terminal Guadalupe, para armazenagem de utensílios de uso pessoal dos moradores de rua. Outra medida:  o cadastro de moradores de rua para uso de banheiros da Urbs em vários locais do Centro.

Como diz a sabedoria popular: seria cômico, não fosse trágico.

Pelas declarações da presidente da FAS, depreende-se que a cidade não tem uma política consequente de atendimento aos moradores de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade social.  A Prefeitura não sabe sequer quantas pessoas moram nas ruas e tudo o que pretende fazer é permitir que os sem teto cadastrados usem banheiros da Urbs e guardem seus pertences em guarda-volumes.

Das declarações da presidente da FAS, apenas duas guardam bom senso:  “a questão dos moradores de rua é um problema social que atinge cidades do mundo todo e nenhum lugar até agora conseguiu resolver efetivamente a questão” e “se existe uma coisa que podemos afirmar com toda a certeza é que não é a retirada à força dessas pessoas das ruas que irá resolver este problema social” (frases que constam de material jornalístico publicado no site da Prefeitura de Curitiba).

Se não há solução definitiva, há pelo menos medidas que o poder público pode adotar. A primeira é ter um levantamento atualizado sobre quem são os moradores de rua, quantos são e por que estão na rua. Pelo visto, a FAS não tem esses dados. E se os tem, parece que titubeia em adotar ações concretas que melhorem a vida dessas pessoas.

É público e notório que muitos estão na rua por vontade própria, seja por dependência química ou por desagregação familiar, mas quantos dos moradores de rua estão nessa situação em função da crise econômica, desemprego ou porque estão em situação de miséria absoluta? São perguntas para as quais a Prefeitura parece n

24 de setembro de 2015
por admin
8 Comentários

Coluna do Requião Filho: Com impostos descontrolados, Beto Richa desagrada ‘gregos e troianos’

Download

Requião Filho*

Amigos leitores, queria eu me valer deste espaço para contar-lhes as maravilhas do “Paraná que Acredita”, do “Paraná que segue em Frente”, ou seja, do Paraná das lindas propagandas eleitorais e institucionais do governo.

Como eu gostaria que esta fosse a realidade, mas basta ter o mínimo de discernimento para ver que a real situação do Estado é bem diferente… Ninguém mais acredita no governador Beto Richa (PSDB) e o Paraná está parando.

Nesta coluna já me referi a expressão “freios e contrapesos” que, grosso modo, se refere a fiscalização e controle do Estado; mas o que se percebe é que o atual governo quer exterminar esses mecanismos. Ignora pareceres, espanca servidor, sangra o bolso do contribuinte, acaba com o empresariado, deixa a Defensoria Pública na mendicância e impõe suas vontades sobre a maioria da Assembleia em troca de ambulâncias e favores políticos.

Sejamos diretos: se o Estado fosse uma carreta, o motorista teria de propósito cortado o freio e jogado o caminhão ladeira abaixo.

O Paraná vive em um manicômio tributário!!! A cada pacotaço, o governo supera qualquer expectativa!!! Já sabemos que a política é arrecadar custe o que custar, mas a criatividade é surpreendente! É interminável a “Caixa de Pandora” contra o paranaense!!!

Poderíamos imaginar um governo com políticas voltadas para o empresariado, ou um outro, com políticas que priorizem a população, embora saibamos que o ideal seria harmonizar ambos os grupos. Porem, vejam Senhores, o governo Beto Richa, consegue o que parece impossível, ele desagrada o povo e o empresário; ou seja, se vale ao contrário da máxima: “impossível agradar a gregos e a troianos”. Assim, o Governo Beto Richa consegue desagradar a todos!

Notem, além de protestos e manifestações da população, agora são os empresários que se unem contra os desmandos do Governo do Estado. A perda do poder de compra anual, de quem possui renda de até 5 (cinco) salários mínimos chegou a 956 milhões, o que desagrada toda a população. As famílias têm menos dinheiro e o comércio vende menos! Todos perdem!

O denominado G7 (Fiep, Faep, Fecomercio, Faciap, Fetranspar, Fecoopar e ACP) publicamente deixou bem claro ser totalmente contrário ao aumento de qualquer imposto, não podendo mais, nem o empresariado nem os cidadãos, arcarem com aumento de tributos. Até eles reconheceram que o novo pacotaço além de prejudicar os empresários com inúmera

17 de julho de 2015
por esmael
14 Comentários

Entidades do G7 devolvem a Beto Richa batata quente da prorrogação do ‘pedágio mais caro do mundo’

campagnolo_pedagio_richaAs entidades do setor produtivo que compõem o G7 — Fiep, Faep, Fecomercio, Faciap, Fetranspar, Fecoopar e ACP — emitiram nota de esclarecimento, nesta sexta-feira (17), negando que tenham passado uma procuração para o governador Beto Richa (PSDB) discutir em nome delas a prorrogação dos contratos de pedágio nas rodovias do Paraná até 2050.

Segundo o presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, porta-voz das agremiações empresariais, não há consenso no G7 sobre o tema.

“Por conta dessa ausência de consenso, não devem ser emitidas opiniões ou informações que deem a entender que se tratam de posicionamentos de todo o grupo”, desautorizou o presidente da Fiep, que também coordena o G7.

Na quarta-feira, Richa deixou o G7 e integrantes do governo com a broxa na mão ao dizer que “ninguém estava tratando do assunto”. No entanto, o chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD), e a vice-governadora Cida Borghetti (PROS), até foram a Brasília justamente para discutir a prorrogação do ‘pedágio mais caro do mundo’ levando, inclusive, algumas entidades do grupo a tiracolo.

A posição dúbia do governador teria irritado o deputado federal Ricardo Barros (PP), marido da vice-governadora, que estava à frente das negociações no Ministério dos Transportes.

Desde o princípio, a Fiep e a Fecoopar (Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná) se posicionaram contrárias à continuidade do pedágio.

O documento de Campagnolo é importante porque ajuda afastar a nuvem negra sobre esse tema, pois em qualquer lugar no mundo entidade de classe que joga contra os interesses dos associados seria defenestrada.

Pedágio é contraproducente para dizer o mínimo. Faz os produtos paranaenses perderem competitividade perante os de fora. Só é bom para quem faz lobby e nada produz.

A seguir, leia a íntegra da nota reparadora do G7:

20 de novembro de 2014
por esmael
72 Comentários

Reacionária, Curitiba envergonha o país sem feriado da Consciência Negra

Mesael Caetano dos Santos, o

Mesael Caetano dos Santos, o “Advogado dos Pobres”, presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB Paraná, negro, nordestino e pobre, luta pelo reconhecimento do feriado de Zumbi dos Palmares em Curitiba.

Quando se fala que a capital paranaense é conservadora não é apenas retórica. à‰ fato. Vide o exemplo do feriado da Consciência Negra, nesta quinta-feira, 20 de novembro, defenestrado no ano passado pelo Tribunal de Justiça do Paraná e confirmado pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. Leia mais

10 de maio de 2014
por esmael
6 Comentários

Coluna do Ricardo Gomyde: Curitiba de braços abertos para o mundo e o desenvolvimento

Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, abre contagem regressiva para o início da Copa em Curitiba: 16 de junho; colunista aponta o "espetáculo" do desenvolvimento proporcionado pelo campeonato da Fifa na capital paranaense; Gomyde destaca ainda a visita da presidenta Dilma na sexta que, além de conhecer a Arena da Baixada, palco dos jogos, anunciou quarto projetos que somados terão investimentos de R$ 5,2 bilhões, garantindo o aprimoramento do transporte coletivo e da qualidade de vida do cidadão curitibano; na segunda-feira (12), lembra o especialista de políticas de inclusão social, a Associação Comercial do Paraná lançará a campanha Curitiba de braços abertos para o mundo!; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, abre contagem regressiva para o início da Copa em Curitiba: 16 de junho; colunista aponta o “espetáculo” do desenvolvimento proporcionado pelo campeonato da Fifa na capital paranaense; Gomyde destaca ainda a visita da presidenta Dilma na sexta que, além de conhecer a Arena da Baixada, palco dos jogos, anunciou quarto projetos que somados terão investimentos de R$ 5,2 bilhões, garantindo o aprimoramento do transporte coletivo e da qualidade de vida do cidadão curitibano; na segunda-feira (12), lembra o especialista de políticas de inclusão social, a Associação Comercial do Paraná lançará a campanha Curitiba de braços abertos para o mundo!; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Gomyde*

A capital paranaense viveu um dia histórico nesta sexta-feira (09.05). Ao receber a visita da presidenta da República, Dilma Rousseff, que conheceu a renovada Arena da Baixada, palco de quatro jogos da Copa do Mundo a partir de 16 de junho, Curitiba foi contemplada com uma série de boas notícias. Leia mais

3 de dezembro de 2013
por esmael
15 Comentários

Lerner reúne crias políticas, Fruet e Richa, em evento da ACP

Este blog vem mostrando, há dias, certa sintonia fina entre Richa e Fruet; ontem, porém, fizeram teste de DNA e comprovaram serem filhos políticos de Jaime Lerner; prefeito e governador veneraram o homem considerado o pior governador que o Paraná já teve; talvez seja desbancado pelo tucano em breve; ex-governador foi homenageado pela Associação Comercial do Paraná, antro do conservadorismo e vanguarda do atraso no estado, no decadente Clube Curitibano.

Este blog vem mostrando, há dias, certa sintonia fina entre Richa e Fruet; ontem, porém, fizeram teste de DNA e comprovaram serem filhos políticos de Jaime Lerner; prefeito e governador veneraram o homem considerado o pior governador que o Paraná já teve; talvez seja desbancado pelo tucano em breve; ex-governador foi homenageado pela Associação Comercial do Paraná, antro do conservadorismo e vanguarda do atraso no estado, no decadente Clube Curitibano.

A Associação Comercial do Paraná (ACP), antro do conservadorismo e do atraso, concedeu ontem (2) a Comenda Barão do Serro Azul ao ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná Jaime Lerner. Leia mais

18 de novembro de 2013
por esmael
14 Comentários

Dentro da curva: STF mantém veto ao feriado da Consciência Negra em Curitiba

STF não foi sensível ao clamor do Movimento Negro de Curitiba e manteve suspenso feriado da Consciência Negra que era previsto para quarta, dia 20; Gilmar Mendes considerou que havia pouca informação! acerca da demanda; Corte manteve-se dentro da curva! conservadora, tomando emprestada expressão do ministro Luís Roberto Barroso; apesar disso, um caloroso viva deste blog a Zumbi dos Palmares!

STF não foi sensível ao clamor do Movimento Negro de Curitiba e manteve suspenso feriado da Consciência Negra que era previsto para quarta, dia 20; Gilmar Mendes considerou que havia pouca informação! acerca da demanda; Corte manteve-se dentro da curva! conservadora, tomando emprestada expressão do ministro Luís Roberto Barroso; apesar disso, um caloroso viva deste blog a Zumbi dos Palmares!

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve-se dentro da curva, para usar a expressão do ministro Luís Roberto Barroso, ao manter veto ao feriado da Consciência Negra na próxima quarta (20). Leia mais

12 de novembro de 2013
por esmael
14 Comentários

“Lula é o candidato do PT”, diz Serra

Em sua passagem por Curitiba, ontem, o tucano José Serra afirmou a um gabaritado leitor deste blog não ter dúvidas de que Lula é o candidato do PT; coincidência ou não, ex-presidente intensifica agenda pelos estados; nesta terça e quarta, petista visita Mato Grosso do Sul; ex-governador paulista tem razão?

Em sua passagem por Curitiba, ontem, o tucano José Serra afirmou a um gabaritado leitor deste blog não ter dúvidas de que Lula é o candidato do PT; coincidência ou não, ex-presidente intensifica agenda pelos estados; nesta terça e quarta, petista visita Mato Grosso do Sul; ex-governador paulista tem razão?

Gabaritado leitor deste blog esteve ontem (11) na sede Associação Comercial do Paraná (ACP), em Curitiba, para ouvir a palestra do ex-governador paulista José Serra (PSDB). Após o falatório, eis que o tucano afirmou ao ser inquirido sobre 2014: “Não tenho dúvidas de que Lula é o candidato do PT”. Leia mais

12 de novembro de 2013
por esmael
25 Comentários

Movimento Negro realiza protesto inédito contra Tribunal de Justiça do Paraná

Dirigentes de entidades do Movimento Negro realizaram protesto inédito nesta terça, em Curitiba, em frente ao Tribunal de Justiça do Paraná; lideranças exigem que corte volte atrás e reveja suspensão do feriado da Consciência Negra no dia 20 de novembro; vereador Paulo Salamuni , presidente da Câmara Municipal, que sancionou a lei, disse que levará na quinta (14) a questão ao Superior Tribunal Federal. (Fotos: Mesael Caetano dos Santos, o "Advogado dos Pobres").

Dirigentes de entidades do Movimento Negro realizaram protesto inédito nesta terça, em Curitiba, em frente ao Tribunal de Justiça do Paraná; lideranças exigem que corte volte atrás e reveja suspensão do feriado da Consciência Negra no dia 20 de novembro; vereador Paulo Salamuni , presidente da Câmara Municipal, que sancionou a lei, disse que levará na quinta (14) a questão ao Superior Tribunal Federal. (Fotos: Mesael Caetano dos Santos, o “Advogado dos Pobres”).

Cerca de 100 ativistas do Movimento Negro fizeram uma manifestação neste terça (12), em Curitiba, em frente ao Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), contra liminar concedida pelo à“rgão Especial daquela corte suspendendo o feriado da Consciência Negra que era previsto para o próximo dia 20 de novembro. Leia mais

11 de novembro de 2013
por esmael
18 Comentários

Richa prestigia Serra, autor de lei que dá prejuízo de R$ 35 bilhões ao Paraná

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) esteve nesta segunda (11), em Curitiba, na sede da Associação Comercial do Paraná (ACP), onde discorreu sobre a economia brasileira. O tucano aproveitou para elogiar o bom momento que o estado vive em função do pleno emprego. à‰ óbvio que sobrou alfinetada para o governo Dilma Rousseff (PT).

Se o Brasil crescesse no mesmo ritmo teria um cenário econômico muito melhor!, comparou Serra, que foi entusiasticamente aplaudido pelo governador Beto Richa (PSDB).

O diabo é que na prática o ex-governador paulista é algoz de todos os paranaenses. Ao invés das palmas, caberiam ensurdecedoras vaias. Mas seria esperar demais de uma organização (ACP) que é contra o feriado da Consciência Negra.

O correto seria as entidades produtivas e a Assembleia Legislativa aprovassem título a José Serra de “persona non grata” nas terras das araucárias pela explicação adiante.

Na Constituinte de 1988, o então deputado José Serra fez lobby para mudar a legislação que dispõe sobre a cobrança do ICMS sobre energia elétrica, petróleo e gás natural.

A legislação geral do ICMS estabelecia que o imposto deveria ser cobrado na origem, onde energia elétrica, petróleo e gás natural são produzidos. Mas a emenda constitucional do deputado José Serra abriu uma exceção, fixando que o imposto deveria ser cobrado no destino, onde esses produtos são consumidos.

Esta esperteza tributária, que quebrou os princípios do pacto federativo, foi feita sob medida para promover o desenvolvimento da indústria paulista e do vizinho estado de São Paulo, que não tinha energia na quantidade necessária para sustentar o seu crescimento.

Por causa do lobby do tucano Serra, que só pensou nos interesses de São Paulo, desde 1989, o Paraná perde, em média, R$ 1,5 bilhão por ano, em impostos que deixa de arrecadar. Desde que a lei foi aprovada, as perdas paranaenses já somam R$ 34,5 bilhões.

11 de novembro de 2013
por esmael
11 Comentários

Movimento promete ir à s ruas amanhã pelo feriado da Consciência Negra

Movimento Negro de Curitiba promete fazer barulho, nesta terça (12), em frente ao Tribunal de Justiça, a partir das 13 horas; entidades planejam passeata até as sedes do Sinduscom e ACP, que conseguiram suspender feriado da Consciência Negra, por meio de liminar, previsto para o próximo dia 20.

Movimento Negro de Curitiba promete fazer barulho, nesta terça (12), em frente ao Tribunal de Justiça, a partir das 13 horas; entidades planejam passeata até as sedes do Sinduscom e ACP, que conseguiram suspender feriado da Consciência Negra, por meio de liminar, previsto para o próximo dia 20.

Cerca de 20 entidades do movimento negro, reunidas no Comitê Zumbi dos Palmares, prometem protestar nesta terça (12), à s 13 horas, em frente ao Tribunal de Justiça do Paraná (Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico), seguida de caminhada até a sede da Associação Comercial do Paraná (ACP) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado (Sinduscon-PR). Leia mais

7 de novembro de 2013
por esmael
20 Comentários

Bruxo faz macumba para garantir feriado da Consciência Negra em Curitiba

Chik Jeitoso, bruxo mais famoso do Hemisfério, fez macumba para garantir feriado da Consciência Negra em Curitiba; alvo de sua bruxaria foram diretores da ACP e desembargadores do TJPR; "Minha mandinga vai deixar esse pessoal broxa, nem Viagra vai resolver. Ou eles atendem ao pedido dos Orixás ou esqueçam a vida sexual...!, avisou o enigmático macumbeiro que nunca errou uma previsão política ou perdeu um despacho!; assista ao vídeo em que o bruxo ensina deixar broxa.

Chik Jeitoso, bruxo mais famoso do Hemisfério, fez macumba para garantir feriado da Consciência Negra em Curitiba; alvo de sua bruxaria foram diretores da ACP e desembargadores do TJPR; “Minha mandinga vai deixar esse pessoal broxa, nem Viagra vai resolver. Ou eles atendem ao pedido dos Orixás ou esqueçam a vida sexual…!, avisou o enigmático macumbeiro que nunca errou uma previsão política ou perdeu um despacho!; assista ao vídeo em que o bruxo ensina deixar broxa.

O bruxo e tarólogo Chik Jeitoso, o macumbeiro mais famoso do Hemisfério, fez ontem um protesto solitário em frente ao prédio da Associação Comercial do Paraná (ACP), entidade autora de ação contra o feriado municipal da Consciência Negra em Curitiba no dia 20 de novembro. Leia mais

6 de novembro de 2013
por esmael
11 Comentários

Manifesto nas redes sociais prega boicote ao comércio de Curitiba no Dia da Consciência Negra

Pelo Facebook, um grupo lançou nesta quarta (6) um manifesto pregando o boicote ao comércio de Curitiba em retaliação à  ação da Associação Comercial do Paraná (ACP), que conseguiu uma liminar no Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) suspendendo o feriado municipal da Consciência Negra previsto para o próximo dia 20 de novembro.

“Dia 20 de novembro, não compre em Curitiba. Eles [comerciantes] só estão de olho no seu dinheirinho!”, diz o banner do grupo, que já contava com 419 adesões no início desta tarde (clique aqui).

A seguir, leia a íntegra do manifesto:

“A Associação Comercial do Paraná, o SINDUSCON/PR e o TJPR, que vivem numa Curitiba ariana, uma Curitiba por onde jamais os negros passaram para fazer parte da história e os que estão por aqui vivem na mais absoluta invisibilidade, nesta Curitiba muito branca, quase cor-de-rosa e feita de algodão doce onde a ordem é comprar, comprar, comprar num mercantilismo que está acima de qualquer outra luta que não diga respeito ao bolso ‘deles’. Nós, da Curitiba linda, colorida por todas as cores, inclusive a negra, nós, da Curitiba que queremos e amamos estamos lançando a campanha: no dia 20 de novembro, não compre uma agulha sequer e pare pra pensar que a gente deve dar valor primeiro à s primeiras coisas.”

5 de novembro de 2013
por esmael
42 Comentários

Movimento Negro de Curitiba planeja protesto em frente ao TJPR

Entidades do Movimento Negro realizam uma plenária nesta quarta (6), à s 18 horas, na sede da APP-Sindicato, para planejarem manifestações contra a suspensão de lei, pelo à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), que institui 20 de Novembro como Dia da Consciência Negra em Curitiba.

O advogado Mesael Caetano Dos Santos, também conhecido como “Advogado dos Pobres”, é um dos organizadores da reunião de amanhã.

“Estou indignado com essa com essa atitude do TJ do Paraná que acolheu pedido da Associação Comercial do Paraná para suspender o feriado o dia da Consciência Negra em 20 de novembro. Só quem é afrodescendente e negro sabe como há discriminação dessas pessoas nesse estado”, disse ao blog, ao afirmar que se sente “discriminado”.

Mesael adiantou que serão debatidas propostas que vão de boicote a compra de produtos no comércio associado à  Associação Comercial do Paraná a passeata em frente ao prédio da entidade, além uma manifestação no dia 20 em frente sede do TJPR no Centro Cívico.

O à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), composto por 25 julgadores, a maioria de juízes brancos, proibiu liminarmente nesta segunda (4) a existência do feriado do Dia da Consciência Negra em Curitiba.

O TJPR acatou pedido da Associação Comercial do Paraná (ACP) contra lei sancionada em 11 de janeiro deste ano pela Câmara de Vereadores. O feriado lembra a morte do líder negro Zumbi dos Palmares, morto a 20 de novembro de 1695, portanto há 318 anos.

Os magistrados foram na contramão dos moradores da capital paranaense. Segundo levantamento da Paraná Pesquisa, realizado em fevereiro último, 81% dos curitibanos aprovam o Dia da Consciência Negra (clique aqui).

4 de novembro de 2013
por esmael
87 Comentários

Tribunal de Justiça ‘branco’ proíbe feriado do Dia da Consciência Negra em Curitiba

Presidente da ACP, Edson José Ramon, adepto do capitalismo burro, aquele que exclui a sociedade do consumo, se explicou a líderes negros, mas não recuou da decisão de barrar na Justiça o feriado de homenagem a Zumbi dos Palmares; à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná, formado por 25 julgadores, maioria branca, concedeu liminar nesta segunda (4) à  entidade comercial. Foto: ACP/Divulgação.

Presidente da ACP, Edson José Ramon, adepto do capitalismo burro, aquele que exclui a sociedade do consumo, se explicou a líderes negros, mas não recuou da decisão de barrar na Justiça o feriado de homenagem a Zumbi dos Palmares; à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná, formado por 25 julgadores, maioria branca, concedeu liminar nesta segunda (4) à  entidade comercial. Foto: ACP/Divulgação.

O à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), composto por 25 julgadores, a maioria de juízes brancos, proibiu liminarmente nesta segunda (4) a existência do feriado do Dia da Consciência Negra em Curitiba. Leia mais